Conecte-se ao empreendedorismo

Passo a passo de como abrir uma Distribuidora de Bebidas

Tempo de Leitura: 8 minutos
Como abrir uma distribuidora de bebidas

Está pensando em começar um negócio no ramo de Alimentos e Bebidas? Já podemos te adiantar que essa é uma ótima ideia e que você entrará em um mercado muito lucrativo.

Mas assim como acontece em qualquer novo empreendimento, existem algumas barreiras e desafios a serem enfrentados, principalmente para firmar os primeiros passos da empresa.

Se você quer dicas práticas e que realmente vão te ajudar a começar a tirar a sua ideia do papel e abrir a sua Distribuidora de Bebidas, está no lugar certo! 

Separamos este conteúdo em 3 grandes partes para você entender melhor quais são os passos mais adequados em cada uma das fases do seu projeto. Confira!

PARTE 1 – Planejamento

Com certeza você já deve ter ouvido alguém falar que algo não saiu como o planejado, certo? Apesar de algumas coisas não saírem como a gente espera, o ideal é sempre ter um planejamento para guiar nossas ações.

Com um bom planejamento você será capaz de dizer se está muito longe dos seus objetivos ou se está dentro de uma variação aceitável. 

Sem um plano traçado, será muito mais difícil de enxergar a evolução do seu empreendimento, pois você não saberá ao certo onde deseja chegar e quais esforços precisam ser melhorados.

Por isso, veja quais são os principais pontos para você ter considerar no seu planejamento:

Plano de negócios

Em poucas palavras, o plano de negócios é um documento que vai descrever como sua empresa funcionará e como você fará para que ela seja bem-sucedida nas atividades que vai realizar.

Algumas informações importantes que ajudam a desenvolver um plano de negócios:

  • Sobre sua empresa (estrutura jurídica, propriedade, localização etc)
  • O que você comercializa (produto, serviço)
  • Quem são seus clientes
  • Como você vende (canais de distribuição, plano de marketing)
  • Como é feito (processo de fabricação, fornecedores, tecnologia etc)
  • Quais são os requisitos de financiamento (montante, fonte de financiamento etc)
  • Qual é o retorno esperado de investimento (previsão de fluxo de caixa)

Diferente do que muitos pensam, não são todas as empresas que precisam de um plano de negócios longo e formal. Geralmente, as que precisam são aquelas que estão em busca de investidores ou empréstimo comercial.

A maioria das empresas precisa de um plano de negócios mais enxuto, para uso interno, com listas de pontos e projeções importantes para o negócio. Veja um exemplo de estrutura de um plano de negócio:

  • Sumário executivo
  • Empresa (quem somos)
  • Produtos e / ou serviços
  • Análise de mercado (para quem vendemos)
  • Plano de marketing
  • Uma lista dos principais marcos da empresa
  • Algumas informações sobre cada membro da equipe de gestão e sua função na empresa
  • Detalhes do plano financeiro de sua empresa

Análise de mercado

Investigue a concorrência para ter uma visão mais ampla de mercado. Isso inclui não só somente as distribuidoras locais e regionais, mas também referências nacionais e internacionais. Visite os sites, faça uma busca na internet, entre nas redes sociais etc.

A pesquisa desses concorrentes vai te ajudar além de apenas referências de negócio. Vai ajudar também a entender o que está em alta, fazendo com que você esteja também sempre por dentro das principais tendências.

Quanto maior for o seu conhecimento sobre o mercado, mais fácil será direcionar seus produtos e serviços a ele. 

Legislação do setor

Existem certas leis e regulamentos que você deve seguir como proprietário(a) de uma Distribuidora de Bebidas. Por exemplo, não é permitido a comercialização para menores de idade. 

Veja mais sobre as principais exigências legais:

Lei nº. 8.069, de 13 de julho de 1990 – Estatuto da Criança e do Adolescente, art. 81: Proíbe expressamente a venda de bebida  alcoólica à criança e ao adolescente.

Lei nº. 9.294, de 2 de julho de 1996 – termos do § 4º do art. 220 da Constituição Federal: Restringe o uso e à propaganda de produtos fumigantes, bebidas alcoólicas, medicamentos, terapias e defensivos agrícolas.

Lei nº. 8.078, em 11 de setembro de 1990 – institui o Código de Defesa do Consumidor (CDC): regulariza a relação de consumo em todo o território brasileiro.  As empresas que fornecem serviços e produtos no mercado de consumo devem observar as regras de proteção ao consumidor, estabelecidas pelo CDC.

Seleção de fornecedores e contratados

Esta é uma das etapas em que você definitivamente deve gastar muito tempo.  Você deve ter em mente que os fornecedores ou ajudarão com o sucesso do seu negócio ou então irão prejudicar. Sejam eles de matéria-prima, equipamentos, móveis, pontos de venda etc. Lembre-se que o conjunto constitui o produto final integrado que é sua empresa.

Mas por onde começar a procura? 

Participe de feiras e eventos de bebidas, peça recomendações de outros empreendedores que trabalham com Distribuidora de Bebidas ou faça uma busca na internet.

PARTE 2 – Formalização

Já desenvolveu seu planejamento e sabe exatamente onde e como chegar? Agora é hora de cuidar das partes burocráticas para formalizar a sua Distribuidora de Bebidas.

Existem algumas etapas que são extremamente importantes para que o seu negócio esteja dentro da legalidade, evitando dores de cabeça no futuro.

E Lembre-se! Contar a ajuda de um profissional contábil nesta etapa é fundamental para garantir que todos os registros necessários sejam feitos corretamente.

Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE

A Classificação Nacional de Atividades Econômicas, CNAE, é o código que vai identificar quais são as atividades econômicas exercidas por sua empresa.

Para Distribuidora de Bebidas, a CNAE utilizada é a 4723-7/00. Veja como o código é composto:

Seção: G – Comércio

Divisão: 47 Comércio Varejista

Grupo: 47.2 Comércio varejista de produtos alimentícios, bebidas e fumo

Classe: 47.23-7 Comércio varejista de bebidas

Subclasse:  4723-7/00 Comércio varejista de bebidas

A subclasse em questão compreende: – o comércio varejista de bebidas alcoólicas e não alcoólicas, não consumidas no local de venda.

Definição de nome

Quem está abrindo o novo negócio se depara com tanta burocracia que a escolha do nome parece ser a parte menos burocrática. Mas não é bem por aí. A escolha do nome da empresa vai além da palavra. O nome escolhido envolve identidade, imagem, valores e conceitos.

Assim que pesquisar, analisar e finalmente decidir um nome para a sua Distribuidora de Bebidas, é preciso certificar-se de que ele já não está sendo usado por outra empresa. 

Para isso, uma simples busca no Google pode ajudar a saber se o nome da empresa já existe, ou então, para uma pesquisa mais aprofundada, basta acessar o site do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Contrato Social

A elaboração do contrato social é um outro passo muito importante para dar início ao próprio negócio. Isso porque esse documento oficializa a criação de uma empresa societária.

No contrato social estão todos os dados da empresa, como razão social, endereço, informações sobre os sócios e muito mais. Sem esse documento não é possível abrir uma conta jurídica, conseguir empréstimos ou até mesmo emitir notas fiscais.

Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) na Receita Federal;

 O CNPJ é como se fosse o CPF das empresas, ou seja, todo negócio precisa ter um para comprovar a sua existência. Com esse cadastro, a Receita Federal consegue acompanhar se as empresas estão cumprindo com suas obrigações fiscais e tributárias.

Para solicitar o CNPJ, algumas informações sobre a empresa já precisam estar certas, como contrato social, porte da empresa, documentos necessários etc. Só após isso é possível entrar com o pedido na Receita Federal.

Prévia de Viabilidade – localização

A escolha do local onde será instalada sua distribuidora de bebidas dependerá de alguns fatores. O primeiro deles é saber se o local pretendido é autorizado pela prefeitura para que as atividades do negócio sejam exercidas.

De acordo com a Lei Federal nº. 11.705 a venda em varejo ou o oferecimento de bebidas alcoólicas para consumo no local, não é permitida na faixa de domínio de rodovia federal, ou em terrenos ligados à faixa de domínio com acesso direto à rodovia. 

Além disso, a localização e a estrutura do imóvel deverão estar de acordo com as normas de higiene e limpeza da Vigilância Sanitária e o PDU – Plano Diretor Urbano, que é disponibilizado pela na prefeitura da cidade. 

Demais fatores a serem considerados para a escolha do local do estabelecimento envolve, principalmente, questões econômicas, veja algumas delas:

  • Custo: com base nas projeções de lucro, quanto você pode gastar com aluguel?
  • Acessibilidade ao público: como os seus clientes chegam ao seu restaurante, a pé, de carro ou de transportes públicos?
  • Proximidade com outras empresas: concorrentes e outras empresas podem influenciar seu público, portanto, mapeie o que está acontecendo ao seu redor e como isso pode afetar seus negócios.

Alvará de funcionamento 

O alvará de funcionamento é o documento que autoriza, ou não, a empresa a exercer suas atividades em um determinado local, considerando também as normas estabelecidas. Geralmente, o alvará é concedido pela prefeitura, ou por outro órgão governamental municipal. 

Dentro do processo de validação desse documento, há várias licenças necessárias que irão depender do grau de complexidade da empresa. Veja quais são as principais licenças: 

  • Corpo de Bombeiros: responsável por verificar as normas de segurança e sinalizar as adequações necessárias para iniciar as atividades. 
  • Licença Sanitária: depende da aprovação da ANVISA ou vigilância sanitária da região.
  • Produtos de origem animal: concedida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

PARTE 3 – Fase de inicialização e execução

Com o planejamento e todos os procedimentos legais encaminhados, o próximo passo é executar as atividades iniciais para finalmente ver as coisas funcionando como o planejado.

Confira quais são as principais ações que você deve tomar na fase de inicialização execução:

1. Encontre um espaço para armazenamento

Dependendo do tamanho do local que você pretende instalar sua Distribuidora de Bebidas, é adequado também encontrar um espaço para armazenamento das mercadorias.

Para saber se precisará de algum equipamento específico para garantir o armazenamento dos produtos no estoque, como freezers, é preciso antes considerar os tipos de bebidas que pretende vender.

Além disso, certifique-se de que o local é seguro contra roubos, se o sistema elétrico não possui falhas, buscando evitar incêndios etc. 

2. Compra de equipamentos

O local escolhido para o atendimento ao público deve ter espaço suficiente para acomodar além da área de atendimento e vendas, precisa considerar também a parte administrativa, estoque e banheiro.

Dentre os equipamentos importantes para a abertura de uma Distribuidora de Bebidas estão:

  • Balcão de atendimento
  • Gôndolas e prateleiras para a exposição dos produtos
  • Carrinho para transporte de carga
  • Engradados e pallets
  • Freezer horizontal/vertical e geladeiras
  • Veículo de carga para fazer entregas

Além desses equipamentos mais específicos, não esqueça de equipamentos comuns do comércio. Veja quais são:

3. Estabeleça sua marca

Um passo muito importante na criação de qualquer empresa é projetar um logotipo que transmita a identidade da sua marca. Você deve lembrar que as pessoas reconhecerão sua marca pela identidade visual, e a partir disso você conseguirá ganhar visibilidade no mercado.

Se você pretende promover sua própria marca de bebidas, por exemplo, pense como será o processo de engarrafamento e no design das próprias garrafas. Você pode criar um design exclusivo para se destacar entre os outros itens na prateleira de bebidas.

Para isso, você pode optar por contratar uma equipe interna de marketing ou então contratar uma agência para fazer esse trabalho inicial para você. O importante é ter sua marca estabelecida antes de pensar em qualquer tipo de divulgação.

4. Desenvolva um plano de marketing

Antes de sair divulgando a sua Distribuidora de Bebidas, desenvolva um planejamento para garantir que seus esforços estão sendo aplicados nas estratégias certas. 

Seu plano de marketing deve conseguir identificar seu mercado-alvo, diferenciar seu produto da concorrência, definir as ofertas iniciais de produtos, definir as estratégias de venda etc.

Só depois da elaboração desse planejamento é que você estará pronto(a) para anunciar o seu novo empreendimento.

5. Anuncie sua empresa

Quando falamos de um novo negócio, a visibilidade no início só é possível  por meio de uma forte divulgação. Certo? 

Embora o boca a boca ainda seja a melhor forma de publicidade local, existem muitas outras estratégias de divulgação que você pode considerar para ter um retorno ainda melhor, veja quais são:

  • Crie um site para o seu negócio: centralize todas as informações importantes da sua Distribuidora de Bebidas negócio no site, como endereço, opções de contato etc. Isso facilitará para que o público encontre tudo o que precisa sem visitar diferentes redes sociais.
  • Use a mídia social: crie contas no Facebook e Instagram, principalmente. Hoje as pessoas estão mais conectadas às marcas por meio das redes sociais. Além disso, você pode ficar de olho nas redes da concorrência e promover postagens diferenciadas para atrair o público.
  • Organize uma pré-inauguração: como você vai trabalhar com atendimento ao público em um local físico, organize uma pré-inauguração. Isso vai te ajudar a criar um Buzz sobre o seu negócio na comunidade local. 
  • Ofereça brindes e cortesias: que tal oferecer algum mimo para os primeiros 10, 50 ou 100 clientes?  Com isso, seu empreendimento será lembrado pela hospitalidade e generosidade, aumentando a possibilidade de fidelização.

-> Veja outros conteúdos que também vão te ajudar com o seu novo negócio <-

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Teste Grátis Hoje!

Clicando em ”Iniciar o teste” você concorda com nossos termos de uso