Fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial
Gestão do Negócio

5 erros mais comum na hora de realizar o fluxo de caixa

5 erros mais comum na hora de realizar o fluxo de caixa

Uma das coisas que sempre comentamos aqui no blog é a importância de manter o controle financeiro do seu negócio. De nada adianta investir em diversas ações de marketing, por exemplo, se a sua gestão financeira estiver comprometida ou desatualizada.

Manter o fluxo de caixa organizado é essencial para tornar a gestão do seu negócio mais eficiente, dinâmica e com informações precisas. Afinal de contas, somente o fluxo de caixa permite que você tome decisões quanto ao planejamento financeiro, redução de custos, novos investimentos e outras movimentações financeiras.

Se suas informações de caixa não estão corretas e você não consegue obter informações pertinentes ao desempenho da sua empresa, pode ser que o fluxo de caixa esteja com alguns do erros abaixo. Confira!

1 – Não manter uma frequência de lançamento

Realizar os lançamentos em períodos quinzenais ou mensais é muito comum em pequenas e médias empresas, entretanto, essa prática é muito arriscada e pode comprometer o desempenho e a saúde financeira da empresa.

Os lançamentos devem acontecer com a mesma frequência em que ocorrem as negociações e vendas. Por exemplo, se as vendas são diárias o lançamento dos valores no fluxo de caixa deve ocorrer diariamente. Esse tipo de ação contribui para que dados sejam esquecidos.

Aumente a produtividade da sua empresa com o sistema de gestão do VHSYS

2 – Contar com o dinheiro que ainda não entrou

Como falamos acima, o fluxo de caixa é uma ferramenta muito útil para realizar previsões financeiras e, com isso, dimensionar algumas variáveis do negócio. Porém, contar com recursos que ainda não entraram é muito perigoso.

Por exemplo, uma venda é realizada em quatro vezes com a primeira parcela a ser paga pelo cliente após 30 dias. Ou seja, isso significa que o valor da primeira parcela irá entrar daqui a trinta dias e não que o montante foi vendido no mesmo dia. Esses pequenos detalhes podem fazer toda a diferença para que o empresário não conte com o dinheiro que ainda não recebeu.

3 – Não categorizar os laçamentos

Divisões de custos devem ocorrer até mesmo em empresas de pequeno porte, por exemplo, diferenciar gastos fixos dos variáveis ou até mesmo criar categorias distintas para as receitas de venda de um produto que ocorreu na loja física da venda pela loja virtual.

É importante que o empresário tenha sempre em mente que ao criar diversas categorias a sua visão se expande e a gestão financeira fica mais prática e fácil. Além disso, manter um fluxo de caixa organizado colabora para que se tenha segurança na hora de tomar decisões importantes como: cortes de gastos específicos, investimentos e muito mais.

4 – Não separar a conta pessoal da conta jurídica

Esse é um erro que está presente em diversas empresas, ainda mais quando se trata de novos negócios. Usar o caixa da empresa para cobrir despesas pessoais dos sócios é uma prática que pode ser muito nociva para a saúde financeira.

Entender que a conta jurídica é de uso exclusivo da empresa é o primeiro passo. Estabelecer um valor fixo para o pró labore e incluí-lo no planejamento mensal do fluxo de caixa pode evitar retiradas constantes e desnecessárias.

5 – Previsões superestimadas

Ser otimista na hora de criar previsões é importante, entretanto, o empreendedor deve ter cuidado para não superestimar essas projeções e acabar comprometendo todo o planejamento.

Criar uma estratégia de análise baseada no histórico da empresa, fatores sazonais, dados do mercado e no acompanhamento diário do fluxo de caixa são algumas das premissas para se ter uma previsão financeira mais realistas.

É fato que toda atividade é passível de erro, mas quanto mais o empresário estiver preparado para esses momentos, maiores serão as chances de sucesso. Contar com um sistema de gestão empresarial completo como o VHSYS é outro diferencial que ajuda nesse quesito, tenha um controle mais rígido de eficaz, clique aqui e experimente grátis.

Jorge
Sobre o autor
Jorge
Analista de SEO na VHSYS. Formado em Marketing pelo UNICURITIBA e pós-graduado em Gestão de Negócios pela UFPR.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais