Qual a diferença entre técnico contábil e contador?

Fernando

Os profissionais da contabilidade possuem diferentes formações, o que pode causar confusão na hora de estabelecer tarefas específicas em um escritório de contabilidade ou no departamento financeiro de uma empresa.

Confira as diferenças entre esses profissionais.

Formação

Primeiramente, o contado é o profissional formado em Ciências Contábeis, sendo, portanto, um Bacharel em Ciências Contábeis. Já o técnico contábil possui curso técnico profissionalizante em contabilidade, que, embora tenha sido aprovado no CRC (Conselho Regional de Contabilidade), não é um curso superior.

Conheça o sistema de gestão empresaria VHSYS!

Atividades

Um técnico contábil é responsável pela parte financeira de uma empresa e a prestação de contas da instituição. Ele atua com escrituração fiscal e contábil, registros de transações financeiras, cálculos de impostos, juros e taxas, elaboração de demonstrativos financeiros e balancetes, acompanhamento de contas, receitas e despesas e análise de contas patrimoniais e controle patrimonial.

Já o contador exerce as mesmas atividades que o técnico, porém, também realiza trabalhos de auditoria, perícia e análise de balanços.

Registro e profissão contábil

De acordo com o Portal de Contabilidade, para exercício da profissão, em qualquer modalidade de serviço ou atividade contábil, o Contador ou Técnico em Contabilidade deve ter “Registro Definitivo Originário” no CRC do seu domicílio.

No entanto, para atuar em outras cidades, é necessário a obtenção do “Registro Secundário” no CRC de destino.

Legislação

Conforme informado pelo Portal de Contabilidade, a profissão de contabilista, dividida nas categorias de Contador e Técnico em Contabilidade, foi criada pelo Decreto Lei nº 9.295/46 e em seu Art. 12 determina que somente poderão exercer a profissão os profissionais devidamente habilitados.

“Art. 12. Os profissionais a que se refere este Decreto-Lei somente poderão exercer a profissão depois de regularmente registrados no órgão competente do Ministério da Educação e Saúde e no Conselho Regional de Contabilidade a que estiverem sujeitos.
Parágrafo único. O exercício da profissão, sem o registro a que alude este artigo, será considerado como infração do presente Decreto-Lei.”

Desta forma, o exercício da profissão contábil é privativa de contabilista legalmente habilitado.

Ferramentas para gestão financeira

Aproveite para conhecer o sistema VHSYS e otimizar a sua gestão! Com o VHSYS, seu dia a dia torna-se mais simples e fácil. Unindo diversos recursos de gestão, incluindo um módulo completo de gestão financeira, o sistema online é acessado pela nuvem, garantindo praticidade e agilidade para o empresário. Clique aqui e experimente grátis.

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Fernando
Sobre o autor
Fernando
Formado em Marketing e Coordenador de Marketing de Conteúdo na VHSYS.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais
Rated 4.9/5 based on 11 avaliações