Conecte-se ao empreendedorismo

Ações para uma gestão estratégica eficiente

Tempo de Leitura: 8 minutos
estratégias para melhorar a gestão empresarial
ERP completo +  Conta PJ Integrada + Maquininha Stone com mensalidade zero

Supere seus concorrentes com a Gestão Integrada

Organize suas finanças e aumente suas vendas, tudo em um só lugar!

Gestão estratégica é um nome bonito no universo da administração mas, na prática, é um conceito amplo que envolve diversos processos e são poucos os líderes que sabem implementar uma gestão estratégica bem sucedida. 

Por isso, neste post, vamos abordar diversas dúvidas sobre o que é e como aplicar uma gestão estratégica na empresa e obter resultados satisfatórios. 

O que é gestão estratégica?

Gestão estratégica é quando um negócio é conduzido com ações assertivas para atingir resultados relevantes e objetivos de curto a longo prazo. Isso envolve uma série de processos, planejamentos, estratégias e avaliações.

Para praticar uma gestão estratégica é preciso ter:

  1. Visão clara dos objetivos;
  2. Entender o cenário da empresa, o ambiente interno e a sua concorrência;
  3. Alinhamento com as condições do mercado e a visão organizacional;
  4. Alocação de recursos eficientes;
  5. Inovação para propor boas soluções;
  6. Capacidade de adaptação para corrigir a rota quando necessário;
  7. Comprometimento e envolvimento da equipe;
  8. Avaliação e monitoramento contínuos.

Gestão estratégica x planejamento estratégico

Gestão estratégica é a administração ampla de um negócio, enquanto o planejamento estratégico é apenas uma das ações que fazem parte dessa gestão. 

O planejamento estratégico é o ato de definir as metas e estratégias, enquanto a gestão estratégica é a prática de implementar e ajustar essas estratégias ao longo do tempo para garantir que a organização alcance seus objetivos de forma eficaz.

Então, para implementar uma gestão estratégica não basta apenas criar um planejamento, é necessário trabalhar com objetivo realistas e importantes para a empresa, aplicar as ações do planejamento, monitorar os resultados e fazer mudanças quando necessário.

Gestão estratégica na prática

A gestão estratégica na prática é quando um gestor:

  1. Implementa e supervisiona um conjunto de atividades e processos;
  2. Direciona uma organização em direção aos seus objetivos de longo prazo;
  3. Utiliza análises detalhadas do ambiente de negócios;
  4. Estabelece metas claras e alinha recursos e equipes para executar planos estratégicos;
  5. Adapta-se de forma ágil às mudanças do mercado;
  6. Avalia regularmente o progresso e ajusta estratégias conforme necessário;
  7. Promove uma cultura de inovação e comunicação eficaz entre todos os membros da organização.

O que é gestão estratégica de pessoas?

A gestão estratégica de pessoas é focada em maximizar o potencial dos funcionários, garantindo que eles sejam recrutados, desenvolvidos e retidos de forma eficaz. O objetivo é formar equipes que ajudem a empresa a atingir os resultados desejados da melhor maneira possível.

A gestão estratégica, por outro lado, abrange todas as atividades de planejamento e implementação de estratégias para o sucesso geral da empresa, além de gerenciar recursos e adaptar-se às mudanças no ambiente de negócios. 

A gestão estratégica de pessoas é apenas uma parte da gestão empresarial, o intuito é garantir que a equipe seja talentosa e motivada para alcançar os objetivos da empresa.

Benefícios da gestão estratégica

Uma gestão estratégica é fundamental para orientar uma empresa em direção ao sucesso, esse é o principal benefício! Porém, existem outras vantagens para os negócios que são conduzidos com uma boa gestão estratégica.

  1. Aproveitamento de recursos mais assertivo: o uso inteligente de recursos resulta em economias de custos e no uso otimizado de talentos e materiais, o que contribui para a rentabilidade geral da empresa.
  2. Crescimento sustentável: uma gestão estratégica ajuda um negócio a crescer de maneira saudável, sem tantas jogadas arriscadas e com uma visão clara de objetivos e ações.
  3. Cultura organizacional fortalecida: uma cultura organizacional saudável e positiva pode resultar em maior produtividade, retenção de funcionários e satisfação no local de trabalho.
  4. Identificação de oportunidades de crescimento: a gestão estratégica proporciona uma visão ampla do cenário interno e externo da empresa, além do monitoramento constante de resultados, e tudo isso permite a identificação rápida de oportunidades de crescimento.
  5. Redução de riscos: a redução de riscos pode proteger a empresa de perdas financeiras e de reputação, garantindo assim sua estabilidade e longevidade no mercado.
  6. Aumento da rentabilidade: ao otimizar processos e identificar fontes adicionais de receita, a gestão estratégica ajuda a empresa a reduzir custos operacionais e a maximizar os lucros, contribuindo assim para um crescimento financeiro saudável e sustentável.
  7. Maior resiliência empresarial: através do planejamento de contingência e da diversificação de operações, a gestão estratégica fortalece a capacidade da empresa de se recuperar rapidamente de desafios inesperados, garantindo a continuidade dos negócios e a estabilidade a longo prazo.

Como um líder pode desenvolver uma gestão estratégica?

Desenvolver uma gestão estratégica eficaz é fundamental para o sucesso de um llíder ou empreendedor. Aqui estão alguns passos cruciais para construir e implementar um plano de gestão estratégica:

  1. Compreenda a visão e os objetivos: comece por entender claramente a visão de longo prazo e os objetivos da empresa. Isso ajudará a estabelecer uma direção clara para a gestão estratégica.
  2. Analise o ambiente de negócios: realize uma análise minuciosa do ambiente de negócios, incluindo as tendências do mercado, as preferências dos clientes e as práticas da concorrência. Isso fornecerá informações valiosas para orientar as estratégias futuras. Lembre-se que é importante fazer pesquisas completas e relevantes, pois muitos gestores acabam tendo conclusões com recortes pequenos que não representam o todo e, muitas vezes, isso compromete as estratégias.
  3. Defina metas mensuráveis: estabeleça metas específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e com prazos definidos (metas SMART) que ajudem a direcionar as atividades diárias em direção à visão de longo prazo da empresa.
  4. Estabeleça Indicadores-Chave de Desempenho (KPIs): identifique os KPIs relevantes que ajudarão a medir o progresso em relação às metas definidas. Isso permitirá uma avaliação precisa do desempenho e a identificação de áreas que exigem ajustes ou melhorias.
  5. Desenvolva um plano de ação estratégica: crie um plano detalhado que inclua as etapas específicas necessárias para alcançar as metas estabelecidas. Aloque recursos de maneira eficiente e identifique os principais indicadores de desempenho para monitorar o progresso ao longo do tempo.
  6. Encoraje a inovação e a adaptação: estimule a inovação e a flexibilidade dentro da empresa, incentivando a experimentação e o pensamento criativo. Esteja aberto a ajustar as estratégias conforme necessário para se adaptar a mudanças no mercado e nas condições econômicas.
  7. Avalie e ajuste regularmente: estabeleça um processo de monitoramento regular e revisão da estratégia. Avalie o desempenho em relação aos KPIs e faça ajustes conforme necessário para garantir que a empresa permaneça no caminho certo para alcançar seus objetivos.

Passo a passo para implementar uma gestão estratégica empresarial

A gestão estratégica é fundamental para qualquer empresa, independentemente do tamanho ou setor. Ela ajuda a estabelecer uma direção clara, a otimizar recursos e a adaptar-se às mudanças do mercado. Por isso, a seguir temos dicas essenciais para gestores implementarem nos seus negócios.

1. Conheça o seu negócio a fundo

Antes de implementar qualquer estratégia, é crucial ter um entendimento completo do seu negócio, produto ou serviço. Analise seus produtos ou serviços, entenda seu modelo de negócios e identifique seus pontos fortes e fracos. Isso ajudará  a determinar áreas que necessitam de melhoria e aquelas em que você já se destaca.

2. Realize uma análise do ambiente externo e interno

Uma etapa básica para todo planejamento estratégico: realize uma análise detalhada do ambiente externo e interno em que sua empresa opera. Além disso, avalie internamente as capacidades, recursos e cultura organizacional da empresa para identificar áreas que necessitam de desenvolvimento ou aprimoramento.

Uma análise interna inclui:

  1. Análise de Recursos Humanos
  2. Análise de Ativos Físicos e Tecnológicos
  3. Análise Financeira
  4. Análise de Processos Operacionais
  5. Análise de P&D e Inovação
  6. Análise de Marketing e Vendas
  7. Análise de Governança Corporativa e Conformidade
  8. Análise da Cadeia de Suprimentos e Logística

Já uma análise externa inclui:

  1. Análise do Ambiente Competitivo
  2. Análise de Tendências de Mercado
  3. Análise de Clientes e Consumidores
  4. Análise de Fornecedores e Parceiros
  5. Análise Econômica e Política
  6. Análise Tecnológica e Inovação no Setor
  7. Análise de Fatores Sociais e Culturais
  8. Análise de Regulamentações e Condições Legais

Análise SWOT

A análise SWOT é uma das ferramentas empresariais mais utilizadas para as análises de ambiente interno e externo. Para aplicá-la nesse contexto, é possível seguir estas diretrizes:

Análise do Ambiente Interno:

  1. Forças (Strengths): identifique os pontos fortes da empresa, como competências distintivas, recursos valiosos, vantagens competitivas e áreas em que a empresa se destaca em relação aos concorrentes.
  1. Fraquezas (Weaknesses): avalie as fraquezas internas, como deficiências de recursos, lacunas de habilidades, áreas de melhoria necessárias e quaisquer desafios internos que possam estar limitando o desempenho da empresa.

Análise do Ambiente Externo:

  1. Oportunidades (Opportunities): analise as oportunidades externas que podem beneficiar a empresa, como novas tendências de mercado, mudanças regulatórias favoráveis, avanços tecnológicos e lacunas no mercado que a empresa pode aproveitar.
  1. Ameaças (Threats): identifique as ameaças externas que podem impactar negativamente a empresa, como a concorrência acirrada, mudanças nas preferências dos consumidores, instabilidade econômica e quaisquer desafios externos que possam representar riscos para o negócio.
análise swot

3. Estabeleça metas claras e mensuráveis

Defina metas específicas e mensuráveis que estejam alinhadas com a visão e missão da empresa. Ao estabelecer metas claras, você fornece uma direção tangível para toda a organização. Certifique-se de que essas metas sejam alcançáveis e definidas dentro de um prazo realista.

4. Estabeleça indicadores-chave de desempenho (kpis) relevantes

Identifique os indicadores-chave de desempenho que são relevantes para medir o progresso em direção às metas estratégicas da empresa. Defina métricas específicas para avaliar o desempenho em áreas-chave, como vendas, satisfação do cliente, eficiência operacional e inovação. Ao monitorar regularmente esses KPIs, você pode identificar tendências, fazer ajustes conforme necessário e garantir que a empresa esteja no caminho certo para alcançar seus objetivos.

5. Faça um planejamento de ações estratégicas

Ao definir metas, é preciso estabelecer como elas serão alcançadas! Para isso, um planejamento estratégico é fundamental. O planejamento deve conter:

  1. Análise do ambiente interno e externo
  2. Metas
  3. KPIs
  4. Ações
  5. Prazos
  6. Recursos 

6. Desenvolva um plano de gerenciamento de riscos

Antecipe e gerencie riscos potenciais que possam impactar negativamente a empresa. Desenvolva um plano de gerenciamento de riscos abrangente que identifique e avalie os riscos específicos que a empresa pode enfrentar, e estabeleça estratégias para mitigar ou responder a esses riscos de maneira eficaz. Ao estar preparado para enfrentar desafios imprevistos, você pode garantir a continuidade dos negócios e minimizar perdas potenciais.

7. Adote tecnologias e ferramentas inovadoras

Adote tecnologias e ferramentas inovadoras que possam aprimorar a eficiência operacional e melhorar a experiência do cliente. Explore soluções de software de última geração que possam otimizar processos de negócios, automatizar tarefas repetitivas e oferecer análises detalhadas para informar as decisões estratégicas. Ao aproveitar o poder da tecnologia, você pode impulsionar o crescimento e a produtividade da empresa.

8. Mantenha-se flexível e adaptável

Mantenha-se flexível e adaptável em um ambiente de negócios em constante mudança. Esteja preparado para ajustar suas estratégias conforme necessário para enfrentar novos desafios e capitalizar novas oportunidades. Cultive uma mentalidade ágil que promova a experimentação e a aprendizagem contínua, permitindo que a empresa se adapte rapidamente às mudanças no mercado e nas tendências do consumidor.

9. Realize avaliações e revisões regulares

Realize avaliações e revisões regulares para avaliar o progresso em relação às metas e objetivos estratégicos estabelecidos. Analise o desempenho da empresa em relação aos KPIs definidos e identifique áreas que necessitam de ajustes ou melhorias. Utilize essas análises para informar decisões futuras e garantir que a empresa esteja no caminho certo para alcançar o sucesso a longo prazo.

Como vencer os desafios da gestão estratégica

A gestão estratégica, embora seja crucial para o sucesso a longo prazo de uma empresa, também apresenta uma série de desafios que podem dificultar sua implementação eficaz. No entanto, ao compreender esses desafios e adotar abordagens proativas, as empresas podem superá-los e alcançar resultados positivos.

1. Ambiente de negócios em constante mudança

Para se adaptar a um ambiente de negócios em constante evolução, as empresas devem adotar uma abordagem ágil, que permita a rápida implementação de mudanças estratégicas. 

Além disso, a realização de análises regulares do mercado e do ambiente competitivo pode fornecer insights valiosos para ajustar as estratégias de acordo com as tendências emergentes.

2. Alocação eficiente de recursos

A alocação eficiente de recursos é crucial para garantir que os recursos limitados sejam direcionados para as áreas que oferecem o maior potencial de retorno. 

Para alocar recursos de forma eficiente em sua empresa, estabeleça prioridades claras, utilize ferramentas de gerenciamento de projetos, promova a colaboração entre equipes, leve em consideração o ciclo de vida dos projetos, automatize processos quando possível e monitore regularmente a alocação de recursos para fazer ajustes conforme necessário. 

3. Implementação de estratégias adequadas

Criar ações assertivas para cada objetivo nem sempre é uma tarefa fácil, requer muito estudo, especialistas e testes. O monitoramento constante de resultados pode ajudar a reverter escolhas erradas ou ajustar a tempo as táticas que não estão funcionando. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de gestão online

Preencha os dados para iniciar
seu teste grátis de 7 dias no ERP vhsys.

Sistema de gestão online

Experimente grátis por 7 dias!