Como calcular a depreciação de bens usados

15.03.2019
Bruna Wagner

Escrito por @Bruna Wagner

como-calcular-depreciacao-bens-usados

Monitorar e fazer o controle de bens de uma empresa pode ser um desafio para o empreendedor.

Em meio à tantas responsabilidades com funcionários, entregas de obrigações, pagamento de impostos, planejar o crescimento da empresa, muitas vezes algumas tarefas importantes do negócio ficam em segundo plano.

Mas, é extremamente importante que todos os controles da empresa sejam feitos, principalmente o de depreciação de bens usados.

É com esse relatório que você tem maior conhecimento em relação à vida útil de seu patrimônio, como também consegue planejar a compra de materiais que precisam substituídos.

Neste post, vamos ajudar você a entender o que é depreciação, como calcular, entender qual a vida útil dos bens e muito mais. Confira!

O que é depreciação de bens?

A depreciação de um bem ocorre a partir da sua utilização, dos desgastes por ações naturais ou mesmo obsolência.

Um dos maiores exemplos é um computador. Após a compra, ele perde valor de mercado e com o uso começa a apresentar lentidão, passa por troca de peças, mas em um determinado tempo precisa ser substituído por ficar obsoleto.

planilha-controle-de-bens

Qual a vida útil dos bens?

Existe uma taxa de depreciação de bens fixada pelo Regulamento do Imposto de Renda de 1999, em seu artigo 310. Nele, é definido o prazo de vida útil para os bens de uma empresa. Confira abaixo:

BensVida útil em anos
Caminhões fora de estrada4
Computadores e periféricos5
Ferramentas e utensílios industriais5
Ferramentas e utensílios industriais5
Instalações elétricas em geral5
Veículos de carga e passageiros5
Vasilhame e caixa5
Ferramenta em geral 7
Máquinas, equipamentos e instalações industriais10
Máquinas em geral10
Móveis e utensílios em geral10
Edifícios e construções25

Como calcular a depreciação de bens usados?

Quando se fala em patrimônio empresarial, cuidar da depreciação de bens é essencial. Mas, como calcular, então, a depreciação de um bem adquirido já usado?

De acordo com a legislação que versa sobre o Imposto de Renda, a depreciação de bens adquiridos usados segue alguns critérios:

  • Metade da vida útil do bem quando adquirido novo;
  • Restante da vida útil, considerada desde a primeira instalação para uso do bem.

Vamos imaginar a seguinte situação:

Um bem quando adquirido teria uma vida admissível de 2,5 anos, no entanto, foi comprado com um ano de uso. Logo, ele tem quase metade do tempo de vida útil e, portanto, recebe uma taxa de 40% de depreciação.

Outro exemplo: um caminhão de carga inicialmente tem uma vida útil de 4 anos. Porém, se adquirido após 3 anos de fabricação, ele poderá ser depreciado em um, aplicando-se assim uma taxa de 50% ao ano.

Viu como é fácil fazer o cálculo? Se ainda tiver dúvidas, você pode contatar seu contador para ajudar a entender como fazer o controle de bens e o cálculo de depreciação corretamente.

Por que é importante manter o controle da depreciação dos bens?

Acompanhar a depreciação dos ativos da empresa é fundamental para que a gestão patrimonial seja feita de modo adequado.

Com esses registros fica mais fácil ter uma dimensão de como seus bens estão organizados, podendo planejar antecipadamente quando os itens devem ser trocados e assim fazer uma reserva financeira antes do fim de sua vida útil.

Além de ajudar o empresário na tomada de decisões para a compra de novos materiais, o controle patrimonial tem algumas vantagens:

  • Criação de dados precisos sobre os bens da empresa;
  • Controle da depreciação de bens, trazendo maior planejamento para a compra de novos materiais e máquinas;
  • Garante a solidez do patrimônio;
  • Previne furtos e perdas;
  • Maior controle sobre a vida útil dos bens;
  • Atração de investimentos e aprovação de crédito com maior facilidade.

Como pode ver, o cálculo de depreciação de bens com o eficiente controle dos materiais da empresa pode trazer diversos benefícios para o negócio.

Alguns empresários contam com sistemas para facilitar o controle de bens.

A ferramenta permite monitorar as condições dos ativos da empresa, registrando informações importantes como seus dados, localização, valor, vida útil, taxa de depreciação anual, garantia, data de compra, além de imprimir etiquetas, anexar arquivos e gerar relatórios e gráficos.

Tudo isso torna a operação mais eficiente e ágil.

Planilha de controle de bens

Muitas empresas optam por planilhas para fazer todo o controle e gestão do negócio. Para o controle de bens, isso não é diferente.

Pensando em te ajudar ainda mais, a equipe da VHSYS está disponibilizando uma Planilha de Controle de Bens gratuitamente para que você comece hoje a fazer o inventário patrimonial da sua empresa.

Veja abaixo alguns exemplos de bens que podem ser inseridos no controle da sua empresa:

  • Balcão de atendimento;
  • Mesas de escritório;
  • Computadores;
  • Armários;
  • Cadeiras;
  • Livros e mais.

Mas, estou perdendo muito tempo atualizando planilhas, o que eu faço?

Quando isso acontece, é preciso migrar as planilhas de controle de sua empresa para um sistema de gestão.

Automatiza suas tarefas e ganha tempo para outras tarefas em sua rotina empresarial.

E aí, entendeu como calcular a depreciação de bens?

Assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos interessantes para o seu negócio 🙂

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça o VHSYS

Sistema de

Gestão Completa VHSYS

Emita Notas Fiscais

Gerencie as Vendas

Controle o Estoque

Organize seu Financeiro

Saiba mais
Desbloquear conteúdos

Torne-se um empreendedor de sucesso. Tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos gratuitamente.