Adicional noturno: O que é e como calcular?

Rosana Moraes

Adicional Noturno

Por considerar que existem distinções no trabalho executado durante o dia e à noite, a lei trabalhista brasileira apresenta regras diferenciadas para cada um e, entre outras alterações, no segundo caso inclui o direito ao adicional noturno para o empregado.

Mas você sabe como fazer o cálculo desse benefício?

Primeiro, precisamos explicar como a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) descreve o trabalho realizado no período da noite e suas particularidades. A definição do turno noturno é dividida em quatro categorias:

  • Trabalhadores da área urbana: das 22 horas às 5 horas da madrugada do dia seguinte
  • Trabalhadores agrícolas: 21 horas às 5 horas
  • Trabalhadores do setor pecuária:  20 horas às 4 horas
  • Trabalhadores portuários: 19 horas às 7 horas

Outra questão é a do valor-hora. Enquanto durante o dia ele equivale a 60 minutos, à noite vale 52 minutos e 30 segundos. Os 7 minutos e 30 segundos dessa diferença são calculados proporcionalmente como hora extra, ou seja, no mínimo há um aumento de 50% do valor-hora do trabalho diurno regular.

Essas peculiaridades incluem mais um benefício: o adicional noturno, um acréscimo de 20% sobre o valor-hora diurna. Este percentual deve ser contabilizado nas jornadas normais e também no caso de horas extras realizadas à noite.

Atenção: as horas extras e o adicional noturno devem ser agregados aos demais recebimentos do trabalhador, como FGTS, férias, 13º salário e previdência social (INSS).

Conheça o sistema de gestão empresaria VHSYS!

Considerando todos estes fatores, como fazer este cálculo?

Tendo como exemplo um funcionário com salário base de R$2.000 reais, com uma jornada de 40 horas semanais, ou seja, 200 horas por mês.

Salário base: R$ 2.000
Horas-mês: 200 h

1) Divide-se o salário pela jornada de trabalho:

Salário base (dividido por) horas-mês

R$ 2.000 / 200 = R$10 (valor da hora trabalhada)

2) Do resultado, calcula-se o 20% do adicional noturno

20% (adicional noturno) de R$10 (reais-hora) = R$ 2 (valor do adicional noturno em reais)

  • No caso de serem horas extras, multiplique o resultado pelo número de horas feitas pelo funcionário:

(Adicional noturno – reais) X (horas extras do mês)

Exemplo: 20 horas extras

R$ 2 X 20 horas = R$ 40 reais

Salário: R$2.040 reais.

  • Se for trabalho integral noturno, considere a jornada total:

(Adicional noturno – reais) X (jornada total)

R$ 2 X 200 h = R$ 400 reais

Salário: R$ 2.400 reais

Facilite seus processos financeiros

Lidar com diversos números e contas pode ser uma tarefa complicada. Além dos salários dos funcionários e seus benefícios, a gestão financeira da empresa envolve pagamento e recebimento de contas, fluxo de caixa e outros custos que, se não bem organizados, podem trazer muitas dores de cabeça para o empreendedor.

No sistema VHSYS você pode controlar diversos processos financeiros em um único software. Por ser um ambiente online, os dados estão disponíveis a qualquer hora e lugar. Isso agiliza o serviço e torna-o mais prático, deixando seu trabalho mais produtivo. Diversas operações diferentes podem ser administradas com eficiência nele, desde custos fixos mensais a emissão de boletos.

Teste agora o sistema e descubra mais funcionalidades que vão auxiliar você na gestão de sua empresa.

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Rosana Moraes
Sobre o autor
Rosana Moraes
Assistente de Marketing de Conteúdo na VHSYS. Formada em Jornalismo pela PUCPR, com especialização em Mídias Digitais pela Universidade Positivo.
Rated 4.9/5 based on 11 avaliações