Como renegociar dívidas e tirar sua empresa do vermelho

Fernando

Como renegociar dívidas e tirar sua empresa do vermelho

Chega fim do mês e você se vê suas economias cada vez menores e sua empresa cada vez mais endividada, não é?

Para sanar algumas das dívidas, muitas pessoas procuram negociar suas pendências. Mas qual a melhor forma de fazer a renegociação?

Preparamos algumas dicas para você organizar e quitar suas dívidas. Confira!

Organize-se

Antes de entrar em absoluto desespero, organize as suas dívidas e separe as que precisam ser resolvidas com mais urgência.

Analise as possibilidades de arcar com essa dívida e as possibilidades de renegociação.

Prioridades

Priorize as dívidas mais importantes para a sobrevivência do seu negócio: luz, água, aluguel e outras contas que sejam essenciais para a permanência do seu negócio e o bem-estar dos seus funcionários devem ser as primeiras da lista.

Aumente a produtividade da sua empresa com o sistema de gestão do VHSYS

Dívidas bancárias

Outras dívidas que necessitam de atenção redobrada e também precisam ser priorizadas são as dívidas bancárias como cartão de crédito, cheque especial e empréstimos. As dívidas bancárias possam altas taxas de juros que, quanto mais tempo você leva para pagá-las, mais difícil fica entrar em um bom acordo e quitar essas pendências.

Começando a negociação

Procure renegociar suas dívidas diretamente com os credores. Embora hoje tenhamos a opção de quitar dívidas pela internet, na maioria das vezes a opção não é ideal para a sua situação financeira, já que as negociações online seguem um padrão.

Portanto, se a renegociação online não estiver dentro do seu orçamento, vá até o seu credor e negocie pessoalmente. Prepare uma proposta de pagamento de acordo com suas possibilidades, de modo que isso não prejudique o seu bolso e você consiga fazer um acordo saudável para ambos.

Peça ajuda

Caso você não consiga renegociar suas dívidas sozinho, procure ajuda especializada. O Procon, por exemplo, realiza mutirões de renegociação de dívidas em vários estados.

Para casos mais extremos de endividamento, deve-se procurar a Defensoria Pública, que hoje conta com um programa em parceria com a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) para ajudar os “superendividados”, o consumidor que efetuou inúmeros empréstimos e perdeu a capacidade de pagamento das suas despesas básicos. Esse consumidor se encontra em uma situação de vulnerabilidade econômica, quase falido.

Evite novas dívidas

Como renegociar dívidas e tirar sua empresa do vermelhoCom suas dívidas organizadas e encaminhadas, é a hora de repensar seus hábitos financeiros. Corte gastos desnecessários e evite o uso desenfreado de cartões de crédito e cheque especial. Além disso, evite parcelamentos de longo período (principalmente se a compra for pequena).

Faça um planejamento econômico mensal e organize a sua vida financeira, administrando o dinheiro para pagar as contas básicas, gastos necessários e gastos imprevistos.

Além disso, é importante ter um fundo de emergência equivalente a, pelo menos, três meses de gastos. Essa reserva é a garantia de que você não ficará no vermelho em caso de emergência.

Tem mais dicas para sair do vermelho? Conta para a gente!

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Fernando
Sobre o autor
Fernando
Formado em Marketing e Coordenador de Marketing de Conteúdo na VHSYS.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais
Rated 4.9/5 based on 11 avaliações