Embratur quer teto para as passagens aéreas durante a Copa 2014

VHSYS

Faltando oito meses para o início da Copa do Mundo de 2014, o preço das passagens aéreas envolvendo cidades que sediarão jogos do evento já estão mais caras que algumas viagens para o exterior.

Para se ter uma ideia, no dia da abertura dos jogos, 12 de junho, uma passagem de ida do Rio de Janeiro para São Paulo chega a custar aproximadamente R$ 1.870, de acordo com o site Decolar.com. Já uma passagem do Rio de Janeiro para Buenos Aires, no mesmo dia, chege a custar R$ 640, sendo uma diferença de 192%.

Em dias normais e em casos de compras com antecedência, as tarifas são bem menores, por exemplo, uma passagem do Rio de Janeiro para São Paulo, em março de 2014, varia de R$ 67 a R$ 885, segundo pesquisa do portal InfoMoney, realizada no início desta semana.

O presidente da Embratur, Flávio Dino, na tentativa de combater os preços abusivos praticados pelas companhias aéreas durante a Copa de 2014, promete enviar um ofício à SAC (Secretaria e Aviação Civil) e ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) pedindo um teto para as passagens aéreas e a permissão para que as empresas estrangeiras possam operar voos domésticos durante o evento.

A autorização seria provisória, já que é proibida por lei. O ministro da SAC, Moreira Franco, entretanto, é contra e argumenta que tentará negociar com as companhias valores mais razoáveis.

Fonte: Infomoney

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

VHSYS
Sobre o autor
VHSYS
A VHSYS foi desenvolvido para que o empreendedor possa utilizar a tecnologia a serviço do seu negócio. Nosso objetivo é ajudar o micro e pequeno empresário a fazer a gestão eficiente de sua empresa, com maior produtividade e melhor aproveitamento dos recursos disponíveis.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais
Rated 4.9/5 based on 11 avaliações