Dicas de gestão de capital de giro para pequenas empresas

09.09.2016

Dicas de gestão de capital de giro para pequenas empresas

A falência de muitas empresas tem como causa central a má ou falta de gestão do capital de giro. Para ajudá-lo e entender quais os melhores processos e como realizar a gestão do capital de giro para pequenas empresas organizamos este artigo. Confira!

O capital de giro de uma empresa é a reserva financeira feita para ser utilizada em momentos de dificuldades financeiras. Ele deve ser formado considerando como os valores necessários para manter sua empresa em funcionamento por um período de, no mínimo, um mês. O ideal é que o capital de giro seja suficientes para cobrir os gastos fixos de sua empresa, em um período de três meses. Para isso, deve ser tomar como referência os valores do processo produtivo e financeiro, por exemplo.

Alguns fatores podem ajudá-lo a gerir e aumentar seu capital de giro. O aumento da produção, por exemplo, não necessariamente significa aumento de faturamento. É preciso ponderar para que cada ação seja acertada: registre tudo.

Conheça o sistema de gestão empresarial VHSYS!

Para isso, um sistema de gestão integrado, que concentre as informações de sua empresa, é essencial. Ele facilitará a rotina administrativa, mostrando quais as quantias a serem recebidas, e quais as despesas fixas como aluguel, salários, impostos, por exemplo. As análises do fluxo de caixa também devem ser considerados.

Boas ações para ajudá-lo a gerir seu capital de giro é

  • Renegociar com seus fornecedores prazos e condições mais elásticas.
  • Reavaliar os custos de produção.
  • Repensar as vendas a prazo e parceladas. Evitando assim, ter mais a receber do que dinheiro de fato em caixa.
  • Controle o estoque – para não ter muito capital ‘estagnado’.
  • Administre o dinheiro em caixa – Isso significa programar compras à vista, sempre que possível.

Existem muitas formas de pagamento, que são relativamente mais seguras do que as vendas parceladas a prazo. Procure junto a seu banco alternativas para dar conta. Os cartões de crédito, por exemplo, são boas alternativas para vendedores e consumidores.

Esperamos que essas dicas tenham lhe ajudado. Alguma dúvida ou sugestão? Quem sabe não é esse o tema de nosso próximo artigo?

Comente e compartilhe!

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça o VHSYS

Sistema de

Gestão Completa VHSYS

Emita Notas Fiscais

Gerencie as Vendas

Controle o Estoque

Organize seu Financeiro

Saiba mais
Desbloquear conteúdos

Torne-se um empreendedor de sucesso. Tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos gratuitamente.