O que é Marketplace: como funciona e as principais dicas para o seu negócio - VHSYS Blog

O que é Marketplace: como funciona e as principais dicas para o seu negócio

Gabrielly Balão

Você sabe o que é Marketplace? É um termo muito confundido com e-commerce, mas são tipos de venda online bem diferentes. Muitas empresas aproveitaram a onda dos marketplaces para se adaptarem e entrarem nesse mesmo mercado, gerando muitas oportunidades.

Para os empreendedores que estão começando um novo negócio e querem empreender online, os marketplaces podem ser uma opção para evitar gastos expressivos com divulgação e conquistar espaço no mercado.

Em nosso artigo, você vai conferir:

  • O que é Marketplace
  • Quais são as vantagens ao estar em um Marketplace?
  • Como funciona os processos dentro de um Marketplace?
  • Marketplace x E-commerce: qual é a diferença?
  • Dicas na hora de cadastrar sua empresa em um marketplace

O que é Marketplace

Você já deve ter se perguntado o que é marketplace. Apesar disso, com certeza, já foi impactado por alguma propaganda ou já comprou de alguns dos players mais famosos do Brasil ou do mundo. Mas antes de citar exemplos, vamos explicar o que o termo significa.

Marketplace é uma plataforma online, onde diversos tipos de negócio podem expor seus produtos ou serviços em troca de uma comissão em suas vendas. Existem marketplaces que reúnem diversos tipos de mercadorias, atraindo diversos tipos de clientes. Em contramão, alguns são focados em apenas um tipo de segmento, como perfumaria ou vestuário. O modelo pode ser considerado um shopping center digital, já que apesar de ser apenas um site, reúne mercadorias de diversas lojas diferentes.

Para o consumidor, esse formato é vantajoso. Ao comprar em um marketplace, ele pode comparar preços, encontrar uma diversidade de opções e também realizar apenas um procedimento na hora de pagar pelas suas compras. O que muda ao comprar em e-commerces.

Por falar em e-commerce, muitas pessoas confundem o termo com marketplace. Porém são coisas bem diferentes. Em um e-commerce, o site e os produtos ou serviços são originados apenas de uma marca. Enquanto em um marketplace, o site é administrado por apenas uma empresa, mas os produtos são provenientes de diversas lojas que estão cadastradas em seu sistema.

É um modelo que começou a ser implantado em 2012, e hoje, grandes empresas e grupos já representam boa parte do comércio eletrônico. Alguns exemplos famosos presentes no Brasil são:

  • B2W: um grupo composto por diversas marcas, como Americanas.com, Submarino e Shoptime. É uma das empresas mais importantes da América Latina. É composta por mais de 40 categorias de produtos e serviços;
  • Mercado Livre: é o principal presente no Brasil. Diversas pessoas e empresas anunciam seus produtos na plataforma, considerada uma das mais utilizadas no mercado digital;
  • Casas Bahia: uma das mais famosas lojas de varejo do país. Com mais de 60 anos, o marketplace da Casas Bahia foi lançado em 2015 como uma estratégia de expansão do grupo Cnova. O site acumula mensalmente mais de 20 milhões de acessos e possui mais de 30 categorias de produtos e serviços.

Por serem empresas com um maior tempo de mercado, a sua credibilidade beneficia pequenos negócios que querem investir no comércio digital. Uma das vantagens ao se cadastrar em marketplaces. Vamos abordar mais sobre os benefícios a seguir.

Quais são as vantagens de um marketplace?

Se você está pensando em cadastrar sua empresa ou seus produtos em um marketplace, é importante conhecer quais são as vantagens deste modelo de vendas online. Estar presente em um marketplace possui diversas vantagens para as empresas, mas também para os consumidores. Confira!

Para as empresas:

  • Fidelização de clientes: ao participar das promoções em conjunto com a plataforma que escolher, como a Black Friday, você cria oportunidades para fidelizar seus clientes. É uma chance para que, no momento em que ele pensar em comprar novamente algum produto, ele lembre da sua marca com ou sem promoções;
  • Custos reduzidos: você não precisará se preocupar com os altos custos com desenvolvimento do site, assim como a sua manutenção do site ou hospedagem;
  • Baixo investimento em marketing: por se tratar de um marketplace, ele será responsável por divulgar os produtos disponíveis na internet. Além disso, se a sua empresa estiver presente em mais de uma plataforma, o usuário poderá ser impactado mais vezes pela sua marca;
  • Visibilidade: diferente de um site próprio, nos marketplaces é possível atingir um público muito maior, dando mais visibilidade para a sua marca.

Para os consumidores:

  • Variedade de produtos: como já comentamos no início do artigo, o marketplace acaba sendo prático no ponto de vista do usuário, pois no mesmo site, ele consegue comparar diversos produto e encontrar uma diversidade de produtos muito maior do que em apenas um e-commerce;
  • Comparação de preços: além da variedade, o consumidor consegue comparar os preços dos produtos;
  • Disponibilidade: é muito mais provável encontrar produtos disponíveis para compra;
  • Pagamento: com as lojas centralizadas em apenas um local, o processo de pagamento é simplificado, sem precisar que o cliente cadastre suas informações mais de uma vez.

Como você pode perceber, as vantagens em estar presente e comprar em um marketplace são diversas! Mas, como funciona para cadastrar uma empresa nesses sites? A seguir, vamos te explicar como.

Como funciona o processo dentro de um marketplace?

Se você tem interesse em cadastrar a empresa em um marketplace, mas não sabe como todo o processo funciona, vamos te explicar.

Por se tratar de grandes lojas no mercado digital, pode parecer algo complicado, porém é algo muito simples. Tudo o que você precisa fazer é escolher o local que mais combina com a sua empresa e criar sua conta.

A maioria dos marketplaces possuem uma interface intuitiva, fácil de navegar, porém pode ser que alguns tenham mais etapas para a aprovação do seu cadastro, tudo dependerá do que você optar.

Após esse processo e com seus produtos cadastrados, eles serão divulgados. Vale lembrar que a empresa irá cobrar uma comissão em cima das suas vendas devido essa divulgação e por utilizar uma plataforma externa. Os valores variam de 9.5% a 30%, dependerá do nível de promoção que você solicitar na hora do cadastro. Ou seja, quanto maior o volume de divulgação de um produto, maior será o valor da comissão cobrada pelas vendas no marketplace.

Após vender seus produtos, existe um prazo para a liberação dos valores dessas vendas. O prazo irá variar de 2 até 45 dias, que poderão ser contados a partir da postagem ou entrega da mercadoria. Isso garante que a empresa que está vendendo o produto realmente concretize o negócio, dando mais segurança ao cliente final.

Lembre-se que, como já comentamos, os marketplaces podem atrair vários tipos de público ou apenas de um segmento. Por isso, tenha em mente a identidade, segmento e persona da sua marca na hora de escolher.

Dê atenção também nas políticas e termos da empresa que escolher. Por se tratar de uma marca que representa diversas outras de um porte menor, elas são muito mais rígidas, pois sua reputação está em jogo. Leia com atenção cada detalhe e garanta que a sua empresa cumpra cada tópico proposto. São regras que acabam limitando um pouco as marcas, por isso, muitas optam por se cadastrem nos marketplaces mas também criar um e-commerce próprio – que são dois tipos de negócio diferentes.

Marketplace x E-commerce: qual é a diferença?

Como já falamos anteriormente, muitas pessoas confundem o termo marketplace com e-commerce. Talvez porque se tratam de dois tipos de negócio presentes apenas no mercado digital. Existem algumas características que diferenciam o marketplace e o e-commerce. Confira:

E-commerce: se trata de um site independente. As empresas que possuem seu próprio e-commerce, vendem somente os seus produtos. Nele, é possível personalizar o site de acordo com a identidade da marca. Porém o investimento em divulgação é muito maior. Isso porque se trata de um site que ainda não possui uma grande visibilidade online e nem um investimento externo em marketing. É uma opção um pouco mais difícil para empresas que estão a pouco tempo no mercado.

Marketplace: diferente do e-commerce, o marketplace é um site que já possui uma outra empresa em seu comando. Uma vez que os seus produtos estão cadastrados, é cobrada uma taxa em cima das vendas de cada produto. Assim, a própria empresa cuida da sua divulgação, gerando muito mais visibilidade e credibilidade para marcas menos conhecidas. Nesse caso, é um site que oferece produtos ou serviços de diversas empresas.

Dicas na hora de cadastrar sua empresa em um marketplace

Se você está a um passo de começar as suas vendas em marketplaces, confira as nossas dicas para começar com o pé direito e ter sucesso com as suas vendas:

Procure detalhar e deixar o mais claro possível a descrição dos produtos

Garanta que as informações disponíveis sobre seus produtos estejam claras, além de inserir quais são as suas dimensões (no caso de objetos) ou suas medidas (no caso de vestuário), por exemplo. Assim, você conseguirá entregar produtos que cumpram as expectativas dos consumidores, além de evitar mal entendidos.

Insira fotos de boa qualidade

Inserir fotos de boa qualidade é essencial para que os seus clientes consigam ver cada detalhe dos produtos da sua marca. Outra dica importante é fazer uma análise para saber quais são os tipos de foto que podem despertar mais interesse dos usuários. Você pode criar alguns testes, mudando a foto de apenas um produto e ver o resultado, por exemplo.

Crie parcerias para ter um frete mais eficiente

Este pode ser um fator decisivo para um cliente realizar uma compra. É importante criar parcerias com transportadoras, dessa forma, você garante um envio de produtos muito mais rápido e eficiente.

Fique de olho nas demandas

Analise se a sua empresa pode atender a demanda que o marketplace pode gerar. Caso o contrário, a falta de estoque pode gerar avaliações negativas, diminuindo sua reputação online.

Esteja atento aos concorrentes

Verifique a variedade de produtos, preços e as avaliações que os seus concorrentes estão recebendo. Lembre-se que por estarem lado a lado com a sua empresa, você precisa ser competitivo e garantir uma oferta de valor melhor.

Acompanhe os comentários dos clientes

Sempre leia os comentários que os clientes deixam sobre os produtos, afinal, é dessa forma que você poderá avaliar como está o desempenho do seu negócio.

Conclusão

Os marketplace são uma ótima opção para as empresas que estão em busca de visibilidade e mais oportunidades para que a sua marca cresça no mercado digital. Com o nosso artigo, você conferiu o que é Marketplace, exemplos dos maiores sites do mercado, quais são as vantagens de um marketplace, como funciona o processo, as diferenças entre marketplace e e-commerce e as principais dicas na hora de cadastrar a sua empresa.

Apesar de parecer uma tarefa difícil, como você pode notar, é simples e prático para gerenciar. Além disso, é uma experiência que você, empreendedor, pode testar no seu negócio.

Examine bem as possibilidades, se o retorno valerá a pena para o estágio da sua empresa. Se você ainda não está tão seguro sobre o mercado digital ou como vender online, recomendamos o nosso e-book Como vender online: um guia para iniciantes. Com ele você saberá muito mais sobre como iniciar seu negócio no digital, como planejar suas vendas e muito mais. Baixe agora!

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Gabrielly Balão
Sobre o autor
Gabrielly Balão
Content Analyst no VHSYS. Formada em Relações Públicas e em busca de conhecimentos que agreguem e ajudem novos empresários.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais