Vendas online: como fazer o envio das mercadorias?

24.03.2020

Em tempos difíceis como o que passamos, é importante facilitar a vida do seu cliente, oferecendo alternativas para que ele continue comprando as mercadorias que precisa sem precisar que sair de casa. 

Mas como fazer isso?

Pois bem, para vender em meio a pandemia do covid-19 é necessário contar com a ajuda da tecnologia e conhecer os canais de venda online e de envio disponíveis, pensando nas melhores formas de utilizá-los no seu negócio.

Para manter seu negócio funcionando e ainda seguir as determinações de quarentena, vamos te apresentar algumas ideias e dicas valiosas de como enviar as mercadorias para seus clientes. Continue a leitura! 

Como continuar vendendo em meio a pandemia do Coronavírus?

Explorar os canais de vendas online são ótimas formas de continuar vendendo diante da pandemia do Covid-19.

Ao disponibilizar atendimento via internet, os clientes não precisam sair de suas casas para comprar. Mas independentemente do tamanho da equipe, é necessário montar um processo simples de atendimento ao cliente, recebimento dos pedidos e logística de envio.

Tendo tudo isso em mente, chegou o momento de conhecer alguns canais de vendas gratuitos e de fácil utilização, e o melhor, você só precisa ter um computador ou smartphone com acesso a internet para começar a vender.

Ferramentas para vender online

WhatsApp: é um excelente ferramenta para enviar promoções, abordar clientes e vender, já que a taxa de abertura das mensagens chega a 96%. 

Então é só pensar em um bom script e começar a enviar mensagens para sua base de clientes.

Marketplaces: são plataformas online onde é possível cadastrar seus produtos e vendê-los por lá. Os mais populares do momento são: Mercado Livre, Amazon, Americanas.com e Magazine Luiza.

Se ainda não possui cadastro nessas plataformas, é importante entender como cada uma delas funciona antes de começar a vender.

Redes Sociais: atualmente, 140 milhões de brasileiros estão nas redes sociais. Isso significa que além de se conectar com pessoas, as redes sociais também são ótimas ferramentas para estabelecer um relacionamento com possíveis clientes e passar a oferecer seus produtos e soluções. 

E-commerce: criar uma loja virtual para expor o seu negócio na internet é essencial para que as pessoas possam encontrar com mais facilidade seus produtos, fazendo uma pesquisa nos mecanismos de busca, por exemplo.

Então, vale a pena fazer uma análise para investir em uma plataforma única e personalizada para expor o seu negócio no ambiente virtual.

Televendas: a ideia é se relacionar com os clientes atuais, receber os novos pedidos e também prospectar novos clientes.

Existem muitas opções para que seu negócio continue faturando neste período. Além disso, é um momento oportuno para usar a criatividade e oferecer seus produtos ou serviços de formas diferentes da habitual e  pensando sempre nas necessidades atuais dos clientes.

Além de encontrar os produtos que necessita sem sair de casa, os clientes também precisam que essas mercadorias cheguem até eles com agilidade e rapidez. Sabendo disso, vamos listar no próximo tópico as melhores formas para fazer suas entregas com segurança.  

Como fazer o envio das mercadorias?

Ao ofertar produtos online, devemos oferecer a melhor forma de envio para que o cliente receba a encomenda na sua casa com agilidade e segurança.

Outro ponto que requer atenção é o valor do frete ou da entrega. Diante da situação, vale oferecer até mesmo entregas gratuitas ou então pense até onde é justo cobrar do seu cliente pela entrega.

Ao oferecer a opção de delivery para clientes da sua região e analise uma distância que pode ficar isenta da taxa de entrega. Isso pode ter usado como argumento de venda também.

Agora, conheça algumas formas eficientes de envio:

  • Entrega com carro próprio

Se a sua estratégia é vender para clientes que residem pelas redondezas ou na mesma cidade, pode considerar as entregas com veículo. Desta forma, é possível agendar a entrega e combinar o horário exato para o recebimento.

  • Entrega via motoboy

Nesse caso, você pode contratar um motoboy freelancer para fazer as entregas de seu negócio, ou então, contratar uma empresa especializada em entregas via motoboy, aumentando a qualidade e a agilidade.

Além dessas opções, você também já deve ter ouvido falar nos aplicativos de entregas como o James Delivery, Uber Eats e o Rappi. Esses aplicativos são de fácil acesso para o usuário e o lojista só precisa efetuar um cadastro para que os clientes possam solicitar as entregas. 

  • Entrega via correios

Os correios é a forma de envio mais conhecida pelas pessoas e a opção mais apropriada para entregas de longa distância. Além disso, ainda existem condições especiais e descontos para lojistas que vendem online. 

Para garantir os descontos, é preciso fazer um contrato junto aos correios e, após isso, você pagará por todos os fretes de uma só vez por uma fatura mensal.

Mas fique atento, pois existem cuidados e regras a serem seguidas sobre as embalagens, além do limite de peso da encomenda que não deve ultrapassar 30 quilos.

  • Entrega por transportadoras

As transportadoras também são boas opções para entregas de longa distância e, diferente dos correios, não possuem limites de peso para as mercadorias. Esta opção pode ser ideal caso sua loja venda produtos que possuem mais de 30 quilos.

Como manter a organização do negócio e minimizar prejuízos?

Diante da necessidade de adequar seu negócio à paralisação e continuar faturando, não podemos deixar de manter a organização.

Fazer uma gestão adequada pode minimizar erros e, para descomplicar todo o processo de organização e gestão, existem sistemas próprios para isso, como o vhsys.

O sistema simplifica a vida do empreendedor e otimiza o controle de estoque, vendas, financeiro e até custos adicionais com fretes e envios, tudo de maneira integrada.

Dicas para minimizar erros e prejuízos

  1. Analise a situação atual da empresa e crie a partir dela um planejamento estratégico para manter a empresa funcionando durante e depois à paralisação;
  2. Consulte seus fornecedores quanto a quarentena para garantir que você não fique sem os produtos ou matéria prima necessária para continuar as atividades;
  3. Faça o pedido apenas dos materiais necessários, para não acumular grandes quantidades em estoque;
  4. Corte gastos desnecessários;
  5. Cuide muito bem das finanças;
  6. Busque sempre ouvir o cliente;
  7. Inove e reinvente seu negócio sempre que necessário.

Espero que este artigo tenha sido de grande utilidade para você.

Mas caso ainda tenha restado alguma dúvida deixe seu comentário logo abaixo. Até a próxima!

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça o VHSYS

Sistema de

Gestão Completa VHSYS

Emita Notas Fiscais

Gerencie as Vendas

Controle o Estoque

Organize seu Financeiro

Saiba mais
Desbloquear conteúdos

Torne-se um empreendedor de sucesso. Tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos gratuitamente.