Conecte-se ao conhecimento

Conheça as principais razões para você abrir o seu próprio negócio

Quem não sonha em ser o próprio patrão ou patroa, não é? Abrir o próprio negócio está sendo, cada vez mais, o sonho de muitas pessoas, seja por uma oportunidade que surgiu, seja para mudar de vida ou ainda realizar um sonho.

Mas é claro que abrir o próprio negócio envolve uma série de riscos que precisam ser avaliados antes de colocar a mão na massa e tirar o projeto do papel. 

É comum que o conhecimento das burocracias do mundo negócio desmotive quem está pensando em ter o próprio negócio, mas é importante lembrar que as vantagens, a longo prazo, são muito maiores.

Por isso, trouxemos aqui neste post razões que vão te ajudar a buscar ainda mais motivação para empreender e mudar de vida.

Como iniciar o próprio negócio

Com o aumento da instabilidade profissional devido à crise financeira instaurada pela pandemia, muitas pessoas já consideraram abrir o próprio negócio em busca de estabilidade.

Mas mesmo com vontade de se tornar dono(a) do próprio negócio, muitas pessoas têm medo de dar o primeiro passo em busca do seu sonho por não saber como começar.

Abaixo você verá as principais dicas para iniciar o próprio negócio:

Pesquisa de mercado e análise competitiva

Todo mundo sonha em abrir um negócio de sucesso e saber qual modelo de negócio pode ser mais lucrativo é o primeiro passo para isso se tornar realidade. 

Antes de iniciar uma empresa, analise como é o mercado do segmento, quais vantagens competitivas você pode oferecer aos clientes e conheça melhor o comportamento dos consumidores. Essa pesquisa inicial vai te ajudar a reduzir os riscos a longo prazo.

Algumas perguntas podem ser importantes para você entender os consumidores e o mercado, como:

  • Existe uma alta demanda pelos seus produtos ou serviços?
  • O mercado é muito competitivo no segmento?
  • Qual é a faixa de renda e a taxa de emprego?
  • Quais os principais concorrentes?

Essas e outras perguntas vão te ajudar a saber qual é a viabilidade de abrir o negócio que você deseja.

Escreva um plano de negócios

Assim que você decidir o tipo de empresa que pretende abrir, é preciso escrever o plano de negócio, que servirá como base para o seu negócio. 

Um bom plano de negócio orienta cada etapa da abertura e gerenciamento da empresa. Esse documento funciona como um roteiro para estruturar, administrar e expandir o negócio.

Não existe uma maneira certa ou errada de criar um plano de negócios, o importante é que ele atenda suas necessidades. Existem os modelos tradicionais que são mais detalhados em cada etapa, e os modelos enxutos que resumem os pontos mais importantes.

De modo geral, a estrutura dos modelos de plano de negócios possuem as seguintes seções:

  • Sumário executivo;
  • Descrição da empresa;
  • Análise de mercado;
  • Organização e gestão;
  • Serviço ou linha de produtos;
  • Plano de marketing de vendas;
  • Financeiro;
  • Apêndice.

Obtenha recursos financeiros

Financiar a sua empresa é uma das primeiras, e mais importante, escolhas financeiras que você fará. Isso porque a forma como você financia o seu negócio pode influenciar a estrutura e a administração do negócio.

Antes de escolher uma forma de conseguir o capital para abrir o seu negócio, tenha em mente o valor exato que será necessário. Após isso, você pode definir o meio, como auto financiamento, conseguir um investidor ou ainda realizar um empréstimo empresarial

Escolha um regime tributário

A escolha de um regime tributário é outro passo muito importante no processo de abertura de uma empresa, pois é a escolha da estrutura do negócio que afeta o quanto você pagará de impostos e o quanto você pode faturar anualmente.

Apesar de você poder mudar de regime tributário futuramente de acordo com o desenvolvimento da sua empresa, ainda sim é interessante fazer a melhor escolha para evitar problemas futuros.

Veja abaixo os principais regimes tributário e suas faixas de faturamento:

  • Simples Nacional – receita bruta de até R$4,8 milhões.
  • Lucro Real – regime para empresas com faturamento superior a R$78 milhões.
  • Lucro presumido – regime para empresas com faturamento inferior a R$78 milhões.

Cadastre sua empresa

Depois de ter idealizado a sua empresa, chegou a hora de registrar e torná-la uma entidade legal distinta. Para isso, você precisa ter definido o local onde ela atuará, pois impacta diretamente na forma como ela deve ser registrada.

Ao registrar a empresa você vai precisar reunir algumas autorizações, que mudam de acordo com o modelo do negócio. Sendo assim, procure a lista de documentação do que é necessário para abrir a sua empresa, respeitando a burocracia do segmento de atuação. 

Razões para abrir a própria empresa

Está precisando de uma motivação para concretizar o seu sonho de ter o próprio negócio?

Separamos aqui abaixo algumas razões que podem te convencer a insistir nisso:

Liberdade

A liberdade está entre os principais motivos para as pessoas se tornarem donas do próprio negócio. Ou seja, ter autonomia e independência para realizar mudanças, controlar o curso da própria vida e direcioná-la da maneira como quiser, em vez de trabalhar para outras pessoas.

É claro que essa liberdade não exclui a necessidade de atender as demandas e exigências do mercado, mas ser dono(a) do próprio negócio te permite escolher como você fará isso.

Além das questões de como realizar o trabalho e gerenciar seus processos, a liberdade de ter o próprio negócio garante carga horária flexível, conseguindo equilibrar mais precisamente vida pessoal e trabalho, o que muitas vezes não é possível ao trabalhar para outra pessoa.

Independência financeira

Além da liberdade, a questão financeira é outro fator que também fala muito alto na hora de decidir abrir o próprio negócio. 

Quando você está no controle da sua própria empresa, o céu é o limite para o seu trabalho se tornar lucrativo. Se você aspira construir riqueza, não existem razões para não conseguir atingir esse objetivo.

Você deve lembrar que ao abrir a sua empresa, você já está construindo algo com potencial crescimento e que a cada conquista o seu bem tornar-se mais e mais valioso, alcançando seus objetivos financeiros e até mais do que imaginou.

Novas habilidades

Se você trabalha em alguma empresa hoje, com certeza tem uma função específica que cumpre, afinal, você foi contratado(a) para fazer aquilo.

Quando você está cuidando do seu próprio negócio, é como se a cada hora você precisasse mudar o crachá e tomar conta de outro setor para gerenciar as demandas.

Com isso, você vai adquirir novas habilidades que são essenciais para ter uma visão mais estratégica de negócio e implementar novas ações, como líder da empresa. Além disso, você dominará cada pequena parte da sua empresa, sabendo como o operacional funciona para entregar excelência aos seus clientes.

Conforme o seu negócio se desenvolve, você também pode optar em continuar administrando as tarefas que mais gosta e tem familiaridade, ou ainda terceirizar essas tarefas e se dedicar a outras questões que podem trazer mais resultado de imediato.

Benefícios fiscais

Começar seu próprio negócio exige financiamento e pode levar algum tempo para gerar lucro, mas você pode começar a tirar proveito de alguns incentivos fiscais já de início. 

Cada regime tributário possui suas vantagens específicas, que visam facilitar a abertura da empresa, como baixos impostos, facilidade para conseguir crédito e entre outros.

Segurança

Quando você trabalha com o seu próprio negócio, com certeza, você tem mais segurança em relação a continuidade de suas atividades, garantindo o seu sustento dos próximos meses. Diferente do que acontece quando você trabalha para alguém.

Mesmo que essa segurança seja um dos pontos convincentes para abrir o próprio negócio, ele também enfatiza a importância de buscar o desenvolvimento constante do negócio para não ser pego de surpresa pelo baixo desempenho, que pode afetar o seu financeiro como um todo.

Afinal, se o seu negócio vai bem, a sua vida pessoal, como dono(a) da empresa, também vai bem.

Equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Conseguir medir a vida pessoal com o trabalho, na maioria das vezes, é um problema para as pessoas que trabalham em uma organização, pois precisam cumprir um determinado horário.

Já tomando conta de um negócio próprio, fica muito mais fácil conciliar trabalho e vida pessoal, pois você tem a liberdade de escolher e fazer seu próprio horário, além de conseguir parar a qualquer hora quando necessário.

Porém, isso não significa que trabalhará menos. Inclusive, é muito mais provável que a carga horária aumente ou que ainda você trabalhe em horários muito diferenciados.

Isso porque ser empreendedor(a) não é uma profissão, mas sim um estilo de vida.

Desenvolvimento pessoal

Tomar conta do próprio negócio, sem dúvidas, é um prato cheio para desenvolver ainda mais suas habilidades profissionais. Mas o que ninguém fala é que tornar-se empreendedor(a) também tem muito a acrescentar na vida pessoal.

Um negócio próprio tem muito a te ensinar sobre respeitar a si mesmo(a), sobre disciplina, determinação e muito mais. 

Quantas vezes você já precisou deixar seus valores de lado para atender os desejos do seu gestor, gerente ou cliente? Agora, como dono(a) do negócio, você é totalmente responsável pelas decisões tomadas.

Com o tempo, você perceberá que a cada grande responsabilidade, o respeito a si mesmo(a) aumentará relativamente.

Construir o próprio legado

Começar o próprio negócio te dá a chance de contar a sua história, de gerar emprego, de fazer a diferença na sua comunidade e de algo ainda muito maior, que é construir um legado para sua família.

Suas pequenas conquistas hoje são o que vão estabelecer uma base para o futuro da sua família. Uma empresa estabelecida não é apenas o que você pode deixar, mas o exemplo de todos os seus feitos necessários para o sucesso do seu negócio.

Conheça o vhsys

Se você quer ter uma empresa facilmente escalável desde o início, deve ter uma boa gestão, certo? E se o assunto é uma boa gestão que te ajude a ter mais tempo de pensar em estratégias para o seu negócio, o sistema vhsys não fica de fora.

O vhsys é um sistema de gestão para micro e pequenas empresas, que possui módulos integrados, para garantir uma gestão totalmente completa da empresa. Com o vhsys, você controla vendas, estoque, financeiro e até mesmo emite suas notas ficais, sem precisar sair do seu sistema.

Faça um teste grátis agora mesmo. Basta clicar no botão abaixo:


E aí, tem motivos melhores do que esses para abrir o próprio negócio? 😀

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assuntos relacionados

Cadastro Newsletter

Fique por dentro dos principais assuntos do mundo do empreendedorismo. Atualize seus conhecimentos, baixando materiais como ebooks, planilhas, vídeos e muito mais.