Mercado prevê mais inflação e menos crescimento em 2012

VHSYS

Os economistas do mercado financeiro subiram, na semana passada, pela 14ª semana consecutiva sua expectativa de Inflação para este ano, ao mesmo tempo em que também baixaram sua previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2012, segundo informou o Banco Central nesta segunda-feira (15).

A instituição realizou pesquisa com mais de 100 analistas de bancos, que deu origem ao relatório de mercado, também conhecido como Focus. Segundo informou o BC, a expectativa do mercado financeiro para o IPCA deste ano passou de 5,42% para 5,43% na última semana. Para 2013, a estimativa dos analistas dos bancos para a Inflação recuou de 5,44% para 5,42%.

Taxa de juros

Pelo sistema de metas, que vigora no Brasil, o BC tem de calibrar os juros para atingir as metas pré-estabelecidas, tendo por base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Para 2012, 2013 e 2014, a meta central de Inflação é de 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Deste modo, o IPCA pode ficar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida. Em 2011, o IPCA ficou em 6,50% – no teto do sistema de metas do governo brasileiro.

Após o corte de 0,25 ponto percentual nos juros na semana passada, para 7,25% ao ano, a menor taxa da história, os economistas dos bancos acreditam que a Taxa Básica da economia, determinada pelo Banco Central, permanecerá estável neste patamar até o fim deste ano. Em 2013, porém, os analistas preveem alta dos juros, uma vez que a estimativa, para o fim do próximo ano, está em 8% ao ano.

Crescimento do PIB

A estimativa do mercado financeiro para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, por sua vez, caiu de 1,57% para 1,54% na última semana. Para 2013, a previsão dos analistas do mercado permaneceu em 4% de expansão.

Se confirmado, o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano será o pior desde 2009, quando o país sentia os efeitos da primeira etapa da crise financeira internacional. Naquela ocasião, o PIB registrou retração de 0,3%.

Câmbio, Balança comercial e Investimentos estrangeiros

Nesta edição do relatório Focus, a projeção do mercado financeiro para a taxa de Câmbio no fim de 2012 ficou estável em R$ 2 por dólar. Para o fechamento de 2013, a estimativa permaneceu inalterada também em R$ 2 por dólar.

A projeção dos economistas do mercado financeiro para o superávit da Balança comercial(exportações menos importações) em 2012 permaneceu inalterada em US$ 18 bilhões na semana passada. Para 2013, a previsão do mercado para o saldo positivo da Balança comercial brasileira recuou de US$ 14,57 bilhões para US$ 14,48 bilhões.

Para 2012, a projeção de entrada de Investimentos no Brasil avançou de US$ 58,8 bilhões para US$ 59,6 bilhões. Para 2013, a estimativa dos analistas para o aporte de Investimentos estrangeiros permaneceu estável em US$ 60 bilhões na última semana.

Fonte: G1

Fique por dentro das ultimas novidades no ambiente empresarial

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

VHSYS
Sobre o autor
VHSYS
A VHSYS foi desenvolvido para que o empreendedor possa utilizar a tecnologia a serviço do seu negócio. Nosso objetivo é ajudar o micro e pequeno empresário a fazer a gestão eficiente de sua empresa, com maior produtividade e melhor aproveitamento dos recursos disponíveis.