O que é pró-labore e por que devemos valorizar isso nas empresas?

Fernando

O que é pró-labore e por que devemos valorizar isso nas empresas?

Quando uma sociedade é estabelecida, independente do tamanho da empresa, a linha que define a atuação de um sócio é bem tênue. Existem sócios que atuam apenas com as funções básicas de investimentos e tem aqueles que, além de fazer o investimento, também trabalha para a empresa. A esses chamamos de “pró-labore”.

No entanto, por conta dessa linha tênue, muitas empresas ainda cometem o erro de não registrar adequadamente o pró-labore, complicando as finanças e a tributação da organização.

Para ajudar a compreender melhor a atuação e importância do pró-labore em uma empresa, acompanhe nosso artigo!

O que é pró-labore?

Do latim, “pró-labore” significa “do trabalho. Portanto, pró-labore é a remuneração que o sócio ganha por seu trabalho na empresa. Diferente da divisão de lucros, onde o sócio recebe sua parte independente de realizar alguma atividade ou não, o pró-labore é como se fosse um salário para o sócio da empresa.

Neste caso, além de receber a sua parte na divisão dos lucros, o sócio que realiza atividades na empresa também recebe o pró-labore.

Conheça o sistema de gestão empresaria VHSYS!

Como determinar o pró-labore?

Antes de estabelecer um valor para o pró-labore, o sócio-administrador deve definir suas responsabilidades para que a empresa tenha ciência das suas funções e atividades a serem exercidas. Após definir suas atividades, é necessário ajustar o seu valor ao mercado. Para isso, reflita: qual o valor que um funcionário que não seja sócio receberia para exercer as mesmas atividades?

Por que deve-se definir um pró-labore?

Basicamente: para não enganar a empresa. Quando os sócios não definem um pró-labore, tanto empresa quanto sócios e administradores saem prejudicados. Um sócio que desempenha uma função e realiza atividades na empresa gera um custo, assim como todo funcionário. Portanto, na hora de organizar as finanças da empresa, deve-se considerar o valor do trabalho do sócio-administrador.

Pró-labore e o sistema fiscal

O sócio que trabalha pela empresa também contribui para o INSS. Sendo assim, o sócio-administrador é obrigado a registrar-se como “contribuinte obrigatório” da Previdência Social. Sobre a remuneração definida para o pró-labore, é recolhido a contribuição previdenciária.

Ferramentas para a gestão financeira

Para que não haja erros de cálculo nas finanças da sua empresa, que tal utilizar o sistema online de gestão empresarial VHSYS? O sistema VHSYS possui um módulo completo de controle financeiro para micro, pequenas e médias empresas. Experimente grátis!

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Fernando
Sobre o autor
Fernando
Formado em Marketing e Coordenador de Marketing de Conteúdo na VHSYS.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais
Rated 4.9/5 based on 11 avaliações