Conecte-se ao conhecimento

Mudanças no Certificado digital para eSocial e GFIP para pequenas empresas: o que você precisa saber

Mudanças no Certificado digital para eSocial e GFIP para pequenas empresas: o que você precisa saber

Desde julho de 2016 empresas optantes pelo simples nacional precisam de uma assinatura digital para transmissão do eSocial e GFIP. Quais empresas e como fazer? Entenda!

O que é GFIP

GFIP é a sigla para Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social. Trata-se das informações que deve ser enviadas por pequenas empresas que tenham empregados com carteira assinada, até o sétimo dia do mês seguinte ao que o pagamento foi efetuado.

O que é eSocial

Trata-se do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas. Em resumo, é uma ferramenta que unifica, padroniza tanto a transmissão quanto o armazenamento da prestação de contas referente às informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, responsabilidades das empresas frente à Receita Federal.

Foi instituído pelo decreto Decreto Nº 8.373/2014, que informa ainda que o eSocial substituirá as informações fornecidas na GFIP. Há um cronograma a ser cumprido, segundo ele empresas com faturamento superior a R$ 74 milhões, em 2014, devem transmitir as informações por meio do eSocial a partir de Setembro de 2016.

Conheça o VHSYS e facilite a gestão da sua empresa!

Demais empresas, como as empresas optantes pelo Simples Nacional, começarão a utilizar o sistema a partir de janeiro de 2017. Sendo mantida a obrigatoriedade da GFIP, no entanto, até dezembro do mesmo ano (2017).  Na prática isso significa que o empreendedor irá enviar as informações sobre a Previdência Social e FGTS via GFIP e eSocial.

O que muda na transmissão das informações?

Desde 1° de julho de 2016 as empresas optantes pelo regime Simples Nacional, com até cinco empregados, devem utilizar um certificado digital quando forem enviar as informações fiscais, trabalhistas e previdenciárias.

Esta obrigatoriedade foi prevista pelo Comitê Gestor do Simples Nacional e consta na redação –  e posterior atualização – da Resolução 122/2015. O texto traz um cronograma a ser cumprido pelas empresas, veja:

  • a) até 31 de dezembro de 2015, para empresas com mais de 10 (dez) empregados;
  • b) a partir de 1º de janeiro de 2016, para empresas com mais de 8 (oito) empregados;
  • c) a partir de 1º de julho de 2016, para empresas com mais de 5 (cinco) empregados;
  • d) a partir de 1º de janeiro de 2017, para empresas com mais de 3 (três) empregados;

As implicações práticas dessa resolução dão conta de que, a partir de janeiro de 2017  as empresas optantes pelo Regime Simples nacional com mais de três funcionários devem adotar o uso de um certificado digital quando da transmissão de suas informações junto à Receita federal.

O que é um certificado digital?

Por certificado digital entende-se uma assinatura eletrônica, que por meio de chaves criptográficas confirma a identidade de uma pessoa física ou jurídica

Para mais informações sobre certificado digital, confira nosso artigo sobre.

Fique atento aos prazos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assuntos relacionados

Cadastro Newsletter

Fique por dentro dos principais assuntos do mundo do empreendedorismo. Atualize seus conhecimentos, baixando materiais como ebooks, planilhas, vídeos e muito mais.