Conecte-se ao conhecimento

Sistema de Gestão Online

Sistema de controle financeiro

Você já usou o dinheiro do faturamento de sua empresa em alguma despesa pessoal? Apesar dessa prática ainda ser muito frequente entre os empreendedores, é altamente reprovada por especialistas.

A gestão financeira é o fator determinante para saber se a saúde da empresa vai bem. Se você não sabe calcular quanto está pagando por um produto para formação de estoque, muito dificilmente conseguirá saber o valor da margem para equilibrar o preço pago com os custos/lucratividade.

Para isso, existem algumas ações que devem ser evitadas, bem como algumas práticas e controles dentro do setor que ajudam a manter o equilíbrio financeiro e longe de qualquer prejuízo.

Dá uma olhada no post que preparamos para te ajudar ainda mais no controle financeiro!

Você vai encontrar por aqui os seguinte assuntos

Principais erros financeiros que afetam seu negócio

Muitas vezes, os erros cometidos pelo empreendedor no controle financeiro da empresa, são reflexos de atitudes que ele não tomou anteriormente. Ou seja, em algum momento deixou de fazer algum controle específico e, com isso, prejudicou o financeiro.

Conheça abaixo os principais erros financeiro para evitar na gestão da empresa:

#1. Não fazer o registro adequado das informações financeiras de seu negócio, nem possuir a informação exata sobre o saldo em caixa, valor de estoques das mercadorias, contas a pagar e receber e quais são as despesas fixas, além dos valores a serem pagos a curto prazo.

#2. Não saber se a empresa está tendo lucro em suas atividades operacionais, por não elaborar um DRE gerencial. Sem esse acompanhamento, é difícil saber se o preço está alinhado com o mercado, ou se está muito acima ou abaixo do preço de seus concorrentes.

#3. Não calcular corretamente o preço de venda dos produtos, por não saber corretamente os custos e despesas.

#4. Não separar a gestão financeira pessoal dos sócios dos valores movimentados para manutenção da empresa. 

#5.  Não administrar corretamente o negócio, deixando de fazer a gestão acompanhada de todas as etapas, desde a compra e formação de estoques até a venda dos produtos. 

#6. Deixar de verificar sempre os preços e buscar redução de custos. Isso, além de não aumentar a lucratividade do negócio, aumenta o valor dos produtos e diminui o giro de vendas.

Como melhorar a gestão financeira?

Antes de pensarmos em uma solução única e absoluta para melhorar a gestão financeira, é preciso lembrar que cada negócio possui uma configuração e necessidades diferentes.

Assim, a gestão financeira pode variar um pouco de acordo com o perfil da empresa, além do mercado atendido. Por outro lado, existem práticas e dicas gerais que podem ser aplicadas em qualquer modelo de negócio, e são essas dicas que você vai encontrar nos próximos tópicos.

  • Planejamento inicial

De tempos em tempos é preciso parar e fazer um planejamento financeiro. Ele pode ser mensal, semestral ou até anual, e a partir desse planejamento é possível definir o quanto de dinheiro está disponível e direcionar o uso da melhor forma para atingir os objetivos do negócio.

Para fazer esse planejamento você precisa conhecer a situação atual do negócio, ou seja, analisar as vendas, custos totais, fluxo de caixa, verificar se a precificação dos produtos estão alinhadas com o mercado, além de consultar o inventário de estoque para saber o quanto de dinheiro está parado.

Após todas essas análises, é possível fazer projeções de curto e longo prazo, estabelecendo metas financeiras que devem ser utilizadas para alcançar os objetivos macro do negócio.

  • Organização e controle do fluxo de caixa

Controlar o fluxo de caixa quer dizer saber precisamente sobre todas as entradas e saídas de dinheiro da empresa.

Para que esse controle seja efetivo, todas as movimentações devem ser registradas e você pode usar tanto uma planilha para esse controle, ou um sistema de gestão que pode te ajudar não só no controle financeiro. 

Informações importantes que devem constar neste registro:

  • Receitas;
  • Despesas;
  • Contas a pagar;
  • Contas a receber;
  • Reembolsos;
  • Pagamento de empréstimos;
  • Entre outros.

Mantendo esses registros sempre atualizados, a saúde financeira da sua empresa agradece.

  • Precificação ideal de produtos ou serviços

O preço da venda de uma mercadorias ou o valor cobrado para realização de serviços, pode impactar muito a saúde financeira do negócio, pois uma precificação incorreta pode gerar prejuízo. 

Além disso, o preço de venda deve ser justo para o consumidor e adequado para garantir a sobrevivência do negócio.

O cálculo da margem de lucro determina o valor que vai sobrar em seu caixa depois que todas as despesas forem pagas.

Com isso, você deve conhecer os gastos envolvidos em toda a operação, calcular a porcentagem ideal para obter uma margem de lucro rentável e manter o negócio em contínuo crescimento.

Lembre-se também de determinar os períodos para fazer uma pesquisa junto aos concorrentes, isso ajuda a manter uma precificação compatível com o mercado.

  • Relatórios frequentemente

Os relatórios são instrumentos fundamentais para o controle do empreendimento e são eles que dão ao gestor um detalhamento das informações, facilitando a compreensão dos resultados para guiar as tomadas de decisões.

Para isso, existem diversos relatórios e cada um deles te dá um tipo de resultado:

  • Relatório de fluxo de caixa.
  • Planejamento orçamentário de gastos.
  • Demonstrativo de Resultado de Exercício (DRE).
  • Relatório de contas a pagar e a receber.

E é claro, para um relatório eficiente é preciso ter registros constantes e corresponderem a realidade da empresa.

Como utilizar a tecnologia ao seu favor

A sobrevivência e o crescimento do negócio são consequências de um bom planejamento financeiro que envolve o controle de fluxo de caixa, volume de vendas e margens de lucro adequadas.

Além de um controle financeiro, também é preciso elaborar relatórios contábeis, balanços e demonstrativos financeiros, mensais, semestrais e anuais.

Diante de tantas tarefas, o uso de planilhas não é o mais recomendado. Contar com uma boa ferramenta de gestão online para facilitar essas rotinas e manter os registros atualizados de maneira otimizada é a forma ideal para controle seu financeiro.

Sendo assim, o sistema vhsys é um ferramenta completa de gestão online que foi desenvolvida para auxiliar os micros e pequenos empreendedores a manterem as suas tarefas em dia.

Veja as principais funcionalidades do sistema de controle financeiro.

Contas a pagar e receber

Organização eficiente e visão completa das contas a pagar e valores a receber diariamente.

Serviços recorrentes

Cadastre às atividades rotineiras e faça a emissão de maneira automatizada das notas fiscais, ordens de serviços e boletos.

Relatórios financeiros

Gere em poucos cliques relatórios detalhados sobre suas finanças para atualizar seu planejamento sempre que necessário.

DRE gerencial

Saiba se sua empresa está tendo lucro ou prejuízo emitindo um Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE Gerencial).  

Fluxo de caixa

Controle preciso do fluxo de todas as entradas e saídas do caixa do negócio. 

Conciliação bancária OFX

Concilie os registros das suas movimentações bancárias dentro do sistema sem precisar perder tempo com a digitação de contas. 

Além de todas essas funcionalidades para controlar o financeiro, o sistema vhsys também possui outros recursos integrados para descomplicar e facilitar as rotinas diárias. Sendo assim é possível também fazer o controle de estoque, emissão de notas fiscais e a gestão das vendas.

Com todas essas funcionalidades a disposição fica ainda mais fácil fazer a organização do seu negócio, não é? Então fique à vontade para conhecer mais sobre o sistema online vhsys.

Comece agora um teste GRÁTIS por 7 dias!

———————————————————————————————–

Planejar e controlar o financeiro do negócio é uma das tarefas mais importantes para o empreendedor. Conduzir um negócio sem planejar suas atividades, é o mesmo que pilotar um avião sem saber o plano de vôo. Sem controle o risco de ser surpreendido por imprevistos é grande, e acabar entrando em dificuldades.

Por isso é essencial conhecer os ganhos, as despesas, a verba para investimentos futuros, determinar pontos a melhorar, e estabelecer metas de crescimento.

O ponto chave para manter o negócio saudável é um bom controle financeiro, e o conhecimento aprofundado das movimentações.

Sendo assim, se ainda não possui um controle adequado e trabalha sem ter objetivos definidos para o futuro, é o momento de começar. Hoje mesmo destine um tempo para organizar as finanças, analisar relatórios e verificar o que precisa ser feito para que seu negócio cresça.

Espero que essas dicas possam ajudar a estabelecer mudanças no seu dia a dia e na maneira que administra a gestão financeira da empresa. 

Até a próxima!

4 COMENTÁRIOS

  1. Prezados, visando um melhor controle financeiro, não consegui fazer que RECEITAS DE SERVIÇOS RECORRENTES, sejam vistas na DRE ou no Fluxo de Caixa nos meses futuros.

    Existe como?

    Desde já grato…

    • Olá, Leonardo. Tudo bem?
      Sim, isso é possível. As categorias financeiras alimentam o DRE. Ou seja, basta você definir a categoria para o serviço gerado no cadastro de um serviço recorrente.
      Assim que estiver vinculado a categoria ao serviço recorrente, o lançamento que vai ser gerado no contas a receber estará junto à mesma categoria.

      Se ainda tiver alguma dúvida, conte com a gente!

      Até mais 😀

    • Olá, Hamilton. Como vai?
      Agradecemos o seu interesse no nosso sistema 😀
      Algum dos nossos especialistas entrará em contato com você em breve para sanar todas as dúvidas que tiver sobre o vhsys.

      Até mais 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assuntos relacionados

Cadastro Newsletter

Fique por dentro dos principais assuntos do mundo do empreendedorismo. Atualize seus conhecimentos, baixando materiais como ebooks, planilhas, vídeos e muito mais.