Conecte-se ao empreendedorismo

Investir em Atacado ou Varejo?

Tempo de Leitura: 4 minutos
Em algum momento, os comerciantes de produtos físicos precisaram decidir se venderiam suas mercadorias em atacado ou em varejo. Entenda o que diferencia essas duas modalidades de vendas e conheça suas vantagens.

A economia brasileira é fortemente influenciada pelas vendas realizadas em atacado e em varejo. São bilhões de reais faturados anualmente. Contudo, esses dois modelos apresentam características distintas.

Por exemplo, enquanto os atacadistas atendem outros comércios e pequenos distribuidores, os varejistas têm o contato diretamente com o consumidor final. Mas você se engana ao achar que é somente isso que os diferencia.

Se você tem interesse em entender quais são as características e as vantagens desses dois modelos de vendas, este conteúdo é para você! Ao longo deste texto, abordaremos os seguintes tópicos:

O que são vendas no atacado?

Um comércio atacadista é caracterizado por vender produtos físicos em grandes escalas e por menores preços unitários. Além disso, podemos definir um modelo de vendas de um empreendimento como atacado por meio do público-alvo que ele atende.

Por exemplo, esses negócios costumam destinar seus produtos a outras empresas e a pequenos distribuidores. Geralmente, são fábricas e indústrias que fecham parcerias com os comerciantes varejistas, para que eles possam vender os seus produtos.

Para facilitar a compreensão, imagine uma fábrica que produz palha de aço. Normalmente, para comprar algumas unidades de suas mercadorias, o consumidor final não irá até ela. Não seria vantajoso para ambas as partes. Por conta disso, a fábrica distribui seus produtos em supermercados, para que os clientes possam comprá-los.

Porém, uma outra saída seria a venda de produtos para pequenos distribuidores. Por exemplo, um distribuidor pode comprar uma quantidade maior de um determinado produto e vender para os comerciantes ou outras empresas.

Vale destacar que esse modelo de vendas apresenta um preço unitário menor, por conta da empresa vender em larga escala. Dessa forma, a receita da operação é proveniente do alto volume de vendas e não da alta margem de lucro.

O que são vendas no varejo?

Podemos caracterizar as vendas no varejo por serem em pequena escala e por ter como público-alvo o consumidor final. Nesse modelo, é comum que os produtos apresentem o preço unitário maior, uma vez que o cliente costuma comprar poucas unidades por vez.

Dessa forma, os donos de comércios varejistas colocam preços mais elevados, para que eles aumentem a sua margem de lucro e garantam a rentabilidade do empreendimento.

Apesar desse modelo atrair muitos clientes e realizar muitas vendas, o ticket médio da operação é baixo, se comparado às atividades do atacado. Por exemplo, quando você vai ao mercado, gasta algo em torno de R$700,00. Porém, uma empresa que compra mercadorias no atacado gasta muito mais do que isso.

Qual a Diferença entre Atacado e Varejo?

A principal diferença entre atacado e varejo está no público-alvo. Enquanto o atacado busca como clientes comércios que comprem seus produtos em grande escala, o varejo visa atender as necessidades dos consumidores finais que compram os produtos em pequenas quantidades.

Um outro ponto que difere esses dois modelos está no preço. Por ter uma grande escala de vendas, o atacado consegue oferecer preços unitários menores para os seus clientes. Já o varejo, por vender em pequena escala, tem que colocar uma margem de lucro mais alta em cima do produto, o que acaba o encarecendo.

Também podemos notar algumas diferenças no que diz respeito à infraestrutura. Por exemplo, para atender os clientes, os comerciantes varejistas precisam de uma equipe de vendas maior e de uma loja atrativa e acolhedora. Já os atacadistas, não precisam de um time muito grande e o espaço físico não exige nenhum grau de sofisticação elevado.

É Melhor Vender no Atacado ou Varejo?

A resposta mais correta para essa pergunta é: depende! Ambos modelos de vendas possuem suas vantagens e desvantagens. Para escolher entre eles, você precisa entender muito bem sobre o seu empreendimento e sobre o seu público-alvo.

Por exemplo, imagine que você tenha um mercadinho de bairro. Faz sentido você estabelecer que o cliente só pode comprar creme dental se ele levar uma caixa com 72 unidades? Com certeza, você perderia muitas vendas.

Portanto, é de extrema importância entender quem são os seus clientes e quais são as formas que eles consomem os produtos que você vende. Feito isso, você conseguirá entender qual é o modelo de vendas ideal para o seu negócio.

Quais são as Vantagens de Vender no Atacado?

No atacado, há uma maior previsibilidade de receita, uma vez que a empresa mantém uma relação mais duradoura com o cliente. Um outro ponto que podemos levar em consideração é o fato das vendas no atacado apresentarem um ticket médio maior. Isso ocorre como consequência da venda de um alto volume de produtos de uma única vez.

Por fim, comércios atacadistas não precisam de ambientes físicos sofisticados e acolhedores, como dito anteriormente. Em sua grande maioria, os atacados utilizam grandes galpões ou armazéns. Além disso, para atender os seus clientes, não precisam de muitos funcionários.

Quem deve Investir em Varejo?

Se você comercializa produtos físicos e o público-alvo do seu empreendimento é o consumidor final, você deve investir em varejo. Nesse modelo, além de vender mais vezes,  é possível ter um grande número de clientes.

Em um comércio varejista, os clientes costumam comprar poucas unidades de uma gama de produtos. Por conta dessa dinâmica, é natural que os donos desses negócios coloquem uma margem de lucro maior em cima das mercadorias vendidas.

Isso, sem levarmos em consideração o fato desse setor ser um dos que apresentam os melhores desempenhos, dentro da economia brasileira. Como a maior parte da população adquire produtos físicos dos varejistas, esse modelo de vendas engloba a maior parte dos consumidores do mercado.

Conclusão

No varejo, os comerciantes precisam fazer maiores investimentos em infraestrutura, estoque e funcionários. Contudo, o fluxo de vendas das mercadorias, o número de clientes e a margem de lucro dos produtos são maiores.

Já no atacado, as empresas possuem um ticket médio elevado, maior previsibilidade de faturamento e uma parceria duradoura com os seus clientes. Porém, exige uma maior atenção aos compradores e um elevado esforço para fidelizá-los.

Agora que você entendeu a diferença entre esses dois modelos de vendas, tá na hora de descobrirmos o que eles têm em comum: ambos precisam de uma boa gestão!

Se você quer entender como melhorar o gerenciamento do seu negócio, continue acompanhando os conteúdos que compartilhamos em nosso blog. Aqui, falamos sobre metodologias e ferramentas de gestão que te auxiliarão a aumentar a receita do seu empreendimento. Clicando no botão abaixo faça um teste grátis da vhsys.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Teste Grátis Hoje!

Clicando em ”Iniciar o teste” você concorda com nossos termos de uso