Como definir metas financeiras para sua empresa | Blog VHSYS

Como definir metas financeiras para sua empresa

João Jovanaci
Diante de um cenário econômico de incertezas e oscilações, empresários precisam se preparar para enfrentar períodos difíceis que podem afetar diretamente o financeiro da empresa.
 
O receio de visualizar os gráficos sempre apontando para baixo é o grande inimigo do empreendedor, uma vez que projeções de analistas podem por vezes ser muito desanimadoras.
 
Isso faz com que o empresário deixe de investir, projetar crescimento, pensar em expansão.
 
Entretanto, se é grande o número de empresas fechando as portas é grande também o número de empresários aumentando o faturamento anual em mais de 100% com suas organizações.
 
E qual seria a solução para que empresas ameaçadas possam também almejar grandes acréscimos no faturamento?
 
Por isso, separamos hoje algumas dicas sobre como definir metas financeiras para sua empresa. Vamos lá?

Qual o primeiro passo para melhorar a saúde financeira da empresa?

Duas questões são evidentes ao analisarmos o sucesso de empresas que conseguem dobrar a crise e faturar alto mesmo em momentos de instabilidade: o aperfeiçoamento dos processos internos e a clareza dos objetivos financeiros.
 
Ainda existe uma grande resistência por parte de muitas empresas na análise minuciosa dos números financeiros sobre a organização.
 
Sem uma análise profunda que permita visualizar com clareza o atual momento da empresa não é possível progredir.
 
A falta da análise gera a falta de controle, que por sua vez acaba cedendo ao improviso e a desorganização.
 
Sendo assim, a análise completa e minuciosa é o primeiro passo organizar metas financeiras para empresa.

Indicadores para acompanhar de perto

Para manter a gestão financeira da empresa sempre em ordem é preciso acompanhar de perto números que fazem parte da rotina financeira da organização. Vamos conferir algumas:
 

Contas a pagar e contas a receber

É de extrema importância monitorar todos os custos da empresa, incluindo os fixos e variáveis.
 
Aluguel, folha de pagamento, energia, água, matéria-prima e comissão de vendedores são alguns exemplos de despesas.
 
As contas a receber devem receber a mesma ou maior importância que as contas a pagar. O empresário não deve deixar de acompanhar de perto, uma vez que a inadimplência de clientes é um dos grandes problemas das empresas.
 

Tributos

Apesar de não contribuir diretamente para o crescimento da empresa é essencial manter a organização junto aos deveres fiscais da empresa. A falta de organização pode acarretar inúmeros prejuízos à organização.
 

Estoque

Empresas que precisam manter estoque de produtos possuem uma boa fatia do capital imobilizado. Por isso, manter o equilíbrio do volume de estoque com o volume de vendas é muito importante.
 

Fluxo de caixa

O registro da entrada e saída de dinheiro do caixa da empresa é outro ponto fundamental para que futuramente seja possível definir metas financeiras para a empresa.
 
A análise do fluxo de caixa pode ser feita por períodos, semana, quinzenal ou mensal, por exemplo. Isso permitirá uma visão mais ampla de como está o financeiro da empresa.
 
meta-financeira-para-empresas

Iniciando o planejamento financeiro da empresa

Agora que você já possui maior controle sobre a situação atual da empresa é hoje de realizar o planejamento financeiro.
 
Para isso, seguir alguns passos podem garantir maior assertividade no processo.
 

Definir as metas financeiras da empresa

É dentro da definição de metas financeiras da empresa que você poderá definir onde quer chegar e com isso apontar alguns números:
 
• Qual o faturamento da empresa que você pretende atingir
• Quais são os limites de custos e despesas
• O quanto a empresa está disposta a investir
• O lucro esperado ao final do planejamento
 
Com as metas financeiras definidas podemos passar para o próximo passo
 

Criando um plano de ação

No passo anterior você definiu metas para a organização, certo? Mas como você irá atingir essas metas?
 
Um plano de ação é a melhor maneira de garantir que essas metas possam ser alcançadas.
 
É nesse período que você deverá voltar as atenções para a situação operacional da empresa. Isso inclui definir objetivos para cada departamento ou setor da corporação.
 
Exemplos de setores que podem ser incluídos nos objetivos:
 
• Setor financeiro
• Marketing
• Setor de produção
• Recursos Humanos
• Vendas
• Suporte Técnico
 
Entre outros
 
É importante que um mapeamento seja feito para os planos gerais de toda a empresa, junto com um cronograma. Feito isso é hora de dividir os objetivos com os setores.
 
Vale lembrar também a importância de definir responsáveis pelos objetivos de cada setor, onde este responderá pelos resultados.
 

Elaborando um planejamento orçamentário anual

Ao definir metas financeiras para empresa é necessário pensar também a médio e longo prazo.
 
Isso significa que planejar o ano financeiro da sua empresa para o próximo ano é essencial para o sucesso futuro das finanças.
 
A melhor maneira de realizar esse planejamento é utilizar um plano orçamentário detalhado com metas mensais.
 
Nos passos anteriores você definiu metas e criou um plano de ação. Agora, é possível estruturar seu planejamento orçamentário empresarial.
 
Dentro desse planejamento orçamentário será possível definir:
 
• Projeções de vendas mensal e anual
• Projeções de despesas (que pode incluir, por exemplo, capacitação de funcionários definidas nos planos de ação)
• Investimentos operacionais (que poderão considerar, por exemplo, a aquisição de novos instrumentos de trabalho para os funcionários)
• Projeção de custos produtivos (que será reflexo dos esforços para melhorar a operação da empresa, também definido em planos de ação)
 
Com esse planejamento financeiro empresarial será possível saber exatamente quanto a sua empresa precisa faturar e quais são as projeções de custos.
 

Trabalhando com cenários alternativos

Por último, é interessante que a empresa trabalhe considerando cenários alternativos aos do planejado.
 
Dentro do planejamento financeiro empresarial é feito a projeção para o cenário base, ou seja, os planos possíveis de serem alcançados.
 
Entretanto, é importante também considerar ao menos dois outros cenários alternativos. Um cenário otimista, onde as vendas superam as projeções e os custos são reduzidos. Outro, o cenário pessimista onde as vendas não alcançam metas e existem altos custos e despesas.
 
Dentro dessas dicas é possível executar de forma perfeita as metas financeiras para empresas.
 
Esse conteúdo foi útil? Quer acrescentar mais algumas dicas? Deixe nos comentários!

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

João Jovanaci
Sobre o autor
João Jovanaci
Analista de Marketing de Conteúdo na VHSYS, formado em Publicidade, Propaganda e Marketing.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais