Impostos chegam a mais de 60% do preço de itens de festa junina

VHSYS

A carga tributária brasileira não poupa nem as festas juninas. Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), o peso dos impostos pode chegar a mais de 60% dos preços dos principais produtos consumidores nessas festas.

No preço do quentão, a carga tributária representa 61,56% do preço. O mesmo percentual aparece nos fogos de artifícios. No caso do vinho, os impostos são 54,83%.

As “comidinhas” também tem alta carga de impostos: na pipoca, os impostos são 36,54% dos preços. A carga é de 35,38% na canjica e de 24,07% no pinhão.

Outras bebidas consumidas nas quermesses também pagam impostos altos: 55,60% na cerveja; 46,47% na garrafa de refrigerante e 44,55% no produto em lata. Além disso, quem quiser se vestir a caráter pagará 38,53% de tributos na calça jeans, 34,67% na camisa xadrez e 33,95% no chapéu de palha.

Até a imagem de santo é tributada: 41,52% do preço do produto vai para os cofres do governo.

Fonte: G1

Fique por dentro das ultimas novidades no ambiente empresarial

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

VHSYS
Sobre o autor
VHSYS
A VHSYS foi desenvolvido para que o empreendedor possa utilizar a tecnologia a serviço do seu negócio. Nosso objetivo é ajudar o micro e pequeno empresário a fazer a gestão eficiente de sua empresa, com maior produtividade e melhor aproveitamento dos recursos disponíveis.