Conecte-se ao empreendedorismo

Sobrou dinheiro no caixa? Veja o que fazer!

Tempo de Leitura: 4 minutos
Sobrou dinheiro no caixa_ Veja o que fazer!
ERP completo +  Conta PJ Integrada + Maquininha Stone com mensalidade zero

Supere seus concorrentes com a Gestão Integrada

Organize suas finanças e aumente suas vendas, tudo em um só lugar!

Se sobrou dinheiro no caixa depois de quitar as despesas da empresa, esse é um motivo de comemoração para qualquer empreendedor, não é mesmo?! Mas depois de celebrar os resultados positivos, é preciso administrar as finanças da melhor maneira em prol da saúde e do crescimento da empresa. 

Principalmente para os gestores que estão na fase inicial do seu negócio, pois pode parecer tentador obter os lucros para si, mas essa prática nem sempre é a melhor opção, pois pode prejudicar a organização e atrapalhar seu desenvolvimento.

Mas então, o que fazer se sobrou dinheiro no caixa? Pois é sobre isso que vamos te ajudar neste artigo! 

A seguir, temos algumas dicas e estratégias para que você possa planejar as ações que fazem sentido para o seu negócio se manter ativo e crescendo. 

O que é sobra de dinheiro em caixa de empresas?

Se sobrou dinheiro no caixa, isso significa que o saldo financeiro ficou positivo em determinado período após pagar as contas.

Na maioria das vezes, as empresas consideram o período de um mês para analisar o fluxo de caixa de maneira completa, mas esse tempo pode variar de acordo com cada negócio.

O fluxo de caixa é o registro das movimentações financeiras, principalmente da entrada de dinheiro – que acontece com as vendas e outros investimentos – e da saída de dinheiro por meio do pagamento de despesas fixas e variáveis, como aluguel, mensalidade de sistemas, internet, salários dos funcionários, pró-labore dos gestores, entre outros pagamentos.

Monitorar o fluxo de caixa é fundamental para a gestão financeira, pois ajuda a identificar a sobra ou falta de dinheiro em caixa.

O que fazer quando sobrou dinheiro no caixa? 

Se sobrou dinheiro no caixa, existe uma ordem prioritária nas ações que podem ser tomadas: começando por criar uma reserva financeira, posteriormente fazer investimentos na empresa e, por fim, distribuir lucros.

Reserva Financeira

Uma das primeiras opções para adotar quando o caixa fica positivo é criar uma reserva financeira para garantir a segurança da empresa em caso de imprevistos. 

Construir a reserva de capital de giro, ou seja, guardar a quantidade de dinheiro necessária para a empresa se manter ativa em determinado período é essencial para driblar momentos de crises. 

Reserva para investimentos e melhorias na operação

Caso você já tenha um plano para emergências financeiras da empresa, se sobrou dinheiro no caixa, outra possibilidade é investir em melhorias na operação. 

Afinal, depois de se preocupar em manter o negócio ativo, o segundo maior objetivo de empreendedores e gestores é como fazer a empresa crescer, certo?!

Além da reserva de capital de giro, existe a reserva financeira para investimentos, que pode ser utilizada para:

  1. Melhorar a operação através da contratação de softwares ou compra de equipamentos;
  2. Adquirir mercadorias ou matéria-prima;
  3. Desenvolver novos produtos ou serviços;
  4. Contratar funcionários;
  5. Investir em marketing;
  6. Fazer reformas no estabelecimento.

Entre muitas outras possibilidades que variam de acordo com a necessidade e o status de cada negócio. 

Para decidir como investir, os gestores precisam avaliar os pontos de melhoria e escolher quais ações priorizar. 

Distribuição de lucros

Distribuir lucros entre os sócios também pode ser uma alternativa, mas somente depois que as reservas de capital de giro e de investimentos estiverem bem estabelecidas. 

Lembrando que é necessário que os sócios ou o empreendedor tenha um pró-labore, que é sua a remuneração pela participação na empresa. Pode ser uma porcentagem sobre os lucros ou um valor fixo. Portanto, o pró-labore faz parte das despesas da empresa, então, só sobra dinheiro no caixa após o pró-labore ser pago.

Como fazer para sempre sobrar dinheiro em caixa?

Para sobrar dinheiro em caixa, é preciso fazer com que a entrada financeira seja maior que a saída, ou seja, é necessário aumentar as vendas em relação às contas da empresa. 

O primeiro passo é fazer um bom controle financeiro e acompanhar de perto o fluxo de caixa da empresa. 

Além disso, é fundamental realizar planejamentos, projeções de fluxo de caixa e definir metas de receitas e despesas para evitar surpresas no fim de cada mês. 

Depois de garantir que a gestão e o planejamento financeiro está organizado, é importante investir nas vendas para o caixa ficar positivo, porque isso pode ser feito através de:

  1. Divulgação da empresa em redes sociais, anúncios físicos e online, folders, e-mail marketing, etc;
  2. Melhoria da experiência dos consumidores nos atendimentos;
  3. Identificação das necessidades dos clientes que a empresa ainda precisa atender para se diferenciar;
  4. Aperfeiçoamento do atendimento;
  5. Treinamento da equipe;
  6. Marketing de relacionamento para fidelizar clientes;
  7. Programas de fidelidade e recompensas;
  8. Parcerias estratégicas.

O que fazer quando falta dinheiro no caixa?

Quando o caixa da empresa fica negativo, é preciso agir para contornar a situação o mais rápido possível, tomando medidas eficazes para evitar maiores prejuízos e garantir a manutenção do negócio. 

1. Identifique a razão da falta de dinheiro 

Análise os dados do período em que o caixa ficou negativo e entenda as principais causas. 

Pode ser um mês de baixa natural das vendas no seu segmento, por exemplo, janeiro e fevereiro costumam ser um mês de pouco movimento para muitas empresas. 

Nessa situação, é necessário planejar estratégias para contornar esse fluxo do mercado, seja fazendo promoções, disponibilizando diferentes formas de pagamento, fazendo uma reserva de capital de giro nos meses anteriores de alta nas vendas, entre muitas outras alternativas.

Em outros casos, talvez a empresa esteja cometendo alguns erros na operação, o que está impactando a atração de novos clientes ou fidelização. 

Entre muitos outros motivos que são particulares de cada negócio e podem explicar um caixa negativo. 

2. Entenda se o motivo do caixa estar negativo é pertinente  

Como citamos anteriormente, um caixa negativo em razão de um mês em que naturalmente as vendas são baixas, talvez não seja motivo para cortar despesas e se preocupar muito, será necessário apenas fazer um planejamento melhor para os próximos meses.

3. Corte despesas desnecessárias

Uma das medidas mais efetivas para fazer o caixa da empresa ficar positivo é mapear e reduzir despesas desnecessárias. Faça um levantamento das contas e identifique o que pode ser reduzido ou cortado. 

Por exemplo, em alguns casos, talvez o pró-labore dos gestores precise ser reduzido temporariamente para investir na empresa e obter lucros maiores nos próximos meses.

4. Renegocie dívidas

Se as dívidas estão impactando nas finanças da empresa, sempre é possível negociá-las com os credores para obter melhores prazos e outras condições de pagamento. 

5. Busque por linhas de crédito ou antecipação de recebíveis

Se a falta de dinheiro é um problema momentâneo, mas a empresa precisa de capital de giro para se manter funcionando, pode ser uma opção buscar por empréstimos ou antecipação de recebíveis

No entanto, é importante sempre ficar atento às taxas de juros e prazos de pagamento para não piorar a situação financeira, mas sim investir na empresa para melhorar o fluxo de caixa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de gestão online

Preencha os dados para iniciar
seu teste grátis de 7 dias no ERP vhsys.

Sistema de gestão online

Experimente grátis por 7 dias!