Conecte-se ao empreendedorismo

Simples Nacional: como distribuir os lucros?

Tempo de Leitura: 2 minutos
ERP completo +  Conta PJ Integrada + Maquininha Stone com mensalidade zero

Supere seus concorrentes com a Gestão Integrada

Organize suas finanças e aumente suas vendas, tudo em um só lugar!

Optar pelo Simples Nacional além da praticidade, em função da menor burocracia, ainda pode trazer benefícios tributários. Por isso, neste artigo vamos falar sobre a distribuição de lucros do Simples Nacional.

Estão previstas pela legislação brasileira duas formas pelas quais as empresas podem remunerar seus sócios: pró-labore e distribuição de lucros.

A primeira, pró-labore é o “salário” que o sócio recebe.  Já falamos sobre isso neste artigo. E a segunda é a distribuição de lucros, também chamada de dividendos, é o montante que cabe ao sócio – quer ele trabalhe na empresa ou não .

Independente da forma escolhida a empresa deve prestar atenção às regras tributárias que regem a remuneração dos sócios. Segundo a legislação são isentos consideram-se isentos os valores pagos, ou distribuídos ao titular ou sócio de microempresa ou empresa de pequeno porte optante pelo simples nacional. Exceto os valores referentes a pró-labore, aluguéis e serviços prestados.

>> Conheça o que é Simples Nacional: alíquotas, tabelas e impostos

Aumente a produtividade da sua empresa com o sistema de gestão do VHSYS

Como realizar a distribuição de lucros?

Para empresas comerciais aplica-se o porcentual de 8%, sobre o valor da receita do mês. Exemplo:

Empresa comercial, renda bruta mensal de R$100.000,00. Receita bruta acumulada em 12 meses de R$500.00.00.

R$100.000,00 x: 8%: R$ 8.000,00

Do valor apurado, será subtraído o valor devido ao SIMPLES Nacional,relativo ao IRPJ – que para atividade comercial é  de 0,35 (correspondente à atividade comercial) R$175,00.

R$ 8.000,00 – R$ 175,00 = R$ 7,825,00

Deste modo, o valor a ser dividido entre os sócios é de R$ 7,825,00

Para prestadoras de serviços

As empresas prestadoras de serviços podem consultar com o caminho parecido, buscar qual a alíquota e o porcentual referente ao lucro mensal. Essas informações estão disponíveis no site do SIMPLES NACIONAL. Por exemplo:

Para esse segmento a lei permite que o lucro isento para uma empresa que fature até R$ 100.000,00 o lucro isento é de no máximo 32% da receita. Ou seja: R$ 32.000,00

Para realizar esses cálculos é importante contar com a assessoria de bons profissionais. Em outros artigos neste blog falamos sobre as diferenças entre lucro real e presumido. Além disso, entender as nuances técnicas ajuda, aproximar-se desses conceitos pode ajudá-lo na hora de tomar decisões em sua empresa.

Resta alguma dúvida? Comente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de gestão online

Preencha os dados para iniciar
seu teste grátis de 7 dias no ERP vhsys.

Sistema de gestão online

Experimente grátis por 7 dias!