Conecte-se ao empreendedorismo

Carta de correção de nota fiscal: para que serve e como fazer

Tempo de Leitura: 7 minutos
como fazer cartão correção de nota fiscal eletrônica
ERP completo +  Conta PJ Integrada + Maquininha Stone com mensalidade zero

Supere seus concorrentes com a Gestão Integrada

Organize suas finanças e aumente suas vendas, tudo em um só lugar!

Preencheu alguma informação errada ou precisa alterar algo na nota fiscal que já foi emitida? Não tem problema, em até 30 dias após a emissão da primeira nota, você pode emitir uma carta de correção para corrigir a falha.

Neste artigo você vai saber mais sobre esse documento, como emitir, o que pode ser corrigido e muito mais.

  1. O que é carta de correção de nota fiscal eletrônica?
  2. Qual a função de uma carta de correção?
  3. O que pode ser corrigido na carta de correção?
  4. O que não pode ser corrigido com a carta de correção de NF-e?
  5. Quando corrigir ou cancelar uma nota fiscal?
  6. Como preencher e emitir uma carta de correção?
  7. Qual é o prazo para emitir a Carta de Correção Eletrônica (CC-e)?
  8. O que acontece se eu não emitir a carta de correção no prazo?
  9. Passo a passo de como fazer uma carta de correção de nota fiscal eletrônica
  10. Facilidade com notas fiscais é com o sistema vhsys!

O que é carta de correção de nota fiscal eletrônica?

A Carta de Correção (CC-e) é um documento fiscal que serve para corrigir possíveis erros cometidos na hora do preenchimento de notas fiscais eletrônicas. 

Para fazer uma carta de correção, é necessário ter as informações da NF-e já enviadas, como o número da nota ou a chave de acesso. Ambas as informações constam na própria nota fiscal, que pode ser acessada novamente no sistema utilizado para fazer a emissão do documento. 

Qual a função de uma carta de correção?

A função da carta de correção é arrumar algum erro em uma nota fiscal já emitida, como erros de preenchimento de dados, valores ou descrição de produtos.

A sua função é corrigir erros sem a necessidade de cancelar a nota fiscal original, o que pode gerar transtornos tanto para os clientes quanto para a empresa.

Talvez você possa perguntar: “por que eu não posso simplesmente emitir uma nova nota fiscal e esquecer a errada?” 

A emissão de uma nova nota fiscal para corrigir erros na nota fiscal original pode ser considerada uma prática ilegal, pois pode gerar problemas fiscais, tributários e contábeis para ambas as partes envolvidas na compra. 

Então, o ideal é emitir a carta de correção para fazer pequenas correções de uma nota fiscal já emitida, desde que o erro seja passível de ajuste por meio desse documento e que o prazo de atualização ainda esteja válido.

O que pode ser corrigido na carta de correção?

A emissão da nota fiscal eletrônica é feita toda vez que uma empresa vende algum produto. Esse documento é uma exigência do Estado, previsto na Lei Federal nº 8.846, de 21 de janeiro de 1994, para que essas empresas registrem a comercialização de mercadorias ou prestações de serviços. 

Existem algumas situações em que o remetente do produto envia uma nota fiscal com conteúdo incorreto, seja por erro de digitação ou falta de atenção, como informar o número de mercadoria diferente do que realmente foi despachado. 

Quando isso acontece, a carta de correção eletrônica deve ser emitida. Mas lembrando que não são todas as informações que podem ser corrigidas.

Veja abaixo quais informações podem ser corrigidas com carta de correção:

  • Número da nota fiscal;
  • Valor da operação ou da prestação;
  • Dados do destinatário (nome, endereço, CPF ou CNPJ)
  • Dados do remetente (nome, endereço, CPF ou CNPJ)
  • Descrição da mercadoria;
  • Quantidade de mercadorias;
  • Peso ou volume da mercadoria;
  • Código Fiscal de Operação e Prestação (CFOP), desde que não altere a natureza dos impostos;
  • Código de Situação Tributária (CST), se não houver alteração de valores fiscais;
  • Peso, volume, acondicionamento do item, desde que não interfira na quantidade faturada do produto;
  • Data de saída (desde que seja no mesmo período de apuração do ICMS);
  • Dados do transportador – endereço do destinatário (desde que não mude totalmente);
  • Dados adicionais, como por exemplo, transportadora, nome do vendedor, número do pedido.

O que não pode ser corrigido com a carta de correção de NF-e?

Não são todas as informações que podem ser alteradas com a carta de correção, como:

  • Valores fiscais que determinam o valor do imposto, tais como: base de cálculo, alíquota, diferença de preço, quantidade, valor da operação;
  • Correção de dados cadastrais que implique mudança do remetente ou do destinatário;
  • Descrição da mercadoria que altere as alíquotas de impostos;
  • Destaque de Impostos ou quaisquer outros dados que alterem o Cálculo ou a Operação do Imposto.

Quando corrigir ou cancelar uma nota fiscal?

Se você inseriu alguma informação incorreta no documento fiscal que não pode ser corrigida pela carta de correção, a alternativa é cancelar a NF-e.

O cancelamento só pode ser feito em casos de erros de digitação ou cálculo quando a mercadoria ainda não foi enviada ou quando o cliente desistiu da compra.

Lembre-se também que as notas canceladas não podem ser recuperadas. Por isso, tenha certeza sobre o cancelamento do documento.

Mas atenção: para seguir com o cancelamento de uma nota fiscal, é preciso saber qual é o prazo instituído pela secretaria de fazenda do seu estado. Na maioria dos estados, o prazo para cancelamento de uma nota fiscal é de 24 horas após a emissão.

Carta de correção de nota fiscal: para que serve e como fazer

Como preencher e emitir uma carta de correção?

A carta de correção eletrônica é feita por meio de uma descrição textual, ou seja, você terá um campo livre para descrever tudo aquilo que deseja alterar em sua nota fiscal eletrônica (NFe).

Não existe um modelo certo ou alguma exigência específica de como você deve colocar como texto da carta de correção. Porém, é preciso seguir algumas noções para que a carta seja de fácil entendimento. São elas:

  • Descrição clara, objetiva e corrigida;
  • Preencher no mínimo 15 caracteres e máximo 1000 no campo “novo valor”;
  • Não ter acentos ou símbolos especiais.

Alguns exemplos sobre o que pode ser escrito na carta de correção eletrônica:

  • “Altera-se o número de volumes de 18 para 20”
  • “Altera-se a transportadora utilizada de: Transportadora ABC LTDA para Transportadora XYZ LTDA”
  • “Altera-se o peso total de 100 para 140kg”

Ou então, tem quem prefira uma formalidade maior, sendo assim:

  • “No campo descrição do produto, onde se lê: vestido amarelo Leia-se: vestido vermelho.”

Veja abaixo um exemplo de carta de correção eletrônica:

Carta de correção de nota fiscal: para que serve e como fazer

Qual é o prazo para emitir a Carta de Correção Eletrônica (CC-e)?

O prazo máximo para a emissão da Carta de Correção eletrônica é de 30 dias (720 horas), a contar da data de autorização da NF-e, conforme dita a Nota Técnica 2011.004.

O que acontece se eu não emitir a carta de correção no prazo?

Se a carta de correção não for emitida dentro do prazo estabelecido pela legislação, a nota fiscal eletrônica (NFe) emitida com erro será considerada da maneira como está. 

Por isso, é importante ficar atento para evitar erros e ter um bom sistema emissor de notas para evitar erros manuais e prejuízos.

Se já passou o prazo para cancelamento da nota fiscal e também o prazo para emissão da carta de correção, não é mais possível realizar essas correções. Nesse caso, o ideal é entrar em contato com o cliente ou fornecedor envolvido na operação e tentar resolver a situação de outra forma, como por meio de um acordo extrajudicial ou judicial. 

Em casos extremos, pode ser necessário buscar auxílio de um advogado para avaliar as possibilidades de solução para o problema.

É importante lembrar que o não cumprimento das obrigações fiscais que constam na nota fiscal eletrônica pode acarretar em multas e outras sanções, por isso é importante buscar soluções para a regularização da situação.

Quantas cartas de correção é possível emitir?

É possível fazer até 20 cartas de correção de um mesmo pedido, se ainda estiver dentro do prazo e se atender às exigências de correção. No entanto, lembre-se de que, quando você emite uma nova carta de correção, as correções da carta anterior deixam de valer.

Passo a passo de como fazer uma carta de correção de nota fiscal eletrônica

Para emitir uma carta de correção é necessário ter um sistema emissor que realiza tal atividade. 

Por isso, preparamos um passo a passo de como fazer a carta de correção eletrônica direto no sistema de gestão vhsys, um software especialista na emissão de notas e outras atividades administrativas, como controle de estoque, cadastros, vendas e finanças.

Passo 1: Acesse o menu: Vendas > Notas Fiscais.

Imagem representando o passo 1 do processo de correção de nota fiscal pelo sistema vhsys, indicando que você deve clicar em "Vendas" e então em "Notas fiscais" para prosseguir.

Passo 02: clique no botão “mais ações“ e em seguida na opção “Carta de Correção”.

Imagem representando o passo 2 do processo de correção de nota fiscal pelo sistema vhsys, com uma seta indicando que você clicar em "Mais ações" e em seguida "Carta de correção".

Passo 03: na próxima tela, você deverá incluir apenas três informações: Chave NFe, Numeração da carta e Correção.

  1. Chave NFe: informe a chave da Nota Fiscal que deseja fazer a carta de correção.
  2. Numeração da carta: é a sequência de correções da NF-e.
  3. Correção: informe a correção que deve ser feita na Nota Fiscal. (verifique com o seu contador as informações que podem ser corrigidas via carta de correção.
Imagem representando o passo 3 do processo de correção de nota fiscal pelo sistema vhsys, com as informações sobre "chanve NFe", "Numeração da carta" e "Correção".

Após preencher os dados acima clique no botão “Confirmar”.  

Passo 04: após a inutilização da nota, o sistema mostra o Protocolo de Emissão da Carta de Correção. Além disso, nos ícones à direita, é possível imprimir, enviar por e-mail ou baixar XML.

Imagem representando o passo 4 do processo de correção de nota fiscal pelo sistema vhsys, informando que a operação teve sucesso.

Prefere assistir? É só clicar no vídeo abaixo:

Facilidade com notas fiscais é com o sistema vhsys!

Se você precisa de um sistema para emitir Carta de Correção e outros documentos fiscais, como NF-e, NFC-e, NFS-e, MDF-e, CT-e, você precisa conhecer o sistema vhsys!

O vhsys é um sistema de gestão completo e integrado, com emissor de notas fiscais, ajudando não só na organização da sua empresa, mas também na emissão de seus documentos fiscais com preenchimentos automáticos para gerar agilidade e evitar erros manuais.

Aproveite e faça um teste grátis do vhsys sem compromisso, assim você pode conferir se o sistema faz sentido para o seu negócio!

12 respostas

  1. olá fiz a carta de correção e apertei confirmar, porem aparece enviando e não finaliza, ja tem uns 20 minutos. o que devo fazer? Demora assim mesmo?

    1. Olá, Cláudia
      Provavelmente pode ter ocorrido algum problema com sua conexão de internet, ou o seu sistema pode ter deslogado por ter passado algum tempo inativo.

      Nesse caso, recomendados deslogar do seu sistema e entrar novamente com o seu usário.

      Até mais.

    1. Olá, Sandra! Como vai?
      Que bom que você gostou do nosso conteúdo!
      Assine a nossa newsletter você para ficar por dentro das novidades aqui do nosso blog ?

      Até mais!

  2. Bom dia!
    Qual descrição correta a fazer no caso de fazer uma carta de correção para colocar a INSCRIÇÃO ESTADUAL

    1. Olá Ana, neste caso é uma mudança da informação e implicaria substituição ou supressão da identificação do destinatário. Orientamos que verifique com um contador para te auxiliar melhor.

      Ficamos a disposição.

  3. Quando uma nota fiscal é alterada por meio de carta de correção, como deve se proceder quanto a escrituração?

    1. Oi, Lívia. Quando uma nota fiscal é corrigida por meio de carta de correção, é essencial registrar a carta, seja física ou digitalmente, e incorporar as correções nos Livros de Saídas ou Entradas, dependendo do tipo de operação. No caso de utilização do SPED, é necessário ajustar a Escrituração Fiscal Digital (EFD) para refletir as informações corrigidas. Certifique-se de que as correções estão em conformidade com a legislação, e arquive a documentação original, a carta de correção e os registros contábeis de forma organizada. Caso a nota fiscal seja eletrônica, acompanhe o status da correção no sistema fiscal correspondente. Recomenda-se buscar assessoria contábil para assegurar a precisão e conformidade dos procedimentos, considerando a legislação específica do estado em questão. Em casos de dúvidas mais específicas, recomendamos entrar em contato com um contador ou com o suporte do seu emissor de notas. Você já usa o ERP vhsys? Um abraço.

  4. Olá, como faço para emitir carta de correção onde na nota deveria ter sido utilizado o CBNEF (Código do benefício fiscal) ?

    1. Oi, Regiane. Nesse caso, redija a Carta de Correção, mencionando o erro identificado no CBNEF e fornecendo a correção necessária. Informe claramente os dados da nota fiscal que está sendo corrigida, como número, data de emissão e demais informações relevantes. Esperamos ter ajudado. Um abraço.

  5. Tenho uma dúvida: eu, como destinatário e cliente, posso emitir essa carta de correção, ou apenas o vendedor? Pergunto isso porque verifiquei um erro na descrição do produto na nota fiscal gerada pelo vendedor e gostaria de saber se eu mesmo poderia sanar esse problema. Grato!

    1. Oi, Lennon. Tudo bem? Apenas o vendedor que emitiu a nota fiscal pode fazer a carta correção, somente quem detém o CNPJ pode fazer essa correção. Então, no seu caso, você precisa avisar o vendedor do erro para que ele cheque se será necessário corrigir. Um abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de gestão online

Preencha os dados para iniciar
seu teste grátis de 7 dias no ERP vhsys.

Sistema de gestão online

Experimente grátis por 7 dias!