Vendas do comércio varejista do Paraná crescem 4,1% em maio - VHSYS Blog

Vendas do comércio varejista do Paraná crescem 4,1% em maio

VHSYS

O comércio varejista do Paraná cresceu 4,1% em maio, quando comparado ao mesmo período de 2012, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (11). Nacionalmente, o índice ficou estável. No acumulado do ano, as vendas cresceram 3,4% e, nos últimos 12 meses, 5,7%.

Ao se analisar o comércio varejista ampliado, que também inclui as vendas de veículos e motocicletas, partes e peças e de material de construção, o crescimento no estado foi de 7,6%. No ano, o varejo ampliado acumula alta de 13,5% e, nos últimos 12 meses, 11,4%.

O setor que apresentou maior variação positiva nas vendas foi o de livros, jornais, revistas e papelaria, 22,3%. A comercialização de combustíveis e lubrificantes também registrou alta expressiva, 9,4%. O mesmo ocorreu com os segmentos de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação e artigos de uso pessoal e doméstico, com alta de 9,3% e 9,1%, respectivamente. O setor de hiper e supermercados, alimentos, bebidas e fumo cresceu 4,1%.

Em contrapartida, as vendas de móveis e eletrodomésticos caíram 3,6% e a de tecidos, vestuário e calçados, 1,9%. Esses foram os únicos setores do estado que viram as vendas diminuírem em maio, conforme o IBGE. Ao todo, a variação da receita nominal do comércio varejista ampliado foi de 13,3%.

Pesquisa encomendada pela ACP diz que vendas caíram em junho
Segundo uma pesquisa do Instituto Datacenso, encomendada pela Associação Comercial do Paraná (ACP), as vendas no comércio de Curitiba caíram 3% em junho, em relação ao maio. A justificativa, conforme divulgado, está no tempo chuvoso do último mês e o pico de vendas em maio provocado pelo Dia das Mães.

A pesquisa também levantou os produtos mais comprados em junho. Os mais procurados foram roupas e acessórios (61%), calçados (16%), seguidos por utilidades domésticas (11%), eletroeletrônicos (6%) e perfumes (6%). O valor médio das compras para o período também foi inferior – R$ 224,83, revelando a queda de 57% em relação a maio.

A pesquisa ouviu 200 consumidores entre 18 e 45 anos e renda mensal familiar mensal entre R$ 1.245 e R$ 3.110 entre 1º e 3 de julho.

Fonte: G1

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

VHSYS
Sobre o autor
VHSYS
A VHSYS foi desenvolvido para que o empreendedor possa utilizar a tecnologia a serviço do seu negócio. Nosso objetivo é ajudar o micro e pequeno empresário a fazer a gestão eficiente de sua empresa, com maior produtividade e melhor aproveitamento dos recursos disponíveis.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais