Fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial
Economia

BNDES anuncia novas medidas para MPEs

BNDES anuncia novas medidas para MPEs

Na última terça-feira, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) anunciou uma série de medidas para micro e pequenas empresas para simplificar, agilizar e ampliar o crédito para as empresas brasileiras.

Confira tudo o que irá mudar com nosso novo artigo!

Apoio às MPMEs

As novas medidas são estratégias do banco para apoiar micro, pequenas e médias empresas visando a retomada do crescimento econômico e à manutenção e geração de emprego e renda. As iniciativas do BNDES para as MPMEs já seguem as novas políticas operacionais do banco, que serão anunciadas detalhadamente agora em janeiro.

Conheça o VHSYS e facilite a gestão da sua empresa!

Planos

As novas medidas são:

  • simplificação de processos (o tempo de aprovação das operações que antes eram de 30 dias úteis serão reduzidos para apenas 2 dias)
  • a dobra do limite máximo do cartão BNDSE
  • produto na versão Agro, estendido a pessoas físicas (produtores rurais)
  • BNDES Progeren oferecido na modalidade direta, visando ampliar o apoio ao capital de giro
  • Reforço de R$2 bilhões no orçamento do BNDES Moderfrota
  • Portal na internet e aplicativo móvel exclusivo para o empreendedor
  • Refinanciamento de saldos vencidos das linhas do BNDES
  • Revisão dos limites para a dispensa de exigências de garantias do BNDES FGI

Critérios

De acordo com o BNDES, o banco adotará novos critérios para definir o percentual da Taxa de Juros a Longo Prazo (TJLP) nos financiamentos, resultando na substituição da lógica setorial pela avaliação de projetos a partir do seu potencial de impacto economicamente, socialmente, regionalmente e ambientalmente positivos.

O objetivo é direcionar o TJLP a investimentos com maior retorno social na utilização de recursos públicos.

Para ações mais eficientes, o Banco criou o Departamento de Avaliação & Monitoramento de acompanhamento para os projetos de menor porte, com a possibilidade de contratar serviços externos de avaliação.

BNDES

Entre janeiro e outubro de 2016 as micro, pequenas e médias empresas receberam R$21,9 bilhões do BNDES. Com as novas medidas, que serão implementadas gradualmente no primeiro trimestre de 2017, a expectativa é o crescimento de 20% no segmento, um acréscimo de R$5,4 bilhões.

As medidas entram em vigor após emissão de circulares e formalização de procedimentos juntos às instituições financeiras.

Para mais informações, consulte o site do BNDES:  www.bndes.gov.br

Fernando
Sobre o autor
Fernando
Formado em Marketing e Coordenador de Marketing de Conteúdo na VHSYS.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais