Como fazer o planejamento tributário?

Consultor VHSYS

Como fazer o planejamento tributário?

O planejamento tributário é uma ferramenta da gestão empresarial que, se bem empregada, pode trazer grandes resultados para sua empresa. Para aplicar em sua empresa, adequando o regime tributário, são necessárias algumas observações. E é sobre esse tema que falaremos neste artigo.

O que é planejamento tributário?

Trata-se de um conjunto de estratégias que, adotadas previamente pelo gestor, objetivam diminuir o pagamento de tributos. Essas táticas são construídas dentro da legalidade, não constituindo, portanto, um crime de sonegação fiscal. O planejamento tributário também é conhecido pelo termo “elisão fiscal”.

Seu oposto é a fraude, e está caracterizada pela adoção de procedimentos não lícitos. Em outras palavras, consiste em adotar meios que contrariam a legislação de modo consciente a burlá-la.

Por que fazer o planejamento tributário?

O primeiro objetivo do planejamento tributário é garantir que sua empresa não esteja investindo dinheiro em áreas não necessárias. Para isso, a escolha do regime tributário adequado às características de seu negócio é crucial. No Brasil, há regimes especiais para micro e pequenas empresas. Daí a necessidade de se contar com a assessoria de um profissional especializado, o contador.

Esse profissional conhece as técnicas e os meios para diminuir a incidência de tributos sobre as atividades que sua empresa desenvolve. Com a orientação do contador é possível  alinhar a gestão da empresa, de modo a reduzir o ônus econômico dos tributos.

Conheça o VHSYS e facilite a gestão da sua empresa!

Como fazer o planejamento tributário?

Para definir o tipo de planejamento tributário de sua empresa é preciso entender a complexidade de sua organização. Para empresas de pequeno porte pode ser suficiente contar com um profissional da administração especialmente designado para essa função. Ele que está acostumado com a dinâmica da gestão de estoque, compras, vendas e afins. Saberá quais as melhores alternativas fiscais. Já para negócios com maior dimensão é possível pensar na alternativa de terceirização.

Nos dois casos é preciso entender de contabilidade e direito, quando se trata de gestão tributária, andam de mãos dadas. E a melhor maneira de evitar problemas fiscais é entender como a legislação funciona. Conhecendo as leis fica mais fácil adequar-se a elas. Encontrando nas brechas maneiras de diminuir os valores entregues ao tesouro nacional.

Também é imprescindível manter todas as transações registradas. Para evitar o acúmulo de papelada optar por softwares de gestão, que integram as informações e melhoram a comunicação na empresa, é importante.

Alguma dúvida ou sugestão? Comente!

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Consultor VHSYS
Sobre o autor
Consultor VHSYS

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais
Rated 4.9/5 based on 11 avaliações