Conecte-se ao conhecimento

Venda Online: 7 Técnicas e Ferramentas para escalar o seu negócio pela Internet

Criar mecanismos para impulsionar a venda online não é uma tarefa fácil, seja para quem já trabalha com o canal digital ou para quem está começando a dar os primeiros passos. Tornar o resultado escalável é um desafio que só é possível, com a ajuda de determinadas ferramentas. Porém, apenas a tecnologia não é responsável pelo sucesso de vendas na internet.

Existem técnicas e estratégias de Marketing Digital que te ajudam (e muito) a impulsionar a visibilidade dos seus produtos. A comunicação, por exemplo, é um dos principais pilares que motivam a venda, mas uma boa abordagem persuasiva aplicada no momento certo da jornada de compra do seu cliente, será o fator crucial que motivará a compra online.

Para que serve o Marketing Digital?

O Marketing Digital tem como objetivo distribuir e impulsionar uma marca (produto ou empresa), utilizando os meios online para se posicionar como autoridade e referência em seu mercado. Essas ações servirão para gerar de novas e melhores oportunidades de negócio!

Os profissionais que trabalham nessa área, são responsáveis por analisar o comportamento do seu público-alvo e criar estratégias com a finalidade de melhorar e encurtar os caminhos de conversão dos visitantes em clientes.

Para quem quer vender pela internet, o Marketing Digital é fundamental para alcançar visibilidade e alcance do que você tem a oferecer ao seu público-alvo, seja via e-commerce, marketplace, redes sociais, programa de afiliados, e-mail marketing ou mesclando cada um deles (dependendo do seu projeto).

Seja qual for o meio escolhido pelo seu negócio, boas práticas e visões estratégicas de marketing digital, te ajudarão a ter melhores resultados.

Confira abaixo 7 dicas matadoras para melhorar a performance de vendas nos canais digitais.

#01: Gerencie a sua Comunicação nas Redes Sociais

Por menor que seja o seu modelo de negócios, é fundamental que as redes sociais sejam trabalhadas com profissionalismo. Isso porque, elas são como vitrines para atrair a atenção do seu público-alvo. Existem 2 objetivos de comunicação nas Redes Sociais: Engajar e Vender.

Engaje a sua audiência

Crie conteúdos relevantes para a persona da sua marca. Você pode trabalhar com uma linha de comunicação apenas orgânica (o que levará a um baixo alcance das suas

publicações), ou criar anúncios para melhorar o engajamento e visibilidade da sua audiência.

Para mostrar autoridade na sua página e ter um planejamento de conteúdos bem estruturado nas suas Redes Sociais, sugerimos que você use uma plataforma de Gerenciamento de Mídias Sociais. Isso porque, ela te ajudará a identificar o quanto a sua audiência está engajada com você através de relatórios e principalmente otimizará seu tempo com os agendamentos dos seus posts, garantindo a periodicidade de conteúdo que é fundamental para uma estratégia de mídia social. Você pode comparar na Kmaleon quais são as ferramentas de Gestão de Mídias Sociais mais bem avaliadas pelo mercado.

Venda nas Redes Sociais

Existem 2 formas que você pode vender nas Redes Sociais: criando anúncios, ou divulgando os seus produtos nos marketplaces oferecidos pelo Instagram e Facebook.

*Dica para as suas Mídias Pagas: crie segmentações específicas para quem realmente está interessado naquele produto. Recomendamos que você segmente os seus clientes e suba uma lista de e-mail nos seus anúncios dividida por categorias de interesse. Se o seu cliente gosta de tênis esportivo, o impacte com opções de tênis esportivos.

#02: Tenha a sua própria Loja Virtual

Dentre as vantagens de criar um e-commerce, a principal é o fortalecimento da sua marca frente ao mercado. Como você quer se posicionar? Se você quer pensar grande e expandir as suas oportunidades, então crie a sua própria loja virtual. Vale lembrar que você não precisa apenas trabalhar com o seu e-commerce, principalmente se você está começando.

Recomendamos que, principalmente para aqueles que ainda estão se familiarizando com as técnicas de Marketing Digital, continue vendendo em outros canais, como por exemplo, os grandes marketplaces.

O ponto principal em criar um comércio online é criar autoridade da sua empresa e se consolidar no mercado digital. Mas antes de sair criando um E-commerce, se organize e crie um plano de negócio e tenha muita atenção com seu plano de marketing, ele será fundamental para atrair clientes para sua loja online.

Estude como criar anúncios no Google, nas Redes Sociais, como entender o comportamento dos visitantes da sua página, aposte em ferramentas de automação de marketing e CRM.

Decidir criar uma loja virtual é um passo muito importante para o crescimento do seu negócio. Em outras palavras, você está decidindo criar um novo canal de receita e um novo ambiente para promover experiências para o seu cliente.

Existem diversos tipos plataformas de e-commerce com valores acessíveis e focadas em micro e pequenos negócios até ferramentas robustas para atender grandes empresa.

#03: Crie Comunicações para Escalar os Resultados de Vendas

Quanto mais automatizado for o seu processo de comunicação com o seu cliente, menos trabalhos manuais você terá que executar. Em outras palavras, você consegue otimizar as suas atividades e aumentar a eficiência das suas ações de comunicação.

Comunicações que são ativadas no momento certo, melhoram a experiência do cliente e, consequentemente, há mais chances de comprarem ou voltarem a comprar de você.

A automatização pode ser criada através de plataformas de Automação de Marketing ou de ferramentas de E-mail Marketing.

Plataforma de Automação de Marketing

Essa tecnologia te ajuda a atingir consumidores em potencial, comunicar de forma direcionada e nutrir os Leads (clientes em potencial) para o momento certo de compra. De forma personalizada, você pode criar rotinas de relacionamento com sua base, estruturar gatilhos, alertas e filtros para acertar no tempo de envio de mensagens.

Você otimiza o tempo da sua equipe e cria oportunidades para aumentar a sua base de Leads.

Ferramenta de E-mail Marketing

O E-mail Marketing vai te ajudar a automatizar a sua linha de comunicação por e-mail. Você pode criar fluxos de envios toda vez que uma compra for efetuada e segmentar a sua base de Leads de acordo com a sua persona.

É possível analisar as principais métricas de envio, como por exemplo taxa de abertura de e-mail, taxa de clique, quantas pessoas receberam a comunicação, bounce rate e cancelamento de inscrição.

#04: Para criar relacionamento mais próximo com o seu Cliente, use um CRM:

Trabalhar com um relacionamento próximo com quem já comprou ou quem está interessado em comprar com você, é fundamental para não desperdiçar oportunidades futuras de vendas. Pense o seguinte, você tem informações riquíssimas sobre seus clientes, como por exemplo, interesses de compra, páginas visitadas, compras passadas, entre outros.

Com essas informações, você pode mandar comunicações mais direcionada com os interesses dessa pessoa, podendo ser conteúdos relacionados a sua compra ou

produtos com ofertas imperdíveis convenientes com as preferências de consumo. Seja qual for a ação, o seu objetivo deve ser sempre mantê-lo próximo de você.

Centralizar essas os dados sobre seus clientes são essenciais, pois quanto mais você compreendê-lo, mais você poderá pensar em ações direcionadas e fazê-lo comprar novamente.

*Importante: Quanto mais assertiva, direcionada e personalizada for a sua ação/comunicação, maiores serão as chances dos seus clientes voltarem a comprar. Com uma ferramenta de CRM é possível criar uma régua de relacionamento, criar metas de vendas por dia, analisar os seus resultados em tempo real, tudo de forma visual e rápida.

Além disso, você também pode criar notificações sempre que algum cliente precisar de ajuda. Você torna o seu processo de vendas e análise de oportunidades mais robusto.

Outro ponto interessante é que, você pode integrá-lo com a sua ferramenta de automação de marketing. Essas duas plataformas juntas, tem um potencial incrível para gerar negócios, o CRM te ajuda a entender o que precisa ser dito e a automação de marketing a entregar essa comunicação e monitorar as ações dos seus clientes.

Se configurada adequadamente, você evita perder oportunidades de venda.

#05: Integre os seus Canais de Vendas Online

Hoje em dia, o que mais existe são opções para a sua venda online acontecer. A sugestão para os pequenos negócios é utilizar Hubs de Integração para centralizar e administrar em um único lugar, diferentes marketplaces.

Pense da seguinte forma, quanto mais lugares você estiver, maiores serão as suas chances de vender. Por mais que você ache que a administração de vários marketplaces seja complicada, na realidade, com uma ferramenta que integre e centralize todas as suas formas de vender, será mais simples controlar as suas vendas e o seu estoque.

Imagine o seu produto aparecendo como sugestões de compra em grandes varejistas, como Amazon, Americanas, Magazine Luiza, entre outras. Apesar dessas empresas cobrarem comissões pelo uso do espaço, é muito vantajoso utilizar a credibilidade, o alcance e a visibilidade que essas marcas já possuem.

Para você usar um Hub de Integração, você precisa ter uma plataforma de E-commerce ou ter uma ferramenta de ERP (gestão de negócios).

#06: Tenha um Sistema de Gestão Empresarial (ERP)

Sabe aquelas burocracias como por exemplo, a emissão de nota fiscal, o controle de estoque e o balanço contábil que você precisa fazer no seu negócio?

Esses fatores tiram o sono de qualquer empreendedor e muitos deles acabam perdendo muito tempo lidando manualmente com as atividades administrativas. Porém, existe uma ferramenta que torna a gestão empresa menos burocrática. As plataformas de ERP (Enterprise Resource Planning), descomplicam a gestão do seu negócio, deixando o controle administrativo da sua empresa e de CNPJ, muito mais fácil e simples.

Essas plataformas, te auxiliam (e muito) na visão geral do seu negócio e quando implementada com ferramentas de integração de marketplaces, deixam o seu processo ainda mais robusto. Veja a avaliação de um usuário sobre a sua experiência em usar o ERP do vhsys.

“Funcionalidades e aplicativos de acordo com sua necessidade, podendo tornar uma ferramenta mais específica para seu nicho de mercado, ou agregar ainda mais controle na gestão de diversas áreas.” Conheça todas as Avaliações do Software do vhsys.

#07: Analise o Comportamento dos seus Visitantes

É extremamente importante entender de onde os visitantes da sua página estão vindo e qual é o comportamento que eles têm dentro do seu site. A plataforma mais conhecida e fundamental para acompanhar o tráfego do seu site é o Google Analytics, ferramenta disponibilizada gratuitamente pela Google.

Você consegue acompanhar o número de visitantes do seu site, analisar o comportamento, quais páginas eles visitaram e de onde eles vieram: anúncio, tráfego direto, mídias sociais, e-mail marketing, entre outras opções.

Existem outras ferramentas que servem de apoio ao Google Analytics e permitem que você tenha uma compreensão mais profunda sobre o comportamento de quem acessa a sua página. Uma das funcionalidades oferecidas pela Lucky Orange, por exemplo, é criar um mapa de calor do seu site (heatmap).

Esse mapa te mostra os movimentos e os lugares mais clicados pela sua audiência. Com essa informação, você pode posicionar as suas ofertas e botões em lugares estratégicos e melhorar a experiência de quem visita a sua página. Acesse o link e conheça as ferramentas de Analytics mais utilizadas pelo mercado.

Texto por: Kmaleon – Jéssica Fernandes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assuntos relacionados

Cadastro Newsletter

Fique por dentro dos principais assuntos do mundo do empreendedorismo. Atualize seus conhecimentos, baixando materiais como ebooks, planilhas, vídeos e muito mais.