Conecte-se ao empreendedorismo

Quitação de dívidas empresariais: quais são as opções?

Tempo de Leitura: 4 minutos
Buscando a melhor forma de quitação de dívidas empresariais? Confira as possíveis soluções para aderir a melhor opção para o seu planejamento financeiro.
quitação de dívidas
ERP completo +  Conta PJ Integrada + Maquininha Stone com mensalidade zero

Supere seus concorrentes com a Gestão Integrada

Organize suas finanças e aumente suas vendas, tudo em um só lugar!

Aprender sobre quitação de dívidas não é algo que um empreendedor gostaria de aprender, mas é necessário entender como driblar essa fase para manter o negócio ativo e, claro, em crescimento.

Empréstimos, investimentos realizados, baixas nas vendas, despesas surpresas… São diversas razões que podem colocar a gestão financeira de uma empresa no vermelho, mas o importante é estabelecer um bom plano e controle de contas a pagar para conseguir sair dessa situação sem grandes problemas, certo?!

É por isso que neste artigo vamos entender as diferentes estratégias para a quitação de dívidas empresariais para você que esteja mais preparado para superar esse desafio. Vamos lá!

Como funcionam as dívidas empresariais?

As dívidas podem surgir a partir das mais diversas situações, em alguns casos é a má gestão financeira da empresa, em outras circunstâncias podem ser um problema inesperado internamente na empresa, como atraso de recebíveis dos clientes, ou algo externo do mercado que influencia diretamente as finanças da organização, como uma crise do setor.

Em quais situações pode ser necessário realizar dívidas?

Ninguém quer fazer uma dívida, não é mesmo?! Seja pessoa física ou jurídica, o ideal é sempre fugir delas. O problema é que em alguns momentos a solução mais viável para resolver uma questão é contratar um empréstimo empresarial ou fazer investimentos.

Realizar um empréstimo pode ser uma boa opção em momentos como:

  1. Você vende a prazo mas precisa receber o dinheiro antecipadamente por meio da antecipação de recebíveis;
  2. Quando há a oportunidade de investir no crescimento da sua empresa, seja comprando matéria-prima ou fazendo uma reforma;
  3. Quando surge um problema inesperado e a sua empresa não tem uma reserva suficiente de capital de giro.

Alguns empreendedores, por má gestão financeira, pensam em solicitar um empréstimo para resolver os problemas gerados na empresa pela falta de controle. Infelizmente, nesses casos, é mais difícil obter um empréstimo para CNPJ

Então, o primeiro passo ideal é organizar a parte financeira da empresa, estabelecendo um bom controle da entrada e saída de dinheiro e das contas a pagar, tanto para aumentar as chances de conseguir crédito no mercado como para administrar melhor o dinheiro obtido.

Como fazer uma boa quitação de dívidas? 

Quando se trata de quitação de dívidas empresariais, é primordial criar um plano sólido para entender o que pode ser feito e seguir a melhor solução sem perder o controle da situação.

1. Calcular o valor total da dívida

Primeiro, faça um levantamento detalhado de todas as dívidas da empresa, incluindo todas as despesas, os valores principais, juros e eventuais multas. 

Conseguir ter uma visão clara do montante total é essencial para planejar como pagar os valores devidos.

2. Verifique as taxas de juros aplicadas

Analise as taxas de juros de cada dívida para identificar as que possuem os encargos mais altos. Nessa etapa, se for necessário, revise os contratos com fornecedores, clientes e instituições financeiras para ter o valor exato dos juros de cada dívida.

Então, priorize a quitação das dívidas com juros maiores, essa é uma estratégia para reduzir o impacto financeiro a longo prazo.

3. Planeje-se financeiramente para a quitação

Após entender os valores devidos e o impacto dos juros de cada conta, é o momento de traçar um plano financeiro com as ações necessárias para obter o dinheiro necessário e pagar todas as dívidas.

Lembre-se de criar um plano de pagamento realista, considerando a capacidade da sua operação e como está o momento financeiro do seu negócio. Estabeleça metas e prazos para cada dívida e busque seguir corretamente o plano!

4. Pesquise condições mais atrativas com diferentes bancos

Converse com diferentes instituições financeiras em busca de condições de pagamento mais favoráveis, como taxas de juros mais baixas ou prazos mais longos. Essa pesquisa pode ajudar a reduzir o custo total da quitação das dívidas.

Avalie a possibilidade de transferir suas dívidas para outra instituição financeira por meio da portabilidade. Essa opção pode trazer vantagens, como condições mais favoráveis, mas também é importante considerar eventuais custos e burocracias envolvidas para que você possa entender se vale a pena transferir a dívida.

5. Veja as condições de renegociação que seu banco oferece

Negociar é uma ação muito importante para incluir no seu planejamento de quitação de dívidas. 

Por isso, entre em contato com o seu banco ou instituições financeiras para discutir a possibilidade de renegociar as dívidas, reduzir juros e melhorar as condições de pagamento. 

Muitas vezes, as instituições estão dispostas a oferecer alternativas de pagamento mais acessíveis. 

6. Fique muito atento a propostas com garantias

Caso receba propostas de empréstimos ou negociações que envolvam a garantia de bens da empresa, analise cuidadosamente os riscos envolvidos para não prejudicar ainda mais o seu negócio. 

7. Evite fazer várias dívidas para não virar uma bola de neve

No plano de quitação de dívidas é muito importante evitar contrair novas dívidas, pois nesse caso a saúde financeira da sua empresa pode ir por água abaixo e ficar ainda mais difícil de ser resolvida.  

Fazer novos empréstimos ou assumir novos compromissos financeiros pode tornar a situação ainda mais difícil de controlar. Portanto, foque em quitar as dívidas existentes antes de tomar novas decisões de investimentos ou gastos.

Opções para quitar dívidas empresariais

Agora que você entendeu o processo para uma boa quitação de dívidas empresariais, entenda algumas opções disponíveis para incluir no seu planejamento financeiro.

Reserva financeira

Existe um conceito financeiro muito importante para qualquer negócio que é a reserva de capital de giro que nada mais é do que ter o dinheiro necessário para manter a empresa funcionando por um tempo sem entrada de receita ou com despesas surpresas. 

Então, se sua empresa possui uma reserva financeira, você pode considerar utilizá-la para quitar as dívidas para evitar outros problemas. No entanto, sempre avalie os prós e contras de utilizar esses recursos para não prejudicar muito a sua operação!

Empréstimo

Buscar um empréstimo para quitar as dívidas é uma opção muito utilizada por empreendedores. Porém, caso você não tenha como apresentar um bom histórico de vendas e de pagamento de dívidas, talvez seu score fique baixo para conseguir um empréstimo.

Lembre-se também de analisar todas as opções disponíveis no mercado, confira as taxas de juros e as condições oferecidas pelas instituições antes de tomar essa decisão. 

Certifique-se de que o novo empréstimo será vantajoso para sua empresa a longo prazo e que você tem um plano para pagá-lo!

Antecipação de recebíveis

Se sua empresa possui recebíveis, como faturas de cartão de crédito, venda à prazo, pagamento de recorrência dos clientes, cheques pré-datados ou duplicatas, a antecipação desses valores pode ser uma alternativa para obter recursos financeiros imediatos e quitar as dívidas.

Investimentos

Avalie a possibilidade de utilizar algum tipo de investimento, como aplicações financeiras, para aumentar a sua geração de receita e quitar as dívidas. É importante consultar um especialista financeiro para entender as melhores opções de investimento de acordo com o perfil do seu negócio e evitar prejudicar ainda mais o dinheiro disponível para quitar dívidas. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de gestão online

Preencha os dados para iniciar
seu teste grátis de 7 dias no ERP vhsys.

Sistema de gestão online

Experimente grátis por 7 dias!