Conecte-se ao empreendedorismo

Quais são as tendências de negócios em 2017?

Tempo de Leitura: 3 minutos

Esse artigo foi uma indicação do colaborador Edi Carlos Lima, que integra nosso time de vendas.

Mesmo com a instabilidade política e financeira, o Brasil continua registrando crescimento no empreendedorismo. Segundo levantamento feito pela Unitfour, empresa de tecnologia e coleta de dados, o número de empresas abertas em 2016 cresceu 20% comparado ao ano de 2015.

Um dos maiores motivos para o boom no surgimento dessas pequenas empresas é, justamente, a necessidade de se reinventar em um pessimista cenário econômico. Em meio ao desemprego, resta a tentativa de empreender.

Mas com um mercado altamente competitivo, quais são as tendências de negócios que andam se destacando?

Confira!

Negócios Digitais

A tecnologia é um caminho sem volta. Estamos inseridos em um mundo cada vez mais conectado e automatizado. No entanto, antes de ficar paranoico com a possibilidade de extinção de profissões específicas por conta da tecnologia, que tal usá-la a seu favor?
É isso que muitas pessoas vem fazendo ao dedicar-se aos negócios digitais, que oferecem uma enorme variedade serviços.

Os negócios mais populares são as agências digitais, consultorias e e-commerce. Nos três casos, há a opção de trabalhar como home office, além da vantagem de um baixo investimento inicial.

Conheça o VHSYS e facilite a gestão da sua empresa!

Franquias

A franquia é uma das formas mais fáceis para começar um negócio, já que você lidará com uma marca já consolidada, com seus próprios métodos e modelo de negócio. O grande ponto das franquias é a parceria que se estabelece entre as partes. Por isso, antes de investir seus recursos, é necessário ter uma visão geral dos aspectos que envolvem o negócio, suas possibilidades e desafios.

Alimentação

Um dos segmentos que mais crescem no país é o da alimentação. Não há dúvidas que o ramo alimentício é impactado pelos modismos. Mas é justamente por isso que é um ramo cheio de variedades.

Com certeza você deve ter notado o boom de restaurantes fits, veganos e/ou de comidas artesanais (como os famosos hambúrgueres), certo? Então, se você gosta de cozinhar, é o ramo alimentício pode ser a oportunidade que faltava.

Beleza e Cosméticos

Outro segmento que nunca está em baixa é a de beleza e cosméticos. O Brasil é o terceiro maior mercado consumidor mundial de produtos de beleza, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos.

No atual contexto econômico, muitas pessoas deixam de ir aos salões para fazer tratamentos cosméticos em casa. Cremes corporais, maquiagens e produtos capilares passaram a ser mais acessíveis ao público consumidor e, com o trabalho das revendedoras, tornou-se uma alternativa para quem deseja empreender.

Conclusão

Como pudemos observar, há diversos nichos para quem deseja iniciar o próprio negócio. Os segmentados citados no artigo são apenas alguns dos inúmeros segmentos existentes no mercado nacional.

Vale lembrar que cada um é uma readaptação de um mercado consolidado. Isso significa que cabe a você se atualizar e utilizar as ferramentas disponíveis a seu favor.

Ferramentas de gestão

Começar o próprio negócio significa, também, aprender a gerir um negócio, o que implica em novos desafios e responsabilidades. Para você ter o domínio do seu negócio, é necessário ter noções de gestão empresarial e usar ferramentas específicas para isso.

Aproveite a praticidade e acessibilidade das redes sociais para montar um plano de comunicação e divulgar seu negócio, bem como os softwares de gestão empresarial disponíveis para uma gestão eficiente do seu negócio, que centraliza e unifica todos os departamentos da sua empresa, facilitando, assim, a administração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Teste Grátis Hoje!

Clicando em ”Iniciar o teste” você concorda com nossos termos de uso