Conecte-se ao empreendedorismo

Como fazer marketing para loja virtual?

Tempo de Leitura: 10 minutos
Se você tem uma loja virtual, já deve saber da importância que o marketing digital tem quando o assunto é aumentar as suas vendas.
Como fazer marketing para loja virtual
ERP completo +  Conta PJ Integrada + Maquininha Stone com mensalidade zero

Supere seus concorrentes com a Gestão Integrada

Organize suas finanças e aumente suas vendas, tudo em um só lugar!

Neste sentido, separamos algumas dicas para que sua loja virtual cresça ainda mais através de um marketing de qualidade.

Quer saber como fazer marketing para loja virtual? Confira o artigo completo!

O que são as lojas virtuais? 

Também conhecidas como lojas online ou e-commerce, as lojas virtuais permitem a compra e venda de produtos e serviços utilizando apenas a internet. Por fornecerem muita comodidade e facilidade aos consumidores, é cada vez mais comum conhecermos novas marcas que vendem apenas online.

Afinal, também é muito rentável para os empreendedores, pois, ao contrário das lojas físicas, as lojas virtuais não precisam de um espaço físico onde os produtos são exibidos e as compras realizadas. 

Em vez disso, os produtos e serviços são hospedados em sites ou aplicativos, onde os clientes navegam pelos catálogos e fazem suas compras com total autonomia e segurança.

Para oferecer tamanha autonomia para o consumidor, as lojas virtuais precisam investir em um sistema que facilite a experiência do usuário, como sistema de pesquisa e filtros para ajudar o usuário a encontrar o que estão procurando. 

Além disso, é preciso que haja a descrição detalhada de produtos e/ou serviços, se possível, com avaliações de outros clientes e sempre com fotos de alta qualidade para que a compra seja mais assertiva.

Apesar de todos os desafios de tornar-se um e-commerce intuitivo e de fácil acesso e navegação, para os empreendedores, as lojas virtuais são uma forma acessível de iniciar um negócio ou até mesmo para expandir uma operação.

Afinal, os custos de aluguel, decoração, funcionários e grandes estoques que estão acerca da loja física, são cortados. Além disso, permitem que as empresas alcancem um público mais amplo, sem restrições geográficas impostas pelas lojas físicas. 

No entanto, operar uma loja virtual abre espaço para outros cuidados, como por exemplo, a segurança das transações online, proteção de dados dos clientes e uma logística muito eficiente para fazer a separação e entrega dos produtos.

Neste sentido, é necessário investir em sistemas para pagamentos seguros, criptografia de dados e parcerias confiáveis com serviços de transporte e logística. 

Agora que você já sabe como funciona uma loja virtual e quais os desafios e benefícios para os empreendedores, chegou a hora de saber mais sobre como o marketing ajuda a alavancar as vendas nesse mercado.

Vamos juntos?

Qual a importância do marketing para loja online

Como falamos anteriormente, as lojas online podem ser uma ótima alternativa para iniciar um negócio ou expandir operações, por esse motivo, a concorrência no mercado de e-commerce é bastante acirrada.

Neste sentido, o marketing desempenha um papel fundamental no sucesso de uma loja. Uma vez que o marketing é bem feito, as empresas conseguem ter mais visibilidade e aumentar o alcance da marca. 

Por meio de estratégias como otimização de mecanismos de busca (SEO), construção de branding, marketing de conteúdo e mídias sociais, as lojas online conseguem atrair mais visitantes para seu site e gerar um tráfego qualificado.

Além do fator do aumento das visitas qualificadas ao site, o marketing é essencial para construir e fortalecer o relacionamento com os seus clientes. Neste caso, falamos das campanhas de e-mail marketing, comunicação nas redes sociais e as interações personalizadas.

Investir em uma boa comunicação com os clientes  através do marketing cria um senso de conexão com a marca, gerando fidelização dos clientes e, consequentemente, uma ótima reputação no mercado.

Falando em reputação, o marketing é perfeito para construir uma reputação sólida de um negócio online. Com a facilidade de comunicação e compartilhamento de informações na internet, a opinião de clientes é facilmente espalhada.

Neste caso, é essencial que, por meio de um bom marketing, as lojas online cultivem uma imagem positiva, focando em experiências cada vez mais claras, com atendimento de qualidade ao cliente e canais para soluções de problemas. 

Neste sentido, o marketing pode ajudar a promover esses aspectos positivos e mitigar eventuais problemas de reputação.

Outra vantagem é a assertividade que o marketing oferece para as lojas virtuais, afinal, a partir dele é possível entender melhor o público-alvo. Por meio de análises de dados, testes A/B, pesquisas de mercado e monitoramento das interações, as lojas virtuais conseguem dados valiosos sobre quais as preferências, comportamentos e necessidades dos potenciais consumidores.

Dessa forma, as lojas conseguem criar estratégias direcionadas, melhorando a experiência do cliente com a loja e, assim, aumentar as taxas de conversão. 

Agora que você já sabe a importância do marketing para as lojas online, separamos algumas dicas de como investir nessa prática da melhor maneira possível!

Confira:

Como fazer marketing para loja virtual? 

1. Estudo de público-alvo

Esse é um dos passos mais importantes para as estratégias de marketing, é o estudo de público-alvo. Ao identificar quem são os consumidores ideais, é possível direcionar os produtos e campanhas ao público certo, maximizando o impacto das ações de marketing.

Neste sentido, o estudo de público-alvo para lojas virtuais aumenta a taxa de conversão de vendas e ainda fortalece a fidelidade do cliente. Mas, como fazer essa análise?

O primeiro passo neste estudo é compreender totalmente o produto ou serviço oferecido, por isso, é essencial ter mais clareza sobre as características, quais benefícios e qual a proposta de valor única que seu produto ou serviço oferece.

Neste caso, isso ajudará a definir o que é mais relevante para o seu público-alvo e a entender quais dados demográficos ou segmentos do mercado estão mais propensos a se interessar pelo produto ou serviço através da proposta de valor ofertada.

Além disso, essa pesquisa é fundamental para dar início às pesquisas de mercado para ter mais insumos sobre comportamento e preferências do público-alvo em potencial. 

Outro ponto importante nos estudos de público-alvo é a possibilidade de mapear a concorrência, neste caso, com os dados coletados é possível identificar lacunas no mercado que seu produto ou serviço está inserido e quais nichos ainda não foram explorados.

Neste sentido, a análise do público-alvo permite que sua empresa direcione esforços para novas oportunidades e se destaque em meio a concorrência.

Além de todos esses fatores explorados, o público-alvo é ainda mais importante no ambiente digital, afinal, os consumidores online criam expectativas diferentes em relação a experiência de compra, conveniência e segurança.

Por isso, é muito importante que as lojas online entendam a demanda de quem compra pela internet, quais canais passam mais segurança, qual a comunicação a se usar e como eles desejam interagir com a marca. Esses dados vão fazer com que você se adeque às especificidades do público online.

2. Definição de canais de aquisição

A definição dos canais de aquisição é uma etapa importante para quem trabalha com e-commerce, afinal, esses canais são responsáveis pela atração de tráfego qualificado (potenciais clientes) para o seu site e também são essenciais para a conversão desses visitantes em clientes reais.

Quando os canais corretos são escolhidos, as empresas conseguem maximizar a visibilidade da marca, expandir a base de clientes e impulsionar as vendas online.

Existem várias opções de canais de aquisição disponíveis para o marketing de lojas online e a escolha correta vai depender do público-alvo, objetivos do negócio e também do orçamento disponível para investimento.

Para te ajudar a entender quais são os canais de aquisição, elencamos alguns dos canais mais comuns utilizados no marketing para e-commerce:

Pesquisa orgânica

 A otimização para mecanismos de busca (SEO) é capaz de atrair tráfego qualificado para os sites de loja online, de maneira orgânica.

Neste caso, quando seu site é otimizado com conteúdo com palavras-chave relevantes, com uma boa estrutura, com links de qualidade e com uma experiência de usuário excepcional, é possível que o negócio apareça antes dos concorrentes nos resultados de pesquisa e atraia visitantes interessados em seus produtos ou serviços.

Vale lembrar que este canal de aquisição não tem custo por cliente, mas é preciso manter a constância e um site sempre otimizado para colher resultados a longo prazo.

Publicidade paga por clique 

Diferente da pesquisa orgânica, além da equipe de marketing responsável pelos anúncios, é preciso um investimento para pagar por clique.

Através de plataformas de publicidade como o Google Ads, os negócios criam anúncios segmentados que aparecem nos resultados de pesquisa ou em outros sites relevantes. Com essa estratégia, as empresas pagam apenas quando um usuário clica em seu anúncio. Para ser mais assertivo e não trazer tráfego desqualificado para o site, esse canal permite uma segmentação precisa e também o controle sobre o orçamento.

Redes sociais 

Com uma forte presença em plataformas como Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, as empresas conseguem se aproximar ainda mais com seu público-alvo, promover seus produtos, fornecer conteúdo relevante e direcionar tráfego para o site. 

Além disso, as redes sociais oferecem opções de publicidades pagas (assim como o Google Ads) que permitem alcançar um público específico com base em características demográficas, interesses e comportamentos.

Neste caso, é possível atingir o público-alvo assertivamente com base em características e comportamentos nas redes sociais.

Marketing de influência

Este canal de aquisição funciona por meio da parceria com influenciadores relevantes para o público-alvo, as empresas podem alcançar uma audiência maior e conquistar a confiança dos consumidores.

Neste sentido, os influenciadores promovem produtos, fornecem análises e recomendações, o que pode gerar um aumento significativo na visibilidade e nas vendas.

E-mail marketing

 O e-mail marketing é uma estratégia muito eficaz para alcançar e engajar os clientes existentes, o que é ótimo para incentivar novas compras. 

Com uma base de e-mails qualificada, é possível fomentar campanhas personalizadas, oferecer promoções exclusivas, fornecer atualizações sobre produtos e compartilhar conteúdos relevantes. 

3. Construção de branding

A construção do branding é essencial para aumentar a confiabilidade e gerar alcance da sua marca. Afinal, ter uma marca forte e reconhecível é essencial para sair à frente da concorrência, por meio de um fator muito simples: conexão real com os clientes. 

Para entender melhor, separamos alguns pontos importantes a serem considerados ao construir o branding do seu e-commerce:

Identidade da marca

Este é o primeiro passo da construção de branding e conexão com seu público. Por isso, neste momento é hora de incluir os elementos como nome da marca, logotipo, cores, estilo visual e tom de voz da sua marca.

Neste caso, esses elementos devem estar em harmonia com o negócio e o público-alvo escolhido, afinal, eles devem estar em todos os canais de comunicação online para criar uma experiência única e encantar clientes.

Proposta de valor única

A proposta de valor única é tudo que torna a sua empresa diferente das outras. 

Por esse motivo, neste momento é fundamental focar em como a sua marca resolve os problemas ou atende seus clientes de maneira única. A partir disso, é usado a proposta de valor nas estratégias de marketing e diferentes canais de comunicação e aquisição.

Experiência do cliente

Desde a navegação no site até o processo de compra e o pós-venda, é preciso que as interações do cliente com a marca sejam pensadas cuidadosamente. Por isso, fortaleça seu branding proporcionando uma navegação intuitiva no site, imagens de alta qualidade, boas descrições de produto, transparência sobre política de devolução e, é claro, atendimento eficiente.

Conteúdo relevante

Seja a empresa que se comunica bem a ponto do público querer saber qual o seu produto. Para isso, é importante fornecer um conteúdo relevante sobre o seu mercado, que seja envolvente o bastante para que o público o considere a sua marca uma autoridade no assunto.

Neste caso, você pode fornecer esses conteúdos por meio dos blogs, vídeos no youtube ou redes sociais, guias de compra, avaliações do produto e qualquer outra plataforma que agregue valor e incentive a interação com sua marca.

Presença nas redes sociais 

Ter presença ativa nas redes sociais que são relevantes para o seu público-alvo ajuda a aumentar a visibilidade da marca, a construir relacionamentos verdadeiros e, assim, gerar engajamento com os seguidores, que é fundamental para uma conexão com os clientes.

Para isso, é importante desenvolver uma estratégia de conteúdo específica para as redes sociais, com adaptações para as diferentes redes e manter a consistência de publicações.

Gestão da reputação online

As avaliações e opiniões de outros consumidores é um dos fatores mais importantes para os e-commerces, afinal, este é o canal para seus clientes em potencial se informarem sobre a qualidade dos produtos e serviços oferecidos.

Neste caso, é importante fortalecer o valor da sua marca através do monitoramento constante dos canais disponíveis para avaliação e oferecer respostas objetivas em tempo hábil.

Isso demonstra o comprometimento da sua marca com a satisfação do cliente e contribui grandemente para uma boa reputação!

4. Estratégias de atuação nos canais de aquisição

Este passo é essencial para aplicar os conceitos acima, afinal, uma boa estratégia nos canais de aquisição ajudam a direcionar corretamente os esforços e recursos disponíveis para maximizar o retorno sobre o investimento e impulsionar as vendas online.

Porém, cada um dos canais possuem características únicas e têm demandas específicas que precisam de diferentes abordagens. Para te ajudar, separamos alguns exemplos de estratégias e boas práticas nos diferentes canais de aquisição!

Pesquisa orgânica (SEO)

Comece pela pesquisa de quais palavras-chave são relevantes para o seu negócio e otimize o conteúdo do site para melhorar o ranqueamento nos mecanismos de busca.

Outro ponto importante é criar conteúdo de qualidade que seja relevante e otimizado para as boas práticas de SEO. Se você ainda não sabe por onde começar, inicie pela descrição dos produtos, invista em um blog e também nos guias de compra.

Por último, mas não menos importante, é importante também construir uma estrutura de URL que seja amigável e garantir que o seu site esteja otimizado em relação a velocidade de carregamento e responsividade.

Publicidade paga por clique

Neste caso, também é bastante importante aproveitar a pesquisa de palavras-chave, pois, só assim será possível criar campanhas segmentadas com anúncios relevantes.

Ainda assim, é preciso ter em mente que investir em mídia paga é fazer testes e saber o que funciona. Neste sentido, realize também testes A/B para otimizar os anúncios e páginas de destino.

Outro ponto essencial é definir as estratégias de lances adequados para maximizar o retorno sobre o investimento.

Redes sociais

A estratégia principal é identificar quais redes sociais são mais relevantes para o público-alvo. Após esse passo, é importante voltar a atenção para manter uma presença ativa nas redes identificadas.

Outro ponto importante é desenvolver conteúdos compartilháveis, com imagens em alta resolução e atraentes, vídeos informativos ou cases de sucesso de outros clientes.

Além disso, você pode investir em publicidade paga nas redes sociais para alcançar um público específico.

Marketing de influência

Neste caso, além de identificar quais são os influenciadores que fazem sentido para seu negócio e público, também é importante criar programas de afiliados que incentivem os influenciadores a promoverem os produtos ou serviços.

Outro ponto importante para as estratégias é sempre monitorar e avaliar o desempenho das parcerias de marketing de influência para ajustar sua estratégia conforme necessidade.

E-mail marketing

Para o canal de e-mail marketing, é essencial criar campanhas de e-mail personalizadas com base no comportamento de clientes. Afinal, este canal é ótimo para remarketing.

Não se esqueça de automatizar esse processo e utilizar plataformas de automação de e-mail para enviar mensagens certeiras em momentos estratégicos do seu funil de vendas.

5. Atendimento personalizado

Com a concorrência em crescimento, é essencial que a sua loja online ganhe clientes na fase de experiência do cliente também. Uma das maneiras de fazer com que os clientes se encantem pela sua marca é utilizar um atendimento personalizado.

Essa é uma maneira de construir relacionamentos duradouros, aumentar as chances de indicação para futuros clientes e aumentar o nível de satisfação do cliente.

Para isso, é fundamental seguir as dicas supracitadas, afinal, conhecer seu cliente e público-alvo faz com que seu negócio tenha insumos para personalizar a jornada de compra e pós-venda também. 

Seja com interações em tempo real, personalização do conteúdo, programa de recompensas ou acompanhamento no pós-venda, o importante é personalizar a experiência do consumidor da forma que for mais eficiente para seu negócio.

6. Pós venda e fidelização

Ter clientes fiéis é o sonho de qualquer dono de loja, afinal, ter clientes recorrentes não apenas aumenta a receita, mas também gera defensores da marca, que podem promover sua empresa para novos clientes em potencial. 

Para te ajudar, separamos algumas dicas de como conquistar clientes fiéis através do pós-venda:

Comunicação contínua

A comunicação contínua diz respeito às comunicações regulares como e-mails relevantes, newsletter sobre o e-commerce ou mensagens personalizadas. Neste caso, as lojas podem incluir atualizações de estoque, promoções especiais, conteúdos informativos e dicas relacionadas aos produtos disponíveis.

Atendimento ao cliente 

Um bom canal de interações pós-venda faz toda a diferença para o consumidor. Por isso, invista em um time que consiga tratar prontamente as dúvidas dos clientes, fornecendo soluções eficazes através de uma comunicação assertiva e empática.

A experiência de atendimento bem sucedida tem forte impacto na percepção da marca.

Programas de fidelidade e recompensas

Uma ótima estratégia para fidelizar clientes é criar programas que incentivem o seu cliente a comprar sempre em sua loja. Neste caso, ofereça descontos exclusivos, sistemas de pontos, cashback ou até mesmo brindes para aqueles que sempre consomem seu produto.

Procurando por mais dicas para sua loja virtual?

No blog da vhsys você encontra diversos conteúdos para empreendedores de diferentes ramos, confira as diferentes categorias e encontre o artigo perfeito para sua dúvida!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de gestão online

Preencha os dados para iniciar
seu teste grátis de 7 dias no ERP vhsys.

Sistema de gestão online

Experimente grátis por 7 dias!