Conecte-se ao conhecimento

Sistema de Gestão Online

Aprenda o que é SEO e quais práticas ajudam a melhorar o seu site

Se o site ou o blog da sua empresa está ausente dos principais mecanismos de pesquisa, saiba que o problema pode envolver SEO.

Sabe quando você faz uma busca no Google, por exemplo, e aparecem vários sites para você? Isso acontece porque esses sites estão bem classificados nos resultados da pesquisa orgânica.

E o SEO é uma parte muito importante nesse processo. 

Neste artigo, você vai entender melhor como essa estratégia funciona na prática e como você pode melhorar os resultados do seu site com SEO. 

Confira!

O que é SEO e por que ele é importante para o meu site?

Para começar, vamos entender o que é o SEO.

O SEO, Search Engine Optimization, em português Otimização de Mecanismos de Busca. é a prática de otimizar um site ou página da web para aumentar a quantidade e a qualidade do tráfego a partir dos resultados orgânicos de um motor de busca. 

Uma das funções mais importantes do SEO é aumentar a visibilidade do site para que seja encontrado com mais facilidade quando alguém pesquisar algo relacionado à atividade do negócio. 

A visibilidade está diretamente relacionada à sua classificação. Ou seja, quanto mais elevada for a classificação na página de resultados do motor de pesquisa (SERP), maior será a probabilidade dos clientes encontrarem e clicarem no site.

Como funcionam os motores de busca?

Os motores de busca são como um armário de arquivo digital em que todo o espaço é destinado a uma coleção de informações.

Atualmente o principal buscador que temos é o Google. São cerca de 40.000 de buscas por segundo e ele é ponto de partida para que o usuário encontre o que está procurando.

Como funciona o SEO?

Na prática, o SEO funciona como um otimizador do seu site para o mecanismo de pesquisa que você deseja classificar, como Google, Bing, YouTube, entre outros.

O principal trabalho é garantir que um motor de busca veja o seu domínio como o melhor resultado geral para uma pesquisa específica. 

Por exemplo, quando falamos em Google, a pesquisa funciona a partir de três etapas básicas para gerar os resultados: rastreamento, indexação e classificação.

Rastreamento

Na parte de rastreamento, o robô do mecanismo de pesquisa examina o conteúdo da Internet e verifica o que há em cada URL encontrado por meio do código.

Isso serve para o Google analisar o conteúdo, tanto textual quanto não textual, medindo a relevância dele para as pessoas que estão procurando algo sobre aquilo.

E aí só então o Google decide em qual posição o conteúdo deve aparecer nos resultados de pesquisa.

Indexação

Na indexação, o Google foca na identificação do conteúdo, analisando e catalogando imagens e vídeos para saber sobre o que ele trata em específico.

Logo que identificadas essas informações ficam registradas no índice do Google, um grande banco de dados.

Assim que a página do conteúdo entrar no índice, ela será executada como resultado de consultas relacionadas.

Classificação

A classificação é a etapa responsável por mostrar o melhor resultado quando um usuário faz uma consulta. Ou seja, os conteúdos aparecerão do mais relevante para o menos relevante, de acordo com a busca realizada. 

Dentre os fatos considerados pelo Google para fornecer o melhor resultado para a pesquisa estão: localização, idioma e dispositivo (desktop ou smartphone).

Qual a diferença entre resultados orgânicos e pagos?

As páginas de resultados do mecanismo de pesquisa são separadas em duas seções distintas: resultados orgânicos e pagos.

Resultados de pesquisa orgânica

Os resultados orgânicos, como são chamados, são resultados classificados com base 100% no mérito da página ou do domínio. Ou seja, não há como pagar o mecanismo de busca para elevar a classificação nos resultados desse tipo de pesquisa.

Os mecanismos de busca consideram diferentes fatores para dar a uma página uma boa classificação na página de pesquisa. Mas, em geral, os principais são relevância e confiabilidade.

Resultados pagos 

Os resultados de pesquisa paga são anúncios que, geralmente, aparecem acima ou abaixo dos resultados orgânicos. 

Como o próprio nome sugere, os resultados pagos permitem que sites invistam um determinado valor para conseguir lugares de destaque nos resultados da pesquisa.

Nesse tipo de resultado, os anunciantes são classificados de acordo com o valor que estão dispostos a pagar por um único visitante, a partir de determinados resultados de pesquisa. 

O que são palavras-chave?

As palavras-chave são palavras e frases principais que as pessoas digitam nos buscadores para encontrar as informações que precisam.  Eles também são chamados de consultas de pesquisa ou “palavras-chave de SEO”.

Veja um exemplo abaixo:

A pesquisa de palavras-chave é a melhor maneira para descobrir o que mais as pessoas buscam na internet. 

Essa informação é imprescindível para construir seus conteúdos, pois é a partir das palavras-chave principais que você conseguirá enriquecer o seu texto, para que ele seja facilmente encontrado quando um usuário buscá-la na internet.

Você precisa saber disso para criar um conteúdo relevante ou evitar escrever sobre o que ninguém está procurando. A maioria das pessoas não olham nem a primeira página dos resultados de busca. Por isso é importante seu site ficar bem classificado.

Como fazer uma pesquisa de palavras-chave?

Para começar, você pode analisar a sua concorrência para encontrar alguns principais termos da área. Visite os sites e veja quais são os produtos em destaque, o que eles colocam de texto na home etc

Além dos concorrentes, você também pode (e deve) buscar a palavra na sugestão automática do buscador. Para isso, basta digitar um termo que você deseja dominar nos resultados de pesquisa que a sugestão automática do Google exibirá o que é mais buscado, como no exemplo abaixo:

É sempre bom lembrar que marcas grandes do segmento não são o seu foco nessa pesquisa. Busque concorrentes parecidos com o seu tamanho de negócio.

Você também pode contar com a ajuda de ferramentas específicas para saber alguns dados sobre a palavra-chave que você está buscando, como volume de busca, variações da palavra-chave, palavras-chave relacionadas e muito mais.

https://semrush.com

Com essas ferramentas de SEO você conseguirá ter vários insights para melhorar as palavras-chave de seu site, e assim melhorar a classificação dele.

O que é Marketing de Conteúdo?

Em poucas palavras, o Marketing de Conteúdo é o que torna a estratégia de SEO possível.

Com você leu no último tópico, o elemento essencial do SEO é a busca por palavras-chave relevantes para atribuir a um conteúdo e assim ter uma boa classificação nas páginas de resultados de pesquisa.

Através de um bom Marketing de Conteúdo, as palavras-chave são trabalhadas no texto de uma forma clara e objetiva, sem repetições ou uso inadequado de palavras, ajudando rapidamente na sua indexação.

Resumindo, SEO e Marketing de Conteúdo não são assuntos distintos. Um conteúdo sem SEO não poderá trazer bons resultados para o seu site, bem como o uso de palavras-chave fora de um contexto.

O que é SEO on page e SEO off page?

Chamamos de SEO on page todas as otimizações realizadas na página.

Por exemplo, usar a palavra-chave principal para criar um título, adicionar uma descrição na imagem do texto, definir uma URL apropriada, usar as legendas corretamente,  inserir links para outros conteúdos em seu site etc. 

Ou seja, tudo aquilo que é feito dentro de um conteúdo ou de uma página.

Já o SEO off page está relacionado às atividades fora do site. Por exemplo, o link building, que é uma estratégia de conseguir links em outros sites apontando para o seu domínio.

Mas além disso, existem outras estratégias que são consideradas SEO off page, como mídia social, participação em podcast ou youtube etc. 

Essa estratégia é o que vai ajudar a aumentar a autoridade fora da sua página.

7 dicas para melhorar o SEO seu site

Agora que você entendeu um pouco mais sobre o que é e como funciona o SEO, aqui vão algumas dicas para melhorar a sua estratégia de conteúdo no seu site ou blog. 

Confira!

1 – Publique conteúdos relevantes

Se você quer ter um bom posicionamento na primeira página de busca a partir das pesquisas do seu público, precisa promover conteúdos que sejam úteis para quem compra a sua solução.

Para isso, entenda quais são as necessidades do seu público, que formatos de conteúdo ele mais consome, quais são os principais interesses dele etc. Tudo isso vai te ajudar na hora de construir um conteúdo útil e de qualidade.

2 – Use mais do que apenas texto

O conteúdo é muito importante para o seu site, mas lembre-se que usar somente texto escrito pode não prender a atenção dos leitores. 

Usar elementos multimídias, como fotos e vídeos, vai ajudar a melhorar ainda mais a experiência do usuário. Mas antes de sair publicando vários elementos em seu conteúdo, antes de tudo, conheça o seu público para saber o que realmente ele gosta.

3 – Escreva títulos e descrições chamativos

Se você quer que o leitor clique logo de cara em seu site ao buscar alguma informações no Google, você deve oferecer um título e uma descrição atrativos. 

Para isso, existem algumas regras que você precisa seguir, como respeitar o número de caracteres permitido, que no caso é de até 30 caracteres para título e 90 para a descrição da página. 

Além disso, utilize algumas técnicas para produzir títulos e descrições mais atraentes, como enumerar dicas e passos ou então senso de importância.

4 – Promova conteúdo de qualidade

Conteúdo de alta qualidade é o principal motivador de suas classificações nos mecanismos de pesquisa. 

Podemos considerar conteúdos de qualidade, textos bem escritos e que são capazes de sanar todas ou as principais dúvidas sobre um determinado assunto.

Priorize conteúdos mais longos, sempre focando no bom uso das palavras-chave. Lembre-se que seu conteúdo deve ser escrito para pessoas e não robôs.

5 – Divida seu conteúdo

O título é outra forma de ajudar a melhorar a experiência do usuário em seu site.

Saber dividir os títulos e subtítulos, além de facilitar a leitura e a navegação do seu usuário pelo conteúdo, vai ajudar os buscadores a classificar melhor o seu conteúdo. 

Respeite a hierarquia dos títulos de seu conteúdo, partindo sempre do assunto mais geral para o mais específico.

Por exemplo, se o seu conteúdo é sobre as principais notas fiscais eletrônicas, nele você vai esclarecer sobre cada uma delas. Como no exemplo abaixo:

Título principal – Principais tipos de Notas Fiscais Eletrônicas

Título secundário – Nota Fiscal do Consumidor

6 – Otimize seu site para dispositivos móveis

O uso dos dispositivos móveis para pesquisa e compras aumentou muito nos últimos anos, o que reforça a importância de ter um site otimizado para esse aparelhos.

Se um usuário acessar o seu site por um smartphone, por exemplo, e ele não estiver otimizado para melhorar a visualização do conteúdo, isso pode prejudicar a experiência dele e afetar a sua classificação nos buscadores.

7 – Use palavras-chave

Por último, mas não menos importante: use e abuse das palavras-chave em seu conteúdo, se quiser ter um bom posicionamento nos buscadores. 

Você pode incluir a palavra-chave no título, no subtítulo e até mesmo no título de suas imagens no conteúdo. Mas isso é claro, se fizer sentido. 

Não utilize palavras-chave fora de contexto apenas para somar em seu conteúdo, pois isso pode afetar a experiência do leitor, bem como ser identificado como conteúdo de baixa qualidade pelos mecanismos de busca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assuntos relacionados

Cadastro Newsletter

Fique por dentro dos principais assuntos do mundo do empreendedorismo. Atualize seus conhecimentos, baixando materiais como ebooks, planilhas, vídeos e muito mais.