Conecte-se ao empreendedorismo

O que é e como fazer um planejamento financeiro empresarial?

Tempo de Leitura: 5 minutos
O que é e como fazer um planejamento financeiro empresarial_
ERP completo +  Conta PJ Integrada + Maquininha Stone com mensalidade zero

Supere seus concorrentes com a Gestão Integrada

Organize suas finanças e aumente suas vendas, tudo em um só lugar!

O planejamento financeiro empresarial é um documento que guia os objetivos e as ações do setor financeiro e de outras áreas impactadas por ele.

Um bom planejamento garante que a empresa execute as estratégias necessárias para manter a empresa ativa e crescendo. Por isso, é um material primordial para todos os tipos de empresa, independentemente do segmento ou do tamanho do negócio.

Afinal, quando se trata da gestão financeira, o plano de ação precisa estar estruturado para não fechar as portas, pois de acordo com o IBGE, 48% das empresas brasileiras fecham em até 3 anos ― e, infelizmente, o principal motivo é a falta de uma gestão eficiente.

O que é planejamento financeiro empresarial?

O planejamento financeiro empresarial é um documento que aponta os objetivos e as metas da empresa de determinado período, além das diretrizes e do conjunto de ações que serão executadas para cumprir as metas estabelecidas.

O plano financeiro é uma estratégia para ajudar os gestores a estarem preparados para enfrentar os desafios que surgem, sejam eles internos ou externos, a fim de promover um crescimento sustentável a longo prazo.

Como fazer um planejamento financeiro empresarial?

Para fazer um bom planejamento financeiro empresarial, é necessário considerar alguns conceitos importantes de finanças, gestão e estratégia.

1. Mapeamento de cenário atual

O primeiro passo para fazer um planejamento financeiro empresarial é conhecer a situação atual do seu negócio, tanto os fatores internos como os externos.

Para isso, é muito comum utilizar uma ferramenta chamada Análise SWOT, ou em português, “FOFA” para organizar as informações e os dados relevantes do cenário da empresa.

É preciso entender como estão as finanças das empresas, quais os processos de segurança estabelecidos, os orçamentos utilizados, quais são os principais desafios financeiros, as fontes de receita, as despesas mais relevantes, as ameaças do mercado, o quanto os concorrentes estão investindo ou gastando, entre diversas outras questões que possam ser relevantes para entender o cenário atual da sua empresa.

análise swot
Definição da Análise SWOT.

2. Proposição de metas

Após entender a situação do seu negócio no planejamento financeiro empresarial, é preciso estabelecer metas claras, mensuráveis, alcançáveis e tenham prazo definido, por exemplo:

  • Aumentar o faturamento em 20% em seis meses;
  • Reduzir as despesas em 10% em dois meses;
  • Investir mais 30% em marketing para aumentar 10% dos resultados em vendas.

3. Estabelece um orçamento factível

O orçamento é uma etapa imprescindível do planejamento financeiro empresarial, pois é nele que serão organizados os investimentos e as despesas que a empresa utilizará ou precisará arrecadar para continuar investindo.

É importante que o orçamento seja realista e factível, então considere as metas propostas e o histórico financeiro da empresa no momento de definir o orçamento para as ações que serão realizadas.

4. Plano de ação

O plano de ação é a parte mais importante do planejamento, pois é quando as estratégias e ações são definidas para alcançar as metas propostas. 

As ações precisam ser detalhadas de maneira que respondam questões como:

  1. O que será feito?
  2. Qual o prazo?
  3. Equipe responsável?
  4. Orçamento disponível?
  5. Quais os resultados esperados?
  6. Quais os recursos necessários?

5. Considere diferentes situações que possam ocorrer

É importante considerar diferentes cenários que podem afetar o planejamento financeiro empresarial, como alteração de preços de fornecedores, inflação, mudança de equipe, entre outros. 

Embora o planejamento seja o guia de como a empresa se comporta em relação aos objetivos, os gestores precisam monitorar constantemente as mudanças e os resultados do planejamento para checar possíveis alterações necessárias para cumprir os objetivos mesmo com os obstáculos que surgem no caminho.

6. Acompanhe seu planejamento

Para lidar com as eventuais mudanças, é preciso manter um acompanhamento frequente do planejamento, das ações realizadas e se os objetivos estão sendo alcançados.

Para isso, acompanhe os dados financeiros da empresa diariamente e tenha o hábito de criar e analisar relatórios da empresa para entender o seu andamento e o que precisa ser feito para que as metas sejam alcançadas no tempo estabelecido.

7. Faça ajustes quando necessário

Como nem sempre as coisas saem conforme o planejado, seja por mudanças internas ou externas, é importante entender que o planejamento financeiro empresarial não é imutável, mas pode sim sofrer alterações nas metas, orçamento ou até mesmo nas ações.

8. Tenha visão a longo prazo

O planejamento financeiro empresarial não deve ser feito apenas para o curto prazo, ou seja, não é uma ação urgente, mas precisa ser usado para que toda a equipe da empresa possa trabalhar com uma visão a longo prazo. 

Portanto, é necessário considerar os objetivos e metas da empresa para os próximos anos e alinhar o planejamento financeiro para esses objetivos. Dessa forma, a gestão do seu negócio poderá se preparar adequadamente para enfrentar os desafios futuros e garantir a sustentabilidade financeira.

9. Considere melhorias para os próximos planejamentos financeiros que fizer

Como citamos anteriormente, o planejamento financeiro empresarial não é um processo estático. Com isso, a cada ação cumprida ou alterada, anote as melhorias e os novos processos que podem ser feitos nos próximos planejamentos para aperfeiçoar a sua gestão e manter a empresa em constante evolução.

Como não errar no planejamento financeiro empresarial?

Se o planejamento financeiro guia os objetivos, os resultados e todo o andamento da empresa, como evitar erros no plano para não prejudicar o seu negócio?

Antes de tudo, é importante entender que erros podem acontecer, é algo natural da vida de todos os profissionais, o importante é manter a tranquilidade, estudar o que houve e fazer o que estiver no seu alcance para ajustar e melhor o que houve.

Porém, também existem algumas estratégias para garantir um planejamento financeiro empresarial mais bem estruturado e evitar tantas falhas nesse processo.

Considere sempre os fatores internos e externos

Ao fazer um planejamento financeiro empresarial, é fundamental considerar os fatores internos e externos que podem afetar a saúde financeira da empresa. 

Fatores internos são todas as coisas que envolvem o seu negócio, como a estrutura de custos da empresa e seu fluxo de caixa. Enquanto os fatores externos, como a situação econômica do país e as tendências do mercado, devem ser levados em consideração.

Trabalhe com dados reais para realizar projeções

Utilizar dados hipotéticos ou suposições infundadas pode levar a projeções equivocadas e erros no planejamento financeiro. Por isso, é importante coletar informações precisas e confiáveis sobre as finanças da empresa e do mercado.

Embora as projeções financeiras sejam importantes para orientar as decisões e os objetivos, é necessário estudar dados reais, como o histórico financeiro do seu negócio, o fluxo de caixa, o rendimento da equipe atual, entre outros fatores.

Esteja preparado para eventuais imprevistos

Mesmo que o planejamento financeiro seja feito com cuidado e precisão, imprevistos podem acontecer. Por isso, é importante estar preparado para lidar com essas situações. 

Ter um fluxo de caixa de reserva ou uma reserva financeira para cobrir gastos emergenciais e imprevistos pode ser uma medida importante para evitar problemas maiores. Além disso, lembre-se que é importante monitorar constantemente os dados e as ações realizadas.

Não deixe de colocar em prática

Um planejamento financeiro bem elaborado pode ser essencial para a saúde financeira da empresa desde que ele seja colocado em prática. Portanto, priorize o cumprimento de prazos estabelecidos no plano e leve o planejamento para guiar todas as decisões e ações da empresa.

Antes metas pequenas e factíveis do que inalcançáveis e frustrantes

Quando se trata de estabelecer metas financeiras para a empresa, é importante não superestimá-las e definir objetivos mensuráveis e compatíveis com a realidade da empresa.

As metas inalcançáveis podem gerar frustração e desmotivação na equipe, além de comprometer o orçamento e o planejamento financeiro.

Portanto, é melhor definir metas menores e factíveis, ou seja, que podem ser alcançadas gradualmente e com os recursos disponíveis.

Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia é uma grande aliada no planejamento financeiro empresarial. Existem diversas ferramentas disponíveis no mercado que podem ajudar a automatizar processos, integrar informações e gerar relatórios precisos e atualizados em poucos cliques, como o ERP, um tipo de sistema de gestão essencial em todas as organizações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de gestão online

Preencha os dados para iniciar
seu teste grátis de 7 dias no ERP vhsys.

Sistema de gestão online

Experimente grátis por 7 dias!