Conecte-se ao empreendedorismo

Como usar o Controle de Estoque para planejamento de compras e evitar furos ou sobras

Tempo de Leitura: 4 minutos
Você sabia que diversas empresas perdem dinheiro pelo simples fato da falta de um controle e planejamento adequado em relação ao estoque? Além de tudo, é possível que a sua empresa seja uma dessas.

Isso porque nem sempre é possível ter números exatos sobre os custos envolvidos ao estoque, além disso, muitas vezes também é difícil ter o controle sobre a rotatividade dos produtos, ou seja, o que entra e o que sai.

Por conta disso, muitas companhias ao redor do mundo estão investindo cada vez mais na gestão de estoque. Seja por meio de mão de obra especializada ou por meio de sistemas inteligentes capazes de auxiliar na agilidade do processo e eliminar erros.

Ficou interessado em aprender mais sobre o controle e planejamento de estoque? Continue lendo este artigo.

 Separamos o conteúdo em três partes incríveis para auxiliar seu aprendizado. Vamos lá?

O que é controle de estoque?

É claro que antes de entendermos o que é controle de estoque, é necessário entendermos o que é estoque! Bom, o estoque é um espaço físico onde são armazenados os produtos finalizados ou matérias-primas de um negócio.

Entendendo isso, podemos dizer que o controle de estoque consiste na administração destes materiais e do espaço físico. Ou seja, sabe a quantidade de cada um dos produtos e matérias-primas, quando realizar uma nova compra e como evitar perdas.

Em geral, existem dois tipos principais de estoque: o estoque de produtos direcionados para o varejo e o estoque de matéria-prima. Vamos conferir mais detalhadamente sobre cada um?

Estoque de produtos direcionados para o varejo

Este tipo de estoque é voltado para empresas do ramo comercial. Ou seja, empresas que vendem seus próprios produtos ou vendem produtos de terceiros. Seu objetivo é definir a quantidade de produtos disponíveis para a venda e o seu controle é importante para medir o desempenho do comércio.

Ter um produto durante muito tempo em estoque não é um bom sinal, pois significa que a demanda está baixa comparado a oferta. Vale ressaltar, que manter produtos em estoque pode gerar diversos prejuízos para a empresa, pois o estoque gera custo de espaço físico, de administração e de maquinário.

Existem empresas que, em casos de estoque parado, realizam a liberação das mercadorias para que novas possam ser recebidas. Isso mostra o quão custoso manter produtos em estoque pode ser!

Estoque de matéria-prima

Este estoque é presente em indústrias, que produz produtos para o comércio de revenda e está disponível para a área de produção que visa transformar os materiais em estoque em produtos finalizados.

Sua administração tem como objetivo ter todos os materiais necessários para a produção de determinado produto, nunca deixando faltar nenhum material. Por um outro lado, um alto estoque também pode gerar diversos prejuízos, como mostramos no tópico anterior.

Vale ressaltar que existem empresas que possuem tanto estoque de matéria-prima quanto estoque de produtos direcionados ao varejo, que são aquelas que além de produzir possuem um tratativa de venda direta com o consumidor.

E que tão agora aprendamos como planejar e controlar o estoque e ter o estoque mais eficiente e otimizado possível! Vamos lá?

Como fazer o controle de planejamento do estoque?

Faça um inventário do estoque

Fazer o inventário nada mais é do que listar todos os produtos que estão em estoque e suas respectivas quantidades. Além disso, é importante que a atualização do inventário seja feita constantemente.

É fundamental revisar os dados do fluxo de caixa e adicionar as datas de movimentação à medida que os produtos entram e saem.

Automatização

Caso você controle o estoque de maneira manual, estará sujeito a falhas humanas, além disso, esta atividade costuma levar bastante tempo.

Investir em automatizações no estoque garante a empresa maior agilidade e economia de tempo, através do registro automático das movimentações e integração com os vários setores da empresa.

[h3]Orientação para os colaboradores

Outro ponto fundamental é orientar os colaboradores sobre a importância do controle de estoque e seguir suas regras. Crie instruções para que toda equipe esteja alinhada sobre esses pontos e garanta um forte acompanhamento. 

Otimização do estoque

A quantidade dos produtos armazenados em estoque precisam estar em um ponto de equilíbrio, de modo a conseguir suprir a demanda sem maiores preocupações e de modo que não seja gasto grande quantidade de dinheiro com armazenamento. E para conseguir isso, é necessário conhecer a fundo a rotatividade das mercadorias, as possibilidades de vendas e o comportamento dos consumidores.

Sistemas de automatização conseguem ajudar muito nesta etapa, principalmente, os sistemas de gestão online, que você automatiza sua gestão e torna esse processo mais seguro e eficiente, evitando erros e facilitando a rotina do seu negócio.

 

Conheça os custos de armazenamento

Em geral, até mesmo empresas menores possuem custos significativos referente ao armazenamento dos produtos, sendo eles:

  • Espaço físico
  • Mão de obra
  • Maquinário
  • Sistema
  • Perdas
  • Etc

Tenha calculado todos esses custos e trace ações para diminuí-los. A ideia não é diminuir todos de uma vez, e sim que o processo tenha uma constância e a melhoria contínua ocorra!

Realize campanhas para os produtos que estão parados

Uma boa forma de eliminar os produtos que estão ocupando espaço no estoque é a partir de promoções e campanhas de marketing. Por mais que você acabe tendo um certo prejuízo ao vender estes produtos por um preço abaixo, isso pode compensar em relação ao custo que você teria ao armazenar estes produtos

Por isso é importante saber ao certo seus gastos de estoque para saber como executar essas campanhas de forma assertiva.

Qual é a importância de controlar o estoque?

Bom, o estoque é o principal ativo que uma empresa pode ter, porque é a partir dele com que a companhia consegue faturar! Por isso, voltar a atenção para ele é tão importante.

Desta maneira, realizar uma boa gestão de estoque faz com que o negócio economize dinheiro e não corra o risco de perder vendas por falta de produtos em estoque. Além disso, produtos armazenados podem ser perdidos por falta do tratamento adequado e diversos outros fatores, acarretando um grande prejuízo.

Quando planejamento de estoque é feito da maneira correta, problemas como os mencionados acima são evitados. Existem também diversos métodos para o controle de estoque, que podem ser encaixados conforme o tipo de empresa, dentre os principais, existem:

  • PEPS / FIFO
  • UEPS / LIFO
  • Custo médio
  • Just in TIme
  • Curva ABC
  • Preço Específico

Então esteja atento a quais métodos sua empresa pode utilizar para ganhar diversas vantagens competitivas em relação aos concorrentes, combinado?

Continuem ligado no nosso blog, e comentem o que acharam deste conteúdo 🙂 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Teste Grátis Hoje!

Clicando em ”Iniciar o teste” você concorda com nossos termos de uso