Relatório gerencial: os mais importantes para sua empresa

Gabrielly Balão

A realidade mercadológica atual exige grande versatilidade e capacidade de multi gerenciamento por parte de um gestor.

Isso se dá, acima de qualquer outro fator, pelo caráter volátil do mercado atual, que se transforma constantemente, exigindo uma contínua readaptação. Para tanto, são utilizados os relatórios gerenciais, que permitem a mensuração de resultados, o monitoramento da realidade do negócio e, claro, a elaboração de planejamento estratégico articulado.

Nesse sentido, acompanhar a evolução dos setores e projetos de uma empresa é necessidade para garantir uma tomada de decisões eficiente.

Na sequência falaremos um pouco mais sobre a importância dos relatórios gerenciais e listaremos os mais importantes a serem adotados para ajudar na gestão da sua empresa.

Curioso? Então vem com a gente!

Qual a importância dos relatórios gerenciais?

Para conseguir elaborar metas, projeções e corrigir erros é imprescindível que o gestor responsável saiba como a empresa está indo, seja o desempenho, situação econômica entre outros aspectos importantes.

Os relatórios gerenciais têm como objetivo principal fornecer dados e informações essenciais para a gestão correta de um empreendimento, uma vez que, tomar decisões importantes sem conhecer a real situação da empresa pode trazer resultados negativos para a organização.

E pensando nisso vamos destacar as principais razões pelas quais as empresas precisam dar uma atenção maior para os relatórios gerenciais. Confira!

Redução de erros e retrabalhos

Seja qual for a área de atuação, qualquer empreendimento está sujeito a erros e falhas.

No entanto, ao elaborar relatórios com frequência, é possível avaliar com maior precisão quais processos necessitam de ajustes para entregar o desempenho esperado.

Dessa forma, as chances de erros são reduzidas, pois uma análise aprofundada desses dados e informações revela quais processos apresentam etapas desnecessárias, gastos e desperdícios e muitos outros fatores imprescindíveis para garantir o melhor aproveitamento do tempo e dos recursos.

Monitoramento da produtividade

Os relatórios gerenciais também são ferramentas essenciais para monitorar corretamente a produtividade da empresa e o desempenho de cada um dos funcionários.

Afinal, por meio deles é possível analisar tudo que está sendo feito durante o dia a dia na empresa.

Também é possível elaborar metas financeiras realistas para todo o time corporativo, usando os dados e informações que os próprios colaboradores forneceram sobre sua produtividade.

Além de benefícios para o desempenho da equipe, é possível fortalecer a relação entre os subordinados e seus respectivos gestores.

Elaboração de metas mais concretas

A elaboração de metas faz parte do cotidiano empresarial de praticamente todos os negócios, pois sempre existem diversos aspectos que podem ser aprimorados, como o controle de estoque, redução de custos e desperdícios, a quantidade de vendas entre outros.

Os relatórios gerenciais são capazes de fornecer dados e informações mais concretos e em tempo real, que são imprescindíveis para a elaboração de metas de acordo com o desempenho dos colaboradores, um fator fundamental para motivar toda a equipe.

Quais são os relatórios gerenciais mais importantes para a empresa?

Agora que você já sabe qual a utilidade dos relatórios gerenciais para uma empresa, confira quais são os mais importantes a seguir!

1. Relatórios financeiros

Os relatórios financeiros são ferramentas essenciais para garantir um bom andamento de uma empresa.

São responsáveis por auxiliar no controle de todos os valores atribuídos a gestão financeira de um negócio.

Por meio dos relatórios financeiros, o gestor responsável consegue visualizar com clareza a situação financeira do negócio, verificar se existe a necessidade de novos investimentos entre outros fatores importantes.

2. Relatórios de fluxo de caixa

O relatório de fluxo de caixa caracteriza-se por apresentar as principais entradas e saídas de valores do caixa, revelando de forma mais clara se as projeções foram realmente alcançadas, sendo fundamental para o gestor responsável compreender a real situação da empresa.

Também é possível antecipar custos e efetuar preparações para que as despesas possam ser pagas sem comprometer o saldo do caixa.

No geral, o fluxo de caixa permite a análise dos lucros e prejuízos do negócio, revelando pontos que necessitam de correções e aprimoramentos.

3. Relatórios de produtividade

Os relatórios sobre o crescimento podem ser os mais complexos, uma vez que são responsáveis por analisar a evolução da empresa em um âmbito geral.

Para elaborá-lo corretamente, é preciso levar em conta fatores, como número de clientes e vendas, engajamento dos consumidores com as estratégias de marketing propostas, desempenho dos colaboradores, entre outros aspectos muito importantes.

É fundamental avaliar periodicamente a produtividade e o desempenho dos funcionários para identificar se as metas serão atingidas e se é possível efetuar mudanças para otimizar os resultados obtidos.

4. Relatórios de acompanhamento de metas

Para garantir o sucesso de qualquer empreendimento, seja qual for sua área de atuação, é muito importante acompanhar de perto o cumprimento de metas e projeções elaboradas.

Para isso, é preciso analisar minuciosamente todos os dados e informações relatados pelos colaboradores.

Por meio desse relatório é possível identificar se alguma estratégia precisa ser modificada ou até mesmo substituída por outra, para garantir que todas as metas sejam cumpridas em seus respectivos prazos.

Como elaborar um relatório gerencial?

Por ser uma ferramenta muito útil no cotidiano empresarial, um padrão de qualidade deve ser estabelecido para a sua elaboração de maneira correta.

O objetivo principal desses documentos deve ser o de informar por completo os gestores sobre temas pré definidos e, para que os dados não se misturem ou até mesmo se percam, os relatores devem tomar as seguintes precauções para seguir um padrão de qualidade:

  • ser objetivo: é fundamental ser conciso e priorizar a objetividade na hora de relatar os dados e informações, dessa forma a interpretação do documento é otimizada, permitindo a absorção total das informações contidas no relatório;
  • ter um layout simples: é importante reduzir ao máximo as distrações do leitor, evitando o uso de imagens ilustrativas ou designs muito complexos — dê preferência para gráficos e infográficos para facilitar o entendimento e a leitura;
  • proporcionar clareza: é imprescindível elaborar e apresentar os dados e informações de uma maneira clara, para que qualquer um consiga compreender os relatórios facilmente.

Os relatórios gerenciais são ferramentas essenciais para a gestão empresarial adequada de qualquer empresa, uma vez que fornecem dados e informações fundamentais para tomadas de decisões mais realistas e efetivas.

E então, aprendeu como os relatórios gerenciais são imprescindíveis para uma boa gestão e quais são os mais importantes para a sua empresa?

Para ficar por dentro de muitos outros conteúdos como esse, não deixe de nos seguir em nossas redes sociais.

Estamos no Facebook, no Twitter e no LinkedIn!

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Gabrielly Balão
Sobre o autor
Gabrielly Balão
Content Analyst no VHSYS. Formada em Relações Públicas e em busca de conhecimentos que agreguem e ajudem novos empresários.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais
Rated 4.9/5 based on 11 avaliações