Conecte-se ao conhecimento

Sistema de Gestão Online

[Planilha] Como fazer o cálculo de horas extras e horas trabalhadas?

Todo contrato de trabalho do regime CLT possui uma série de regras legais para que que ambos os lados, empregador e empregado, cumpram com suas obrigações.

Um exemplo é a jornada de trabalho. A lei permite 8 horas por dia, sendo então 44 horas semanais. Porém,  existem casos em que os funcionários precisam permanecer na empresa por mais tempo. E para isso, existe a lei sobre horas extras.

O registro correto de entrada e saída em cada turno de trabalho é um procedimento necessário para facilitar o controle de horas trabalhadas, horas extras ou atrasos. 

Porém, muitas vezes, essa atividade é negligenciada, principalmente na gestão de micro e pequenas empresas.

Por isso, aqui neste post você vai entender melhor sobre a importância do cálculo de horas extras para seu negócio, além de que e preparamos uma Planilha de Horas Extras simples e grátis! 

O que é Hora Extra?

Hora Extra é o serviço prestado pela pessoa trabalhadora após a sua jornada diária de trabalho que, como você viu no início do post, é de 8 horas diárias e 44 horas semanais.

Assim como o nome sugere, por se tratar de hora extra trabalhada, a pessoa empregada tem o direito de receber um valor extra, sendo cinquenta por cento do valor da hora normal de trabalho.

A Consolidação das Leis do Trabalho também estabelece um limite diário de horas extras possíveis de duas horas. Além disso, o artigo 59 completa que as horas extras só podem ser realizadas mediante acordo escrito entre ambas as parte ou por meio de contrato coletivo de trabalho.

O pagamento de horas extras deve ser feito sempre em dinheiro, e caso essas horas sejam realizadas com frequência, elas integrarão a remuneração da pessoa empregada para todos os efeitos legais, como férias, FGTS etc.

O que é Banco de Horas?

Muitas empresas trabalham com banco de horas como uma alternativa de compensar as horas extras trabalhadas por meio de folgas. Esse modelo é conhecido por conta de sua flexibilidade, permitindo ser ajustado conforme necessidades da empresa e dos funcionários.

Dentro desse modelo, existem duas formas de negociação:

Banco de horas aberto: acumulam-se as horas extras, mas não é acordado o período das folgas.

Banco de horas fechado: o período para as folgas já é acordado antecipadamente pela empresa e pelos colaboradores. Mas para isso, ela deve estar prevista em acordo ou convenção coletiva.

Assim que estabelecido o acordo entre as partes, há um período de 6 meses para que a folga possa ser usada. Nos casos em que a folga não for utilizada, a empresa precisará pagar as horas extras ao empregado. 

Agora, se o colaborador possuir horas negativas, ou seja, se estiver devendo horas para a empresa, o banco poderá ser descontado do salário.

A importância do controle de horas para a empresa

O controle da jornada de trabalho dos funcionários ajuda a assegurar os direitos trabalhistas, pois com estas informações, é possível garantir o cumprimento das obrigações, como o pagamento das horas extras e do adicional noturno.

Além disso, o controle de horas é essencial para garantir que as jornadas sejam cumpridas de acordo com o contrato, como entrada, saída e intervalos, podendo controlar também as horas extras.

Cálculo de hora extra

Saber calcular corretamente as horas extras trabalhadas é importante para evitar possíveis erros de pagamento que podem ser marge para ações trabalhistas.

Para te ajudar a calcular corretamente, preparamos um passo a passo de como fazer o controle das horas desempenhadas por seus colaboradores

Passo a passo cálculo hora extra:

Para fazer o cálculo correto da hora extra, é importante conhecer os principais tipos de hora extra:

  • Normal Compensada;
  • Feriado Interjornada (antes de 11 horas de descanso);
  • Intrajornada (durante a hora de descanso/almoço);
  • Noturna normal;
  • Noturna compensada;
  • Noturna feriado;
  • DSR (Descanso Semanal Remunerado);
  • Noturna DSR;

Além dos tipos de hora extra é importante também saber quais são os valores de acréscimo por hora extra (%), são eles:

  • Segunda à sexta: 50%
  • Sábado: 50%
  • Domingo: 100%
  • Feriado: 100%
  • Interjornada e intrajornada: 50%
  • Noturno e DSR: 50%

Veja os passos para fazer o cálculo de hora extra:

Descubra o valor da hora trabalhada: Divida o salário recebido pela quantidade de horas trabalhadas.

Encontre o valor da hora extra em dias normais: Com o resultado da equação anterior, você terá um valor que corresponde a cada hora trabalhada em dias normais.

Verifique o valor da hora extra para feriados, sábados e domingos: Veja na tabela anterior quanto deve ser acrescido por hora extra cumprida.

Seguindo essas ações básicas, você garante o pagamento correto dos colaboradores e evita problemas trabalhistas.

Existe prazo máximo para a empresa pagar as horas extras aos funcionários?

Normalmente, deve-se pagar no mês seguinte ao serviço prestado, ou seja, o prazo máximo é de 30 dias. Exceto os casos de empresas que ajustaram junto ao sindicato da classe dos empregados o banco de horas extras. 

Mas fique atento, pois essa condição deve ser obrigatoriamente negociada e aprovada junto ao sindicato.

Neste caso, as horas extras realizadas são armazenadas em uma conta que o empregado tem com o banco de horas extras e devem ser compensadas até 12 meses a partir da sua realização.

Há um limite máximo de horas extras?

Sim, o funcionário não pode ultrapassar duas horas por dia ou quatro horas semanais. Por isso, muita atenção com o limite, pois isso pode gerar problemas com a legislação trabalhista.

Planilha de controle de horas trabalhadas e horas extras – vhsys

Agora que você já sabe como controlar as horas extras dos seus funcionários, não deixe de baixar gratuitamente a planilha para começar a fazer o controle na sua empresa.


Mas atenção! Caso o número de funcionários da sua empresa aumente, especialmente devido à expansão do negócio, será preciso ter mais controle sobre os processos. 

E a melhor solução nesses casos é contar com um sistema de gestão, como o vhsys.

O vhsys é um sistema de gestão completo e com módulos integrados para facilitar a administração do seu negócio. Com ele é possível integrar os diversos setores da empresa, trazendo uma segurança e um controle maior sobre todas as atividades – como emissão de notas fiscais, fluxo de caixa, giro de estoque, serviços recorrentes e várias outras operações.

Faça um teste grátis sem compromisso! Basta clicar no botão abaixo:

2 COMENTÁRIOS

    • Olá, VALMIR. Como vai?
      Ficamos felizes em saber que você gostou! 😀
      Em nossa newsletter você recebe um conteúdo novo a cada 15 dias. Não deixe de se inscrever 😉

      Até mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assuntos relacionados

Cadastro Newsletter

Fique por dentro dos principais assuntos do mundo do empreendedorismo. Atualize seus conhecimentos, baixando materiais como ebooks, planilhas, vídeos e muito mais.