Quais os tipos de e-commerce que existem no Brasil?

Fernando

Segundo o relatório Brazil Digital Future in Focus, elaborado pela empresa de medição e análise da internet ComScore, o Brasil é o único país na América Latina que passa mais tempo conectado, sendo a média mensal de minutos por página visitada a maior de todos os países analisados.

O relatório ainda informa que os usuários mais presentes são os jovens de 15 a 44 anos. Nesse contexto, já sabemos que a internet, por fazer parte do nosso cotidiano e atingir pessoas de variadas idades, muda as nossas relações bem como os nossos hábitos de consumo.

Essas mudanças permitiram que lojas físicas expandissem seus negócios para o mundo virtual e, quem não tem condições de começar uma loja física, pudesse criar um negócio na internet, resultando no que hoje conhecemos por e-commerce.

Mas, atualmente, quais os tipos de e-commerce existentes no país e em qual deles sua loja se encaixa?

O que é E-commerce?

Traduzido para “comércio eletrônico”, o eletronic commerce, ou e-commerce, é um tipo de comércio onde as transações financeiras são realizadas por meio de dispositivos e plataformas eletrônicas, como notebooks e smartphones.

O E-commerce engloba vários tipos de transações financeiras, como as operações bancárias (internet banking) ou as relações de compra e venda das lojas virtuais.

Quais os tipos de e-commerce que existem no Brasil?

Quais são os tipos de e-commerce?

Atualmente no mercado existem nove tipos modalidades de e-commerce.

1. Business-to-Business (B2B)
Transações eletrônicas de bens ou serviços realizados entre empresas.

2. Business-to-Consumer (B2c)
Neste caso há uma relação comercial eletrônica entre empresas e consumidores finais, como o setor varejista, as lojas virtuais.

3. Consumer-to-Business (CNB)
Tipo de e-commerce baseado no crowdsourcing, onde um grande número de indivíduos disponibilizam seus produtos e serviços para compra em um ambiente onde empresas que necessitam desses produtos e serviços possam encontrar. Exemplo: Shutterstock, o banco de imagens.

4. Consumer-to-Consumer (C2C)
Transações eletronicas de bens ou serviços realizados entre consumidores.

5. Business-to-Administration (B2A)
Transações realizadas entre empresas e administração pública. Ex: serviços fiscais, segurança social, serviços de empregos, documentos legais, registros, etc.

6. Consumer-to-Administration (C2A)
Transações eletrônicas entre indivíduos e administração pública.

Dentro do e-commerce existem, também, três modalidades específicas que utilizam de plataformas específicas para o comércio.

M-Commerce: mobile commerce, onde a transação é originada de um dispositivo móvel, como o smartphone ou tablet.

S-Commerce: social commerce, modalidade que utiliza as redes sociais para atrair e fidelizar os clientes. Ex: o Facebook, que recentemente implementou a opção de vendas para as páginas comerciais.

T-Commerce: modalidade de comércio televisivo que utiliza a TV Digital para a realizar a venda de produtos que estejam sendo apresentados em algum programa.

Gerenciando seu e-Commerce

Diferente da loja física, abrir uma loja virtual não necessita de tanta burocracia e, com a VHSYS, sua loja pode ser integrada ao Mercado Livre e Magento. No sistema de ERP Online VHSYS, você encontra diversas funcionalidades que trazem praticidade e agilidade para seu negócio, unindo controle fiscal, financeiro, emissor de nota fiscal eletrônica, controle de vendas e estoque em um único lugar.

Experimente grátis!

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Fernando
Sobre o autor
Fernando
Formado em Marketing e Coordenador de Marketing de Conteúdo na VHSYS.