Conecte-se ao empreendedorismo

Termos e Obrigatoriedades de uma Gestão Financeira!

Tempo de Leitura: 4 minutos
Fazer a Gestão Financeira de um empreendimento exige que você conheça alguns termos e algumas obrigatoriedades. Pensando nisso, trouxemos um guia prático sobre os principais termos do mundo das finanças.
ERP completo +  Conta PJ Integrada + Maquininha Stone com mensalidade zero

Supere seus concorrentes com a Gestão Integrada

Organize suas finanças e aumente suas vendas, tudo em um só lugar!

Para criar um negócio bem sucedido, o empreendedor precisa ter noções de Gestão Financeira. Para isso, o primeiro passo é entender alguns termos que são utilizados pelos profissionais de finanças e algumas obrigatoriedades que devem ser cumpridas para manter a boa saúde financeira do empreendimento.

Foi pensando em compartilhar esse tipo de conhecimento que escrevemos este artigo. Nele, traremos um breve resumo sobre os princípios da Gestão Financeira, bem como os 12 termos mais utilizados nessa área.

Sem mais enrolações, vamos direto ao ponto. Este texto funcionará como um guia prático que você poderá revisitar sempre que quiser. O nosso conteúdo será abordado por meio dos seguintes tópicos:

Qual o conceito de Gestão Financeira?

No mundo dos negócios, podemos entender como Gestão Financeira todos os processos e ações que são realizados para garantir a saúde das finanças de um empreendimento, desde o planejamento à análise dos resultados obtidos.

Os 5 pilares da Gestão Financeira

Como visto anteriormente, a Gestão Financeira é de extrema importância para o sucesso financeiro de um empreendimento. Contudo, para que esse objetivo seja alcançado, ela se baseia em 5 pilares. Neste tópico, abordaremos sobre cada um deles de forma mais detalhada. Confira abaixo!

1.  Planejamento Financeiro

O planejamento financeiro é o ponto de partida para uma boa Gestão Financeira. É por meio dele que construímos as estratégias que devem ser seguidas para que o empreendimento consiga alcançar seus objetivos e metas financeiras.

2. Projeção Orçamentária Anual

A projeção orçamentária anual consiste na listagem de possíveis despesas e receitas que um negócio terá ao longo de um ano. Por exemplo, contas a serem pagas, salário dos colaboradores e valores monetários a serem recebidos.

 3. Acompanhamento Mensal das Finanças

O acompanhamento mensal das finanças é importante, pois é por meio dele que o empreendedor consegue avaliar se as estratégias financeiras da empresa estão gerando resultado ou não.

Além disso, essa prática possibilita a identificação de possíveis erros no planejamento financeiro. Dessa forma, é possível fazer os ajustes necessários e corrigir o problema logo no seu início.

4. Análise Crítica do Fluxo de Caixa

O fluxo de caixa é uma poderosa ferramenta na mão de um gestor que sabe analisá-lo. A partir das informações contidas nesse tipo de documento, é possível realizar análises profundas sobre a eficiência da Gestão Financeira do empreendimento.

5. Corte de despesas desnecessárias

Se a Gestão Financeira da sua empresa se baseia nos 4 pilares citados anteriormente, o 5º pilar será o mais fácil de ser implementado. Com todo o planejamento e todas as análises feitas, será muito mais simples identificar quais são os gastos desnecessários do seu negócio e cortá-los.

Qual a função da Gestão Financeira nas empresas?

Nos empreendimentos, a Gestão Financeira tem a função de construir o planejamento financeiro, acompanhar o seu cumprimento e gerenciar os investimentos realizados pela organização.

Lembre-se: esse processo não se preocupa somente com receitas e despesas. Além disso, é importante saber como e onde  alocar o capital gerado pela empresa.

Os 12 termos utilizados no departamento financeiro

Até o momento, te apresentamos um breve resumo sobre os principais pontos a serem levados em consideração para entender como a Gestão Financeira funciona nas organizações.

Agora, compartilharemos com você os 12 termos mais utilizados nos departamentos financeiros e por todos os profissionais da área de finanças.

1. Adimplência

O termo “adimplência” refere-se a manter em dia as obrigações financeiras de uma pessoa ou de um empreendimento. Sendo o seu contrário, temos a palavra inadimplência.

2. Amortização

A amortização é o abatimento de uma dívida por meio de pagamentos recorrentes. Por exemplo, imagine que você tomou R$10.000,00 emprestado no banco. A cada parcela que pagar, você estará amortizando o valor total da sua dívida.

3. Análise de crédito

Todas as análises que são realizadas pelo emprestador para garantir a segurança do empréstimo que será realizado. Por meio desse processo, é possível verificar se o tomador do empréstimo se enquadra nos pré-requisitos da instituição e qual o valor que ele poderá tomar emprestado.

4. Ano fiscal

O termo “ano fiscal” é o intervalo de 12 meses que uma empresa define como seu ano contábil. Dessa forma, todos os assuntos que possuem finalidades fiscais são mensurados e depurados dentro desse período.

5. Ativos

Podemos entender como ativos todos os elementos que podem gerar receita para uma pessoa ou para uma empresa.

6. Ativo circulante

O ativo circulante é a parcela do ativo que pode ser convertida em dinheiro imediatamente ou em um curto intervalo de tempo.

7. Auditoria

A auditoria é a análise dos registros contábeis de uma empresa, com objetivo de validar o cumprimento das normas fiscais e legitimar os processos administrativos e financeiros.

 8. Break even point

O termo “break even point” significa ponto de equilíbrio em português e é o momento onde a receita de um negócio iguala os custos fixos e variáveis da operação.

9. Capital de giro

O capital de giro é uma reserva de alta rotatividade que garante o custeamento das despesas de uma operação. É a parcela do patrimônio da empresa representada pelo ativo circulante.

10. Demonstrativo de resultados

O demonstrativo de resultados é um relatório com o resultado financeiro de uma empresa dentro de um determinado intervalo de tempo.

11. Fluxo de caixa

O fluxo de caixa é o registro das despesas e das receitas de uma empresa. Entenda a diferença entre fluxo de caixa projetado e fluxo de caixa realizado.

12. Lucro líquido

Podemos entender como lucro líquido o montante que resta após subtrairmos todos os custos operacionais e impostos da receita obtida com a venda de um produto ou serviço.

Como fazer a Gestão Financeira da sua empresa de forma descomplicada?

Como vimos anteriormente, uma boa Gestão Financeira é fundamental para um empreendimento ter sucesso. Contudo, nem todos os empreendedores possuem as  ferramentas e o conhecimento necessário para colocá-la em prática.

Se esse é o seu caso, eu tenho uma pergunta para lhe fazer!

Você gostaria de fazer a gestão das finanças da sua empresa de forma descomplicada e por meio da utilização de um único sistema? Se a sua resposta for sim, nós temos a solução para os seus problemas!

Nós da vhsys desenvolvemos um sistema de gestão com mais de 50 ferramentas integradas onde você poderá:

  • Fazer o controle financeiro da sua empresa.
  • Fazer o controle das vendas realizadas.
  • Emitir notas fiscais.
  • Fazer o controle das mercadorias e recursos em estoque.

E muito mais!

Ficou interessado? Clique no banner abaixo e garanta seu acesso gratuito ao nosso sistema de gestão por 7 dias!


banner vhsys

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de gestão online

Preencha os dados para iniciar
seu teste grátis de 7 dias no ERP vhsys.

Sistema de gestão online

Experimente grátis por 7 dias!