Como fazer o Plano de Negócios da sua empresa

Rosana Moraes

Como fazer o Plano de Negócios da sua empresa

Um bom planejamento é essencial para o funcionamento e sucesso de uma empresa. Sem realizar essa etapa, o empreendedor pode acabar não formulando as estratégias necessárias para o crescimento do negócio, perdendo oportunidades ou investindo esforços em projetos que não irão atender às demandas e expectativas do empreendimento.

Antes de começar uma empresa, é importante montar um Plano de Negócios. Mas, você sabe como fazer esse documento? Ou até para que ele serve? Descubra nesse artigo como montar essa estratégia para melhorar a gestão do seu comércio ou prestadora de serviço.

O que é o Plano de Negócios?

O Plano de Negócios é uma ferramenta utilizada nos estágios iniciais da abertura de uma empresa. Entretanto, mesmo quem já tem um empreendimento em atividade pode fazê-lo para criar as estratégias que irão nortear os próximos passos do negócio, ou então colocá-las no papel para melhor visualização de todos os envolvidos em sua gestão. Esse documento também pode ser usado na hora de expandir a marca, ajudando no processo de abertura de novas unidades.

Isso não significa que essa estratégia é estática e intocável, se mantendo inalterável após sua definição. Pelo contrário, o Plano de Negócios é um projeto dinâmico que pode, e deve, ser atualizado constantemente, modificando-se conforme o ambiente empresarial vai se transformando e novas oportunidades e desafios vão surgindo.

Para que serve esse documento?

A função do Plano de Negócios é definir e delimitar as estratégias da empresa relacionadas ao seu ramo de atuação, no contexto de longo prazo. Ele é um guia que irá auxiliar no direcionamento do negócio, desde sobre qual produto e serviço será oferecido, quem será seu consumidor ideal, até visualizar oportunidades de mercado. Por isso, é preciso fazer uma análise técnica bem detalhada sobre diversas áreas, internas e externas ao próprio empreendimento, para que este documento sirva seu propósito.

Aumente a produtividade da sua empresa com o sistema de gestão do VHSYS

Como fazer e o que analisar?

O Plano de Negócios pode começar como uma planilha, para verificar as questões numéricas e financeiras, além de alguns relatórios para documentar as pesquisas que serão feitas.

No caso das empresas que estão iniciando, é preciso começar pelo conceito dos 4 Ps – produto, praça, preço e promoção: Defina qual será a mercadoria a ser vendida ou o serviço a ser prestado por sua empresa; depois onde isso será feito – em que localidade será instalada a loja ou escritório, fator que influencia fortemente o desenvolvimento de um negócio; calcule quanto deverá ser cobrado pela sua oferta, considerando seus gastos e investimentos e a margem de lucro que se deseja alcançar; e então planeje como você irá atrair os clientes para sua marca e as ações para fidelizá-los.

Mas os 4 Ps são apenas o começo de um Plano de Negócios. Muitos outros pontos precisam ser analisados para montar essa estratégia:

Público-alvo

Pesquise bem o perfil de consumidor que você quer alcançar, montando assim estratégias para conquistá-lo e evitando investir em pessoas que não tem interesse no seu produto ou serviço. Conheça sua faixa etária, gênero, situação socioeconômica, comportamento e necessidades a fundo.

Análise de mercado

Procure saber mais informações sobre o setor no qual sua empresa está inserida. Questões relacionadas à legislação, taxa de crescimento e oportunidades de negócio devem ser aprofundados, ajudando assim a perceber e lidar melhor com os desafios próprios do segmento escolhido.

Análise de concorrência

Estude bem seus concorrentes diretos e indiretos, avaliando seus pontos positivos e passíveis de melhora, e faça comparações com a sua empresa e produto ou serviço oferecido. Isso ajudará a desenvolver o posicionamento do seu negócio em relação ao mercado, descobrindo assim seu diferencial – que pode ser usado para atrair mais clientes.

Viabilidade econômica

Verifique se há realmente um público disposto a adquirir seu produto ou serviço e se existe a oportunidade de se inserir no mercado. Calcule bem seus investimentos, despesas e o lucro obtido para saber se o seu negócio consegue se manter e cobrir os valores que foram investidos nele.

Recursos

Considere também o que será preciso para que seu negócio funcione: equipamentos, mobiliário, equipe e serviços – como internet, limpeza, aluguel, entre outros itens. Tudo isso também deve ser levado em conta nas finanças e investimentos iniciais.

Conclusão

Com todas essas análises, o empreendedor terá em mãos informações essenciais para o desenvolvimento do seu negócio: como se comporta o público-alvo, o diferencial da sua empresa e do produto ou serviço oferecido, o quanto precisa vender para manter seu financeiro no azul, os recursos necessários para abrir seu empreendimento – inclusive se a região onde se localiza sua loja é adequada. Isso o ajudará a criar estratégias que irão nortear a gestão e melhorar o desempenho da empresa.

Por isso, agora é hora de pôr a mão na massa e criar ou atualizar seu Plano de Negócio. E para isso acontecer, é importante ter controle sobre as diversas áreas de sua empresa, conhecendo bem sua performance. O sistema de gestão online VHSYS pode te ajudar nesta tarefa.

Com módulos para vendas e faturamento, estoque, compras, serviços e financeiro, o software permite administrar as informações do seu negócio de forma prática e ágil, realizando operações como fluxo de caixa, contas a pagar e receber, emissão de notas fiscais, giro de estoque e ordem de serviço.

Além disso, o VHSYS gera relatórios detalhados, que irão auxiliar na montagem das estratégias da empresa e a tomar decisões importantes que vão impulsionar suas vendas ou prestação de serviços.

Conheça como o nosso sistema pode contribuir com a gestão do seu negócio e faça um teste grátis.

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Rosana Moraes
Sobre o autor
Rosana Moraes
Assistente de Marketing de Conteúdo na VHSYS. Formada em Jornalismo pela PUCPR, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Positivo.