Controle de estoque: como organizar o almoxarifado?

Fernando

Preocupado com a organização de seu almoxarifado? Buscando formas mais eficientes para controle de estoque? Neste artigo vamos falar sobre a importância e modelos de almoxarifado para sua empresa.

Afinal, o que é um almoxarifado?

Planilha Controle de Estoque

Diretamente ligado ao ciclo de produtividade de uma empresa, o almoxarifado é o setor responsável pelo armazenamento de materiais, produtos e bem de consumo interno. O controle do almoxarifado está ligado à organização, quanto mais funcional, melhor será a agilidade proporcionada. Por isso é importante pensar no layout de seu almoxarifado para manter um bom controle de estoque

Existem várias maneiras de organizar seu almoxarifado, no entanto, alguns pontos devem ser observados. O primeiro dele trata da escolha do espaço, por ser um espaço estratégico é preciso buscar: maior proximidade com os usuários; dê preferência a lugares de fácil acesso, bem ventilado e que receba a luz do sol; Evite escadas, corredores e estreitos, assim como elevadores e verifique a possibilidade e facilidade para carga e descarga de materiais.

Definir quais materiais serão estocados ali também é importante, assim, você pode escolher com mais adequação o desenho e disposição de armários e prateleiras. Considere:

  • O tipo, quantidade e volume dos materiais;
  • Que tipo de material será armazenado (inflamáveis e alimentícios precisam de cuidados especiais, por exemplo);
  • A altura do lugar;
  • Localização e altura das portas;
  • Sinalização e medidas de segurança do pessoal e patrimônio.

Tendo em mente qual a natureza dos materiais a organizar, escolha o modelo de almoxarifado. Os mais comuns são:

Armazém: trata-se de uma edificação dotada de piso nivelado, paredes laterais e frontais, portas, com áres útil, dividida em administração, serviços e armazenagem. Indicado para materiais que tenham dimensões e ou composição química que exijam proteção redobrada.

Conheça o sistema de gestão empresarial VHSYS!

Galpão: um pouco mais simples, sua estrutura deve ser dotada de cobertura, piso nivelado e fechamento lateral e frontal. Indicado para materiais não-perecíveis, mas que requerem proteção quanto à exposição ao sol e chuva. Bons exemplos são madeiras e outros materiais de construção.

Pátio: espaço para armazenagem aberta, ao ar livre, piso nivelado, drenado e pavimentado. Indicado para materiais não perecíveis e que exijam pouca proteção dos fenômenos naturais, como lajota, pedra brita e afins.

Observando essas orientações fica fácil identificar qual o tipo de almoxarifado é adequado às necessidades de sua empresa. E, desse modo, organizá-lo e manter um controle de estoque muito mais eficiente.

Esse artigo te ajudou? Comente!

Receba conteúdos exclusivos em seu email e fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial!

Fernando
Sobre o autor
Fernando
Formado em Marketing e Coordenador de Marketing de Conteúdo na VHSYS.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais
Rated 4.9/5 based on 11 avaliações

FECHAR

VHSYS - Sistema de Gestão Empresarial