Black Friday 2018: saiba preparar a sua empresa para lucrar mais

Gabrielly Balão

A Black Friday 2018 está chegando, sua empresa está preparada?

Com data marcada para o dia 23 de novembro, consumidores e empresas já estão se preparando.

Então, confira em nosso artigo mais sobre a data, dicas para preparar a sua empresa e muito mais!

Kit Black Friday: guia e checklist para preparar sua empresa. Baixe grátis!

O que significa Black Friday?

Black Friday literalmente significa “sexta feira negra”.

O nome é originado do caos entre os consumidores que a data leva às ruas norte-americanas: lojas lotadas e ruas totalmente congestionadas.

Porém, não se sabe ao certo como aconteceu a origem do dia, mas existem muitas teorias.

A mais forte entre elas é que a Black Friday surgiu para aproveitar o período entre o Dia de Ação de Graças e o Natal. Muitas pessoas saíam para comprar presentes para aproveitar o feriado.

Por que não aproveitar para oferecer mais descontos para o consumidor e lucrar mais com as vendas?

Dessa forma, a data foi oficializada em 2011 no Estados Unidos e já é considerada o maior dia de compras do mundo.

Black Friday no Brasil

A Black Friday conquistou a população brasileira de tal forma que mudou o calendário das empresas.

Muitos consumidores esperam esta data para comprar produtos e serviços que desejavam há um bom tempo. Alguns aproveitam também para adquirir itens a mais por conta dos descontos e ofertas especiais.

Por isso, as promoções deste período estão cada vez mais ganhando força, movimentando a economia e gerando lucro principalmente para o comércio varejista e eletrônico.

Kit Black Friday: guia e checklist para preparar sua empresa. Baixe grátis!

Quando é a Black Friday?

A Black Friday 2018 tem data marcada para o dia 23 de novembro, assim como nos anos anteriores.

Por isso, é importante preparar a sua empresa com antecedência e sair na frente da concorrência.

Confira a seguir algumas dicas para fazer seu planejamento e tirar proveito do dia!

black friday 2018

6 dicas para preparar a sua empresa para a Black Friday 2018

1. Planeje suas ações

Tudo começa no planejamento.

Antes de começar a vender, você deve pensar em estratégias que irão favorecer sua empresa. Assim, você evita prejuízos para seu financeiro.

Este plano de ação deve contemplar todos os setores da empresa:

  • Vendas
  • Financeiro
  • Estoque
  • Compras
  • Marketing
  • Recursos humanos, etc.

Considerar táticas integradas para atingir o cliente com mais eficiência. Lembre-se dos meios que ele pode ter contato com sua marca.

Caso você trabalhe com mais de um meio de venda, como mais de um ponto de venda ou loja virtual, decida as estratégias. Defina se ambos ou apenas um dos meios irá participar do período de promoção da Black Friday.

2. Escolha os produtos e negocie com seus fornecedores

Primeiro considere quais produtos ou serviços irão entrar em promoção.

Uma mercadoria que está encalhada no estoque há um tempo, para incentivar sua venda, ou então um item que tem bastante procura e é maior sua possibilidade de saída?

Kit Black Friday: guia e checklist para preparar sua empresa. Baixe grátis!

Um trabalho pouco solicitado ou então o mais realizado?

Avalie qual dessas possibilidades será mais vantajosa para seu caso. Analise o comportamento do seu cliente nos períodos anteriores e até na Black Friday dos anos passados.

Também é importante calcular bem o valor de venda e o máximo de desconto que pode ser oferecido por cada produto ou serviço.

Assim, você  evita risco de sair perdendo dinheiro com o negócio e prejudicar o financeiro da sua empresa.

Aproveite ainda para negociar com seus fornecedores, buscando reduzir os gastos com as matérias-primas e produtos adquiridos, para não diminuir ainda mais sua lucratividade.

3. Invista em comunicação

Não adianta oferecer descontos vantajosos para os clientes se eles não ficam sabendo da promoção ou desconhecem sua empresa.

Planeje e faça uma boa comunicação, usando os mais diversos meios:

  • Redes sociais
  • Site da empresa
  • Blog
  • Sites de desconto
  • Panfletos
  • Cartões
  • Banners e muitos outros meios.

São maneiras para fazer sua empresa chegar ao comprador.

Use uma identidade visual chamativa e de mesmo padrão em cada peça e postagem, mantendo a unidade visual da campanha.

Caso tenha uma loja física, aproveite o ponto de venda e faça ações. Utilize a criatividade: faça uma decoração especial, espaços próprios para determinadas ofertas (próximas à itens relacionados) e destaque seu negócio da concorrência.

4. Invista no seu site

Quando se tem um e-commerce, o site é o ponto de venda da loja.

Por isso é importante que ele esteja funcionando bem. Verifique todos os botões e links,  imagens no tamanho certo e se as informações estão bem dispostas.

Caso sua empresa tenha grande alcance, cuide para que o site não deixe de funcionar diante de um fluxo maior de compradores.

Kit Black Friday: guia e checklist para preparar sua empresa. Baixe grátis!

É frustrante quando um site não carrega. Lembre-se que seu cliente se sentirá assim se algo acontecer de errado na sua plataforma.

Lembre-se também de que muitas pessoas estão preferindo utilizar o celular, em vez de outro meio para fazer suas atividades na internet.

Tenha um site adequado e otimizado para este meio, aproveitando assim esse grupo de compradores e conquistando mais vendas.

5. Seja honesto e claro com o consumidor

Essa é uma dica muito importante.

Não use de táticas maliciosas para lucrar mais. Existem comerciantes que aumentam o preço dos produtos antes da Black Friday para depois diminuí-los no período, dando a falsa ideia de desconto para seu cliente, por exemplo.

Atualmente este tipo de conduta é facilmente detectada e é um grande risco para qualquer empresa.

Isso pois esse tipo de fraude faz com que uma marca perca sua credibilidade e afaste seu clientes.

Por isso, seja honesto e claro na sua comunicação com o consumidor, ofereça vantagens reais a ele.

Além disso, deixe claro as políticas relacionadas à venda, como: prazo de adesão, previsão de entrega, cobrança de frete, troca de produtos, etc.

Lembre-se de respeitar o Código de Defesa do Consumidor, evitando assim situações negativas como reclamações no Procon e em outros órgãos.

Uma boa experiência na Black Friday pode ser uma possibilidade de conquistar e fidelizar novos clientes.

Kit Black Friday: guia e checklist para preparar sua empresa. Baixe grátis!

6. Atenção redobrada ao estoque

Um dos pontos mais críticos e passíveis de erros é o controle de estoque.

Se o produto fica fora de estoque rapidamente e o consumidor não fica sabendo, é um problema.

Quando muitas mercadorias continuam encalhadas após a Black Friday, você terá outro problema

Por isso, gerencie muito bem o estoque do sua loja. Avalie com cuidado os produtos que estarão em promoção durante a Black Friday.

Tenha uma boa quantidade de itens para atender a demanda dos seus clientes porém sem se arriscar com sobra de mercadorias. Afinal, estoque parado é igual a dinheiro perdido.

Por isso, ter um bom controle de estoque antes da promoção, realizando acompanhamentos como o cálculo do giro dos produtos no depósito, vai ajudar nesse momento.

Assim você já terá os dados dos itens que saem com maior ou menor frequência e irá montar sua estratégia de vendas com maior eficiência.

Cuidado com a Black Fraude

Devido à inúmeras reclamações durante o período promocional, a data também ficou conhecida como Black Fraude.

De acordo com um levantamento feito pelo site Reclame Aqui, os tipos de problemas mais reclamados durante todo o evento da Black Friday envolvem a finalização da compra, promoção, divergência de valores, indisponibilidade do indisponivel, site fora do ar ou lento, atraso na entrega e a campeã: a propaganda enganosa.

Kit Black Friday: guia e checklist para preparar sua empresa. Baixe grátis!

A propaganda enganosa na Black Friday já é motivo de chacota com a máxima “tudo pelo dobro da metade do preço”, em referência à prática de aumentar o preço da mercadoria alguns dias antes do evento, para maquiar o desconto ofertado – que volta a ser o valor “original” do produto.

Por isso, evite essas e outras más práticas na hora de vender seus produtos. Seja honesto e participe da data se realmente conseguir dar descontos relevantes aos seus clientes.

Conclusão

É importante ter um planejamento para cada data de interesse do comércio, especialmente para a Black Friday.

Por isso, lembre-se de se organizar com antecedência para evitar problemas perto do tão esperado dia.

Para te ajudar nessa tarefa, baixe nosso Kit Black Friday, composto por um guia exclusivo e uma checklist. Com ele, você estará munido de ferramentas para ajudar a sua empresa a lucrar mais.

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Gabrielly Balão
Sobre o autor
Gabrielly Balão
Content Analyst no VHSYS. Formada em Relações Públicas e em busca de conhecimentos que agreguem e ajudem novos empresários.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais
Rated 4.9/5 based on 11 avaliações