8 erros comuns em gestão empresarial | BLOG VHSYS

8 erros comuns em gestão empresarial

João Jovanaci

Grandes corporações que exibem seu amplo crescimento no mercado são bons exemplo de empresas que praticamente não dão margem para errosA má gestão de um negócio pode ocasionar problemas de descontrole nas contas e também na própria operação do negócio.

Grande parte dessas situações é causada por falta de conhecimento, seja sobre a própria empresa ou sobre processos burocráticosEsses erros acabam afetando diretamente os funcionários da empresa, que por sua vez reflete no resultado financeiro.
Por isso, hoje separamos alguns dos principais erros de gestão empresarial. Vamos lá?

Não registrar movimentações

Registrar todas as movimentações financeiras que envolvem a empresa é fundamental para o negócio. Ter controle sobre o dinheiro que entra ou sai permite administrar da melhor forma a situação financeira da empresa.
Não tornar isso uma rotina é uma grande erro. Sem esse controle não será possível analisar se a saúde financeira da empresa está bem ou não.
Por isso, procure sempre manter o controle do fluxo de caixa em dia.

Misturar despesas pessoais com empresariais

Esse é um dos principais erros de gestão empresarial cometidos por empresários, em sua grande maioria os que estão iniciando um negócio.
Essa confusão entre as finanças acaba virando uma bola de neve e empurrando a empresa ladeira abaixo.
Por isso, desde o início procure sempre separar o que é da empresa do que é pessoal.

Desatenção com responsabilidades fiscais

Toda empresa possui responsabilidades fiscais e trabalhistas, seja qual for o tamanho da empresa, incluindo MEI.
Ignorar o pagamento de tributações fiscais pode gerar grandes prejuízos para a empresa, isso porque multas e sansões são normalmente rigorosas.
Para evitar esse erro de gestão empresarial fique atento a todas as movimentações necessárias no âmbito fiscal e tributário, incluindo novas regras e atualizações.

Não realizar um demonstrativo de resultados

Deixar de fazer o demonstrativo de resultados é deixar o barco a deriva em alto mar.
Por isso, é importante elaborar o demonstrativo de resultados de determinados períodos. Assim, será possível enxergar e analisar se a empresa está dando lucro ou prejuízo.
Mais do que apontar o resultado, a análise permite entender o motivo pelo qual a empresa pode ou não estar dando certo. Logo, essa análise permite traçar planos de ação para objetivos futuros.

Não se preparar para períodos financeiros instáveis

Trabalhar com cenários alternativos é a melhor maneira de prevenir a empresa de possíveis desastres financeiros em épocas de baixa lucratividade.
Dentro desses cenários é possível trabalhar com perspectivas mais amplas, envolvendo opções otimistas e negativas para o faturamento.
Nós fizemos um artigo bem legal sobre como definir metas financeiras para empresas. Dá uma olhada!

Não fazer controle de estoque

Empresas que trabalham com mercadoria precisam ter controle preciso sobre seu estoque.
Essa análise é necessária para se certificar de que possui o produto desejado pelo cliente e também para evitar que sua empresa desperdice dinheiro com produtos desnecessários ou que vão ficar muito tempo parados.
Otimizar o estoque é garantir que sua organização seja competitiva no mercado.

Falta de conhecimento do custo de produtos

Um dos principais desafios de empreendedores está precificação de produtos.
Diversos fatores influenciam diretamente na formação de preço do produto ou serviço.
Como exemplo de fatores que afetam o preço dos produtos podemos destacar:
• Valor de impostos
• Valor de aquisição ou produção
• Valor de armazenamento
• Valor de transporte

Não utilizar um sistema de gestão financeira

O fluxo de caixa é um importante passo para o empreendedor que deseja maior sucesso para sua empresa.
Entretanto, a saúde financeira da empresa envolve muitas outras questões.
Organizações que utilizam um sistema de gestão têm mais possibilidades de encontrar soluções para seus negócios.

Fluxo de caixa, controle de estoque, contato com clientes, emissão de nota fiscal e emissão de boletos são algumas das funcionalidades que um sistema de gestão pode oferecer.

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

João Jovanaci
Sobre o autor
João Jovanaci
Analista de Marketing de Conteúdo na VHSYS, formado em Publicidade, Propaganda e Marketing.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais