Conecte-se ao empreendedorismo

Como gerar boletos? Veja 5 dicas sobre o processo

Tempo de Leitura: 4 minutos
como gerar boletos
ERP completo +  Conta PJ Integrada + Maquininha Stone com mensalidade zero

Supere seus concorrentes com a Gestão Integrada

Organize suas finanças e aumente suas vendas, tudo em um só lugar!

As vendas de serviços ou produtos são o objetivo de toda empresa. E, para que todo esse processo culmine com a satisfação do cliente, oferecer diferentes formas de pagamentos é essencial. 

As cobranças em boletos são uma opção que agiliza o recebimento, por parte de sua empresa, além de facilitar a vida do cliente.

Mas, se você ainda tem dúvidas sobre como fazer cobranças por boleto e gerá-los de forma eficiente e rápida, continue lendo este artigo!

Afinal, este texto é para te ajudar a gerar boletos mais facilmente! Vamos juntos?

Como gerar boletos?

Geralmente, empresas geram um número maior de boletos do que pessoas físicas e, por esse motivo, o processo precisa ser prático e eficiente. Neste sentido, o mercado oferece diferentes meios de fazer essa cobrança.

Para ficar mais claro, listamos algumas das opções mais comuns de serem usadas por CNPJ:

  • Boleto através de instituição bancária: neste caso, é possível estabelecer uma parceria com um banco e utilizar os serviços oferecidos por ele para gerar boletos. Assim, a empresa precisará seguir os procedimentos estabelecidos pelo banco, como a utilização de um sistema específico ou a contratação de um serviço de emissão de boletos.
  • Plataformas de pagamentos: há diversas plataformas de pagamentos disponíveis no mercado que oferecem serviços completos de emissão de boletos. Neste caso, algumas possuem integração com diferentes bancos e oferecem recursos adicionais, como envio de boletos por e-mail e acompanhamento dos pagamentos.
  • Emissão pelo banco: também é possível emitir boletos diretamente através do seu banco. Para isso, é necessário ter uma conta empresarial e acessar o sistema de internet banking disponibilizado pelo banco.
  • Softwares de gestão financeira: alguns softwares de gestão financeira oferecem a funcionalidade de geração de boletos, permitindo que a empresa emita os documentos de forma integrada ao seu sistema de controle financeiro.

Quais os tipos de cobranças em boletos?

Para gerir de modo adequado os boletos em sua empresa é necessário entender como as instituições financeiras trabalham com os mesmos. A nossa primeira dica é buscar essa informação na fonte: visite seu banco.

Ao visitar o banco onde sua empresa mantém conta, verifique com o gerente quais os tipos de cobranças oferecidas. E avalie qual as mais indicadas para o seu tipo de negócio.

As carteiras de cobranças não registradas, por exemplo, o banco só cobra a taxa após o pagamento do boleto ser efetuado pelo seu cliente. Na modalidade de carteiras registradas, no entanto, o pagamento deve ser feito a cada emissão de boleto realizado, independente do pagamento por parte do seu cliente. A vantagem nesses casos consiste na possibilidade de “protesto” do boleto, por exemplo, em caso de inadimplência. Essa modalidade oferece ainda outros benefícios e serviços atrelados, daí a importância de conversar com seu gerente.

A gestão dos boletos deve ser operada de modo cirúrgico. Para isso, é importante ter uma previsão aproximada da quantidade de boletos que serão gerados, em determinado período. Essa estimativa pode servir como trunfo na negociação com os bancos, por menores taxas.

A utilização de um programa emissor de boletos é outra ferramenta importante na hora de gerir suas cobranças. 

O vhsys é um sistema de emissão de boletos que integra esse a outros processos da empresa. Desse modo, é possível ter uma visão mais abrangente da organização financeira e das rotinas administrativas de seu negócio.

A automatização das rotinas e processos, bem como a integração de diferentes áreas, em uma empresa, é a chave para o sucesso. Isso porque com a agilidade que se alcança, o modo de realizar suas compras e vendas é melhorado. 

A regra é que quanto se investe em programas de gestão, ganha-se em todos os setores da empresa.

5 dicas para emitir boletos

Agora que você já sabe como gerar boletos e qual a importância da automatização de alguns processos relacionados a essa prática, separamos 6 dicas essenciais quando o assunto for emissão de boletos.

Vamos juntos?

Escolha a sua plataforma de pagamentos

Com essa escolha em mão, saiba que o processo já está com “meio caminho andado”. Afinal, ao escolher uma plataforma de pagamentos que seja confiável, o processo de emissão de boletos é significativamente facilitado.

Ao depender da plataforma escolhida, sua empresa pode contar com outros recursos de automatização, dessa forma, além de emitir boletos rapidamente, você tem acesso a relatórios financeiros e tem total controle de contas.

Tenha um sistema de gestão financeira

Como falamos anteriormente, um software de gestão financeira pode ser um grande aliado na emissão de boletos. Com essa tecnologia, é possível automatizar o processo de criação, envio e controle de boletos, dessa forma, os erros são reduzidos e o tempo da operação também.

Além disso, é possível fazer diferentes integrações com instituições bancárias, ao depender da sua escolha. 

Software com integração com o banco

E por falar nessa funcionalidade, aqui está mais uma dica valiosa para emissão de boletos: software com integração com o banco. 

Essa dica vai, principalmente, para empresas que realizam um grande volume de emissão de boletos. Neste caso, essa opção pode dar mais controle para os empreendedores e, com certeza, muito mais eficiência. 

Afinal, você alia a sua gestão de negócio com dados do seu financeiro e tem tudo em um só lugar. Tanto a emissão, quanto o recebimento e toda conciliação bancária.

Defina prazos de vencimento adequadamente

Para além das dicas envolvendo tecnologia e ferramentas, existem alguns pontos essenciais que precisam ser revisitados. Um deles são os prazos de vencimento dos boletos, que precisam ser razoáveis para seus clientes e, ao mesmo tempo, também atendam às necessidades do fluxo de caixa da sua empresa.

Para conseguir definir prazos de vencimento adequados, considere os prazos de pagamento do seu mercado, tempo necessário para processar os pagamentos, dados do ciclo de produção ou de entrega dos produtos/serviços.

Acompanhamento dos pagamentos

Sem controle do seu financeiro, não há como ter uma saúde financeira. Por esse motivo, é importantíssimo que, além de emitir boletos, exista um sistema de acompanhamento estabelecido pela sua empresa. Neste caso, nos referimos a um lugar para controle e registro das datas de recebimento, contas pagas e em aberto.

Além disso, é importante frisar que, os métodos de emissão de boletos, muitas vezes podem cobrar um valor por cada boleto, sendo assim, é preciso ter um controle dessa tarifa também.

Para além desse controle, essa prática também identifica rapidamente as inadimplências, possibilitando a tomada de medidas para a recuperação de valores pendentes.

Como a conta integrada facilita na hora de gerar boletos?

Com a Conta Integrada vhsys, a sua emissão de boletos é otimizada, afinal, a baixa dos boletos é conciliada automaticamente através do ERP. Com essa função, sua empresa concentra banco e sistema de gestão em um só lugar.

Dessa forma, as informações bancárias são cruzadas automaticamente no ERP, diminuindo a taxa de erro de boletos, já que a transferência das informações para o software não é feita de forma manual e, sim, automática. Além disso, através da conciliação bancária automática, os gestores poupam tempo e ganham em eficiência.


Quer saber mais sobre essa funcionalidade do vhsys? Conheça a Conta Integrada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de gestão online

Preencha os dados para iniciar
seu teste grátis de 7 dias no ERP vhsys.

Sistema de gestão online

Experimente grátis por 7 dias!