Fique por dentro das últimas novidades no ambiente empresarial
Outros

Como registrar um funcionário sendo MEI?

Como registrar um funcionário sendo MEI?

Você quais os direitos de um funcionário de MEI? É sobre esse assunto que falaremos neste artigo.

Segundo a lei que rege as obrigatoriedades de um MEI, Lei Complementar de 2008, existem algumas informações básicas para registrar um funcionário:

  • Microempreendedor individual só pode contratar um único empregado.
  • Só podem ser contratados maiores de 16 anos;
  • A remuneração do funcionário deve ser de um salário mínimo ou então igual ao piso da sua categoria relacionado pelo sindicato responsável por sua atuação profissional;
  • Não é permitido ter um funcionário ganhando um salário maior que o mínimo ou maior que o piso da categoria;
  • O funcionário mei também tem direito à férias, 13º Terceiro, carteira assinada, vale-transporte etc;
  • É necessário exame médico admissional
  • É preciso manter livro de registro de funcionários ou a ficha informatizada.

Como faço o recolhimento de impostos?

O recolhimento dos impostos para funcionário MEI se dá por meio da Guia da Previdência Social e da Guia de recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Para isso, é preciso solicitar a Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia e Informações à previdência social.

Como registrar um funcionário MEI?

Ao admitir um empregado,  solicite a entrega dos seguintes documentos:

  • Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS: deverá ser solicitada ao empregado para realização das anotações devidas e devolvida no prazo de 48 horas, contra-recibo;
  • Certificado Militar: prova de quitação com o serviço militar (maiores de 18 anos);
  • Certidão de Casamento e de Nascimento, para verificação de dados, concessão do salário-família e abatimento dos dependentes para efeito do Imposto de Renda;
  • Declaração de dependentes para fins de Imposto de Renda na fonte;
  • Atestado Médico Admissional;
  • Declaração de rejeição ou de requisição do vale transporte;
  • Outros documentos: cédula de identidade, CPF, cartão PIS (Programa de Integração Social).

Com os documentos em mãos, o MEI deve:

  • Anotar na CTPS a data de admissão, a remuneração e as condições especiais, se houver;
  • Devolver ao empregado a sua CTPS em 48 horas;
  • Preencher a ficha de salário-família;
  • Incluir a admissão no CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Até o dia 15 de cada mês, o EI deverá postar o formulário que pode ser adquirido nos próprios Correios, no qual há a informação sobre o movimento de pessoal ocorrido do mês anterior;
  • Efetuar o cadastro no PIS, caso o empregado não possua a sua matrícula.

Conheça o VHSYS e facilite a gestão da sua empresa!

Esperamos que este artigo tenha lhe ajudado. Compartilhe-o!

Fernando
Sobre o autor
Fernando
Formado em Marketing e Coordenador de Marketing de Conteúdo na VHSYS.

deixe seu comentário

adicionar comentário
Cancelar

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário neste post. Seja o primeiro!

Visualizar mais